Comandante da Marinha

Bate papo com o Comandante da Marinha

10/09 - Interoperabilidade


 

 

 

Biografia

Almirante de Esquadra ALMIR GARNIER SANTOS

 

O Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos nasceu em 22 de setembro de 1960, no Rio de Janeiro. Orgulha-se de sua longa relação com a Marinha do Brasil, tendo ingressado, aos dez anos de idade, como aluno do curso de formação de operários, na extinta Escola Industrial Comandante Zenethilde Magno de Carvalho.  

 

Graduou-se Técnico em Estruturas Navais, na Escola Técnica do Arsenal de Marinha (AMRJ), em 1977, tendo estagiado nas Fragatas Independência e União, à época em construção na carreira do AMRJ. No mesmo ano iniciou o Curso de Formação de Oficiais da Reserva da Marinha.

 

Em 1978 ingressou na Escola Naval (Rio de Janeiro-RJ) formando-se em 1981, na primeira colocação no Corpo da Armada. No regresso da viagem de instrução, a bordo do Navio-Escola “Custódio de Mello”, em 1982, foi nomeado Segundo-Tenente, vindo a servir na Fragata “Independência”, como Ajudante da Divisão de Operações.

 

Foi promovido ao posto de Primeiro-Tenente, em 31 de agosto de 1984; e em seguida iniciou o Curso de Aperfeiçoamento em Eletrônica para Oficiais, no Centro de Instrução “Almirante Wandenkolk”, localizado no Rio de Janeiro-RJ, o qual concluiu, em 1985, com distinção, tendo obtido o primeiro lugar.

 

Entre os anos de 1981 e 1991, o então Tenente Garnier, desenvolveu suas habilidades operativas servindo a bordo dos navios mais modernos da Esquadra brasileira à época: a Fragata União, a Fragata Independência e o Navio-Escola Brasil, onde ocupou os cargos de Chefe do Departamento e de Encarregado da Divisão de Operações, de Encarregado da Manutenção do Material Eletrônico, de Oficial de Defesa Aérea e Guerra Eletrônica e de Instrutor de Operações de Guardas-Marinhas.

 

Em 1991, como Capitão-Tenente, foi designado para realizar o Curso de Mestrado em Pesquisa Operacional e Análise de Sistemas na Naval Postgraduate School (NPS), em Monterey-CA, EUA. Após a conclusão do Mestrado, serviu em funções técnicas por cerca de dez anos, quando gerenciou equipes de elevado padrão técnico, desenvolvendo projetos de otimização de recursos, de emprego de Poder Naval, de jogos para treinamento de Guerra Naval e de implantação de sistemas de tecnologia da informação e comunicações.

 

O então Capitão de Corveta Garnier concluiu o Curso de Estado-Maior para Oficiais Superiores em 1998, obtendo a primeira colocação. Possui ainda o curso de Master of Business Administration (MBA) em Gestão Internacional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - COPPEAD (2008) e o Curso de Política e Estratégia Marítima da Escola de Guerra Naval, concluído com menção honrosa, em 2008.

 

Comandou o navio tanque "Almirante Gastão Motta", o Centro de Apoio a Sistemas Operativos, o Centro de Análises de Sistemas Navais e a Escola de Guerra Naval.

 

Em 31 de março de 2010 foi promovido ao posto de Contra-Almirante, em 31 de março de 2014 ao posto de Vice-Almirante e em 25 de novembro de 2018 ao posto de Almirante de Esquadra.

 

No Ministério da Defesa, atuou por mais de dois anos e meio (junho de 2014 a janeiro de 2017) como Assessor Especial Militar do Ministro, tendo servido aos Ministros Celso Amorim, Jaques Wagner, Aldo Rebelo e Raul Jungmann.

 

Antes de assumir o desafiante cargo de Secretário-Geral do Ministério da Defesa em janeiro de 2019, comandou o 2º Distrito Naval por dois anos, sendo agraciado pela hospitaleira sociedade baiana com: a Comenda 2 de Julho (a maior honraria da Assembleia Legislativa da Bahia), a Medalha Thomé de Souza (Câmara Municipal de Salvador), a Medalha do Mérito Policial-Militar do Estado da Bahia, a Medalha do Mérito Policial Civil do Estado da Bahia, a Medalha Especial de Mérito da Magistratura da Bahia – TJBA 410 anos, a Medalha Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho da Bahia – Comenda Ministro Coqueijo Costa e a Medalha Devocional do Senhor Bom Jesus do Bonfim; além dos títulos de cidadão soteropolitano e cidadão baiano, que muito o lisonjeiam.

 

O Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos foi indicado pelo Presidente da República no dia 31 de março de 2021 para assumir o Cargo da Comandante da Marinha.

 

É coautor de dois livros na área de gestão de logística e da cadeia de suprimentos. Atuou como palestrante convidado de logística e gerenciamento de projetos, por mais de doze anos, nos programas de graduação e de pós-graduação da Fundação Getúlio Vargas.  

 

Em 2014, teve seu nome incluído no rol de ex-alunos distintos da U.S. Naval Postgraduate School.

 

Marido de Selma, pai de Almir Junior e filho de Wilson Santos e de Sulayr Garnier.

 

O Almirante Garnier possui mais de 950 dias de mar, tendo sido condecorado com a Medalha Mérito Marinheiro (duas âncoras). Possui ainda vários prêmios e condecorações, incluindo-se a Medalha Ordem do Mérito da Defesa (Grã-Cruz); a Medalha Ordem do Mérito Naval (Grã-Cruz); a Medalha Ordem do Mérito Militar (Grande-Oficial); a Medalha Ordem do Mérito Aeronáutico (Grande-Oficial); a Medalha Ordem de Rio Branco (Grã-Cruz); a Medalha Mérito Judiciário Militar; a Medalha Mérito Desportivo Militar; a Medalha da Vitória; a Medalha Mérito Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas; a Medalha do Mérito Marechal Cordeiro de Farias; a Medalha Militar e Passador de Platina; a Medalha Mérito do Pacificador; a Medalha Mérito Santos Dumont; a Medalha Mérito Tamandaré; e Medalhas-Prêmio Conde de Anadia, Almirante Marques de Leão e Escola de Guerra Naval, por suas primeiras colocações na Escola Naval, no Curso de Aperfeiçoamento em Eletrônica e no Curso de Estado-Maior, entre outras Medalhas-Prêmios concedidas por Marinhas amigas.
 

 

 

 

 

 

CURRICULUM VITAE

 

1. DADOS PESSOAIS
 

- Nascimento: 22 de Setembro de 1960; e

- Naturalidade: Rio de Janeiro-RJ.

 

2. CARREIRA
 

- Guarda-Marinha: 13 de dezembro de 1981;

- Segundo-Tenente: 31 de agosto de 1982;

- Primeiro-Tenente: 31 de agosto de 1984;

- Capitão-Tenente: 31 de agosto de 1987;

- Capitão de Corveta: 31 de agosto de 1993;

- Capitão de Fragata: 30 de abril de 1999;

- Capitão de Mar e Guerra: 25 de dezembro de 2004;

- Contra-Almirante: 31 de março de 2010;

- Vice-Almirante: 31 de março de 2014; e

- Almirante de Esquadra: 25 de novembro de 2018.

 

3. COMISSÕES
 

NE “Custódio de Mello”
(Ciclo Escolar – Período de: 11/03/1982 a 20/09/1982)

 

Fragata “Independência”
(Ajudante da Divisão de Operações - Período de: 21/09/1982 a 21/12/1984)

 

Centro de Instrução “Almirante Wandenkolk”
(Aluno do Curso de Aperfeiçoamento de Eletrônica para Oficiais, o qual concluiu com “Distinção” - Período de: 21/12/1984 a 02/01/1986)

 

Fragata “Independência”
(Ajudante da Divisão de Operações - Período de: 15/01/1986 a 23/11/1987)

 

Navio Escola “Brasil”
(Instrutor de Operações Navais e Encarregado da Divisão de Operações - Período de: 23/11/1987 a 28/11/1989)

 

Fragata “União”
(Encarregado da Divisão “O-2” - Período de: 05/01/1990 a 12/06/1991 e Chefe do Departamento de Operações - Período de: 20/02 a 29/03/1990)

 

Comissão Naval Brasileira em Washington
(Aluno do Curso de Mestrado em “Operations Research Systems Analisys”, em MontereyEUA - Período de: 08/07/1991 a 29/09/1993)

 

Centro de Análises de Sistemas Navais
(Gerente do Projeto “Tática para Proteção a Comboio ou Força Naval” - Período de: 08/06/1994 a 27/11/1997; Gerente do Projeto – Controle de Área Marítima – SAD-CAM - Período de: 30/12/1996 a 27/11/1997; e
Assessor do Departamento de Análises de Sistemas - Período de: 27/11/1997 a 13/02/1998)

 

Escola de Guerra Naval
(Aluno do Curso de Estado-Maior para Oficiais Superiores - Período de: 13/02/1998 a 16/12/1998)

 

Centro de Análises de Sistemas Navais
(Assessor Militar do Departamento de Análises de Sistemas - Período de: 17/12/1998 a 01/11/2002; Gerente do Projeto – Sistema de Simulação de Guerra Naval - Período de: 01/07/2000 a 27/02/2002; e Gerente do Projeto – Sistema de Apoio a Decisão – Cobertura Radar na Amazônia – SAD-CRAm - Período de: 27/02/2002 a 01/11/2002)

 

Navio Tanque “Almirante Gastão Motta”
(Comandante - Período de: 10/02/2003 a 01/03/2004)

 

Diretoria de Telecomunicações da Marinha
(Superintendente de Sistemas - Período de: 15/03/2004 a 30/01/2006)

 

Centro de Apoio a Sistemas Operativos
(Comandante - Período de: 09/02/2006 a 30/01/2008)

 

Escola de Guerra Naval
(Curso de Política e Estratégia Marítima - Período de: 25/02/2008 a 17/12/2008)

 

Ministério da Defesa
(Chefe de Gabinete do Chefe de Estado-Maior de Defesa - Período de: 13/02/2009 a 16/04/2010)

 

Comando de Operações Navais
(Subchefe de Inteligência Operacional - Período de: 07/04/2010 a 11/04/2012)

 

Centro de Análises de Sistemas Navais
(Diretor - Período de: 21/03/2012 a 16/04/2013)

 

Escola de Guerra Naval
(Diretor - Período de: 04/04/2013 a 28/04/2014)

 

Ministério da Defesa
(Assessor Especial Militar do Ministro de Estado da Defesa - Período de: 18/06/2014 a 05/01/2017)

 

Comando do 2º Distrito Naval
(Comandante - Período de: 09/01/2017 a 23/01/2019)

 

Ministério da Defesa
(Secretário-Geral do Ministério da Defesa - Assunção: 15/01/2019)

 

Comando da Marinha
(Cargo Atual)

 

4. CURSOS
 

- Escola Naval (Distinção);

- CBINC/OF (Distinção);

- Assuntos Gerais para Oficiais de Quarto;

- Tática Anti-Submarino;

- Aperfeiçoamento de Eletrônica para Oficiais (Distinção);

- Tática para Oficiais;

- Sistema de Direção de Tiro de Armas Acima D´agua das Fragatas MK-10 (Distinção);

- Manutenção do 1º Escalão do Sistema de Simulação Tática e Treinamento (Distinção);

- Curso Básico da Escola de Guerra Naval;

- Mestrado em “Operations Research Systems Analisys” na Naval Postgraduate School-USA (Distinção);

- Estado-Maior para Oficiais Superiores da Escola de Guerra Naval (Distinção);

- Curso Expedito de Atualização para Comandantes; e

- Curso de Política e Estratégia Marítima da Escola de Guerra Naval (Menção “Muito Bom”).

 

5. DESIGNAÇÕES E TÍTULOS
 

- Participou de Estágio Técnico no Laboratório de Pesquisas Navais em Monterey-EUA, onde conduziu análise de sensibilidade em algoritmo de propagação radar;

- Designado pela Portaria Ministerial nº 119/1994 para apresentar sua Tese de Mestrado no “TIMS/ORSA JOINT NATIONAL MEETING” em Boston-EUA;

- Recebeu o Prêmio Distinção dos Alunos da Naval Postgraduate School-EUA – prêmio concedido a ex-aluno da NPS que tenha feito uma contribuição distinta para um ramo da aprendizagem associado à segurança nacional, prestado serviços diferenciados a algum aspecto da segurança nacional ou tenha feito uma realização profissional distinta que reflete grande crédito no destinatário e no NPS.

- Título de cidadão baiano; e

- Título de cidadão soteropolitano.

 

6. CONDECORAÇÕES
 

- Medalha Ordem do Mérito da Defesa (Grã-Cruz);

- Medalha Ordem do Mérito Naval (Grã-Cruz);

- Medalha da Ordem do Mérito Militar (Grande-Oficial);

- Medalha Ordem do Mérito Aeronáutico (Grande-Oficial);

- Medalha Ordem de Rio Branco (Grã-Cruz);

- Medalha Mérito Judiciário Militar;

- Medalha Mérito Desportivo Militar;

- Medalha da Vitória;

- Medalha Mérito Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas;

- Medalha do Mérito Marechal Cordeiro de Farias;

- Medalha Militar e Passador de Platina;

- Medalha do Pacificador;

- Medalha Mérito Santos Dumont;

- Medalha Mérito Tamandaré;

- Medalha-Prêmio Escola de Guerra Naval;

- Medalha-Prêmio Conde de Anadia;

- Medalha-Prêmio Almirante Marques de Leão;

- Medalha Mérito Marinheiro (duas âncoras);

- Medalha Estrela das Forças Armadas do Equador;

- Medalha Francisco José Caldas (Colômbia);

- Medalha Mérito Facultativo Naval de 1ª Classe (México);

- Medalha Mérito Militar de 3ª Classe da Armada Portuguesa;

- Medalha Naval de Honra ao Mérito do Peru;

- Medalha Ordem do Mérito Naval (Espanha);

- Medalha Ordem do Mérito Naval Boliviano;

- Medalha de Ouro do Estado-Maior da Marinha Italiana;

- Medalha-Prêmio Escola Naval do Chile;

- Medalha Vermeil - Ordem Infante Dom Henrique;

- Comenda 2 de Julho (Estado da Bahia);

- Medalha Thomé de Souza – Câmara Municipal de Salvador;

- Medalha do Mérito Policial Militar do Estado da Bahia;      

- Medalha do Mérito Policial Civil do Estado da Bahia;      

- Medalha Especial de Mérito da Magistratura da Bahia – TJBA 410 anos;      

- Medalha Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho da Bahia; e      

- Medalha Devocional do Senhor Bom Jesus do Bonfim.