Segundo dia da Operação “Poseidon 2021” demonstra a proficiência das equipes embarcadas

03/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Aeronaves H225M da Marinha, do Exército e da Aeronáutica pousadas no
convés de voo do NAM “Atlântico”
 
No segundo dia da Operação “Poseidon”, o Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico” recebeu os pilotos do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira em suas respectivas aeronaves, dando início às atividades de Qualificação e Requalificação de Pouso e Decolagem a Bordo (QRPB).
 
Essa foi a primeira vez que as três Forças Armadas realizaram Operações Aéreas Conjuntas com o navio navegando, ampliando, assim, a interoperabilidade entre as Forças Singulares. Segundo o Tenente-Coronel Figueiredo, piloto da aeronave HM-4 Jaguar, do Comando de Aviação do Exército, “é sempre importante aprender técnicas, táticas e procedimentos para aumentar o nosso rol de capacidades. Nós já pousamos com o navio fundeado, agora estamos aumentando as nossas capacidades com pouso no navio em movimento.”
 
Dentre os meios empregados nesta operação, além do NAM “Atlântico”, estão a Fragata “Liberal”, as aeronaves H225M do 2º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (EsqdHU-2), da Marinha, HM-4 Jaguar do 1º Batalhão de Aviação do Exército (1º BAvEx) e H-36 Caracal do 3º/8º Grupo de Aviação (3º/8º GAV), da Força Aérea Brasileira. A operação contou com a visita do Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, e do Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos.