Militares da Diretoria de Desenvolvimento Nuclear da Marinha recebem prêmio “Soberania pela Ciência 2018”

15/04/2018
 
Vencedores do prêmio integram o Laboratório de Hidrodinâmica comandado pelo Capitão de Mar e Guerra Ricardo Sbragio
 
Três militares da Diretoria de Desenvolvimento Nuclear da Marinha (DDNM), organização militar subordinada ao Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP), foram os vencedores do prêmio “Soberania pela Ciência 2018”, com o artigo intitulado “Metodologia para a Estimativa Computacional do Ruído Vibratório em Propulsores”.
 
Os vencedores do prêmio, Capitão-Tenente (EN) Alceu Moura, Capitão-Tenente (EN) Rubens Silva e o Primeiro-Tenente (RM2-EN) Malta integram o Laboratório de Hidrodinâmica (Labhidro), comandado pelo Capitão de Mar e Guerra (RM1-EN) Ricardo Sbragio.
 
De acordo com os autores, os estudos realizados têm como propósito analisar os possíveis ruídos emitidos pela vibração do propulsor de um submarino e melhorar o seu projeto para deixá-lo mais silencioso. O método é implementado utilizando uma série de ferramentas computacionais, de modo que o processo se torne mais barato e eficiente em comparação com alternativas experimentais.
 
Labhidro
O Labhidro é uma instalação laboratorial destinada a prover apoio técnico e experimental para a Marinha do Brasil e para outras instituições de ensino, pesquisa ou industriais que necessitem realizar ensaios, projetos ou pesquisa na área de hidrodinâmica e mecânica computacional. Atividades principais do laboratório envolvem o projeto de propulsores navais, o projeto e operação de veículos submarinos autônomos (modelo livre), de tubos de impedância acústicos e de túnel de cavitação, análises de dinâmica de fluido computacional (CFD), análises de elementos finitos (FEA), bem como o desenvolvimento de ferramentas de análise computacional ligadas à hidrodinâmica e à acústica submarina.