Livro sobre o Grupamento de Mergulhadores de Combate da Marinha do Brasil é lançado no Rio de Janeiro-RJ

15/05/2018
Professor Rodney autografa livro com tema inédito
na literatura brasileira
 
O livro “Guardiões de Netuno: Origem e Evolução do Grupamento de Mergulhadores de Combate da Marinha do Brasil” foi lançado, no dia 11 de maio, no Museu Naval, no Rio de Janeiro – RJ. A obra, de autoria do professor mestre Rodney Alfredo Pinto Lisboa, aborda tema inédito na literatura brasileira.
 
Após a abertura da cerimônia, o Comandante do Grupamento de Mergulhadores de Combate (GRUMEC), Capitão de Fragata Michael Vinicius Aguiar, destacou o importante papel desempenhado pela unidade em quase 50 anos de atividade na Força. Enalteceu, ainda, a iniciativa do autor por ter efetuado uma profunda pesquisa sobre a atividade de operações especiais de caráter naval, como as desempenhadas pelos Mergulhadores de Combate (MEC).
 
O Contra-Almirante Carlos Eduardo Horta Arentz, primeiro mergulhador de combate da Marinha do Brasil a ser promovido a oficial-general, elaborou a apresentação do livro e discorreu, durante a solenidade, sobre o papel dos mergulhadores de combate pioneiros, nas décadas de 1960 e 1970, relembrando as dificuldades enfrentadas e os sucessos alcançados por eles e pelos sucessores.
 
O Diretor-Geral do Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, Almirante de Esquadra Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior, que também é o mais antigo Oficial da ativa da “Família  Submarinista”, parabenizou o autor da obra pelos dez anos de pesquisa. Destacou ainda que, apesar da atmosfera de sigilo que caracteriza este tipo de atividade, o professor Rodney captou a essência, o entusiasmo e profissionalismo que caracterizam os MEC.
 
Cerimônia de lançamento reuniu cerca de 200 convidados  
 
Ao final, o professor Rodney falou sobre os passos percorridos para a construção do livro e agradeceu o apoio prestado pelos patrocinadores, pelos convidados, pelos familiares, pelo GRUMEC e pela Marinha do Brasil.
 
Ao término, foi realizada uma sessão de autógrafos. O evento contou com presença de cerca de 200 pessoas, entre autoridades civis e militares, representantes de diversos seguimentos da sociedade, oficiais e praças mergulhadores de combate, além de familiares do autor.
 
Autor recebe os cumprimentos ao final da cerimônia