Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel” encerra 39ª OPERANTAR

07/04/2021
 
Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel” em operação na Antártica
 
O Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel” regressou ao Rio de Janeiro (RJ) no dia 29 de março, após o fim da 39ª Operação Antártica.
 
A Comissão teve início no dia 20 de outubro de 2020 e, por ter sido realizada em um período atípico e desafiador, imposto pela pandemia do novo coronavírus, exigiu a elaboração de um plano de contingência, no qual foram observados protocolos de segurança sanitária individual e coletiva. Assim, foram rigorosamente cumpridas as diretrizes emanadas pela Diretoria de Saúde da Marinha, a fim de salvaguardar o pessoal envolvido a bordo do navio e da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF).
 
Transporte de material para a EACF
 
Nesse período, dentre as atividades realizadas em contribuição ao Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR), sob a coordenação da Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar, destacam-se: apoio logístico imprescindível à EACF, com transporte de material, pessoal e combustível; execução de trabalhos de reparo e manutenção em refúgios antárticos; e realização de levantamentos hidrográficos em proveito dos planos de trabalho de hidrografia e cartografia na Diretoria de Hidrografia e Navegação. Para cumprir essas tarefas e garantir a continuidade do PROANTAR – uma das grandes conquistas nacionais por fomentar e promover a pesquisa diversificada e de qualidade no continente gelado – o navio operou nas ilhas Shetlands do Sul, além de realizar apoio ao programa antártico de países amigos, como Uruguai e Peru, por meio do transporte de materiais e manutenção de sensores de suas Estações.
 
A 27ª OPERANTAR consecutiva do “Gigante Vermelho”, também foi marcada pelo batismo das recém-adquiridas aeronaves UH-17 do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral.