Navios da Esquadra suspendem para início da “Aspirantex 2020” – 3ª fase da Operação “Amazônia Azul - Mar limpo é vida!”

10/01/2020
Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico” é um dos meios envolvidos na “Aspirantex”
 
O Porta-Helicópteros Multipropósito (PHM) “Atlântico”, o Navio Doca Multipropósito “Bahia”, o Navio de Desembarque de Carros de Combate “Almirante Saboia”, as fragatas “União”, “Constituição” e “Liberal”, o Navio-Tanque “Gastão Motta” e a Corveta “Júlio de Noronha” suspenderam ontem (9), do Rio de Janeiro, rumo ao Nordeste do País, dando início à Operação “Aspirantex 2020”, que integra a 3ª frase da Operação “Amazônia Azul – Mar Limpo é Vida!”.
 
Durante a operação, outros meios navais, aeronaves e de fuzileiros navais também serão empregados, além das aeronaves “Orion” e “Bandeirante Patrulha”, da Força Aérea Brasileira.
 
A Aspirantex visa familiarizar os Aspirantes com a vida no mar, por meio de exercícios navais, e orientar os que estão no 2º ano na escolha do Corpo e da área de habilitação. “Quero aproveitar para tirar o maior número de dúvidas, pois trabalharei com isso a vida toda. Pretendo fazer a melhor escolha possível para a minha carreira”, disse o Aspirante do 2° ano, Hakin. Nesta edição, 244 Aspirantes do primeiro, segundo e terceiro ano da Escola Naval estão distribuídos pelos navios participantes. Ao todo, cerca de 2.900 militares participam da Aspirantex 2020”.
 
Também estão entre os propósitos da operação, ações de presença nas Águas Jurisdicionais Brasileiras, apoio aos comandos distritais dos portos visitados e aos coordenadores operacionais regionais na execução de ações de resposta a incidentes de poluição por óleo, no decorrer da 3ª fase da Operação “Amazônia Azul - Mar Limpo é Vida!”. “A Aspirantex acontece na mesma área onde houve a crise ambiental de contaminação por óleo, que começou no ano passado e, durante essa operação, atuaremos também no monitoramento dessa situação”, afirmou o Comandante em Chefe da Esquadra, Vice-Almirante Mello.
 
A operação abrangerá a área marítima compreendida entre os estados do Rio de Janeiro e Pará. Durante esse período, serão visitados os portos de Vitória-ES, Salvador-BA, Maceió-AL, Recife-PE, Cabedelo-PB, Natal-RN, Fortaleza-CE e Belém-PA. A Aspirantex será composta por três fases de mar e duas de porto.
 
A primeira fase, iniciada ontem, encerra-se com a atracação dos navios nos portos de Fortaleza, Maceió, Cabedelo, Natal e Recife, no dia 16 deste mês.
 
Militares se preparam para o suspender do PHM “Atlântico”