Força de Fuzileiros da Esquadra participa de ações conjuntas de prevenção e combate ao Covid-19

31/03/2020
 
Descontaminação do Terminal da Praça XV e das Barcas
 
Desde o dia 18 de março, a Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE), em atendimento às diretrizes emanadas pelo Ministério da Defesa, tem mobilizado tropas e meios, no sentido de cooperar com o esforço nacional de prevenção e combate ao novo coronavírus.
 
Em razão dos possíveis impactos causados pelo vírus à população, o Ministro da Defesa, por meio da portaria nº 1.232/2020, aprovou a diretriz ministerial de planejamento nº 6/2020 que regula o emprego das Forças Armadas em apoio às ações de mitigação dos efeitos da Covid-19. Para  efetivar a participação das tropas anfíbias nas ações, o Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra (ComFFE) constituiu quatro Grupamentos Operativos de Fuzileiros Navais (GptOpFuzNav) para cooperar, sob as ordens do Comandante de Operações Navais e em coordenação com o Comando Conjunto do Leste, com os diversos órgãos e agências governamentais nas áreas de Saúde, Transporte e Segurança Pública, na região Sudeste. Esses grupamentos operativos, mercê de seu caráter expedicionário, poderão atuar em outras regiões do País.
 
Em 24 de março, foi enviado um primeiro GptOpFuzNav para atuar no Porto de Santos, sob controle operativo do Comando do 8º Distrito Naval. Nesta ocasião, iniciaram-se também a preparação de outros três GptOpFuzNav, com diferentes capacidades.
 
Foi constituído e ativado o GptOpFuzNav Covid-19, que, com seu Componente de Combate Terrestre, tem por finalidade a execução de ações de enfrentamento ao coronavírus na região do Rio de Janeiro.
 
Para garantir capacidades de pronto emprego de um Hospital de Campanha, também foi preparado o GptOpFuzNav H-Camp (Hospital de Campanha), nucleado pela Unidade Médica Expedicionária da Marinha, podendo ser empregado no apoio ao Sistema Público de Saúde, sob a orientação técnica da Diretoria de Saúde da Marinha, ou na ampliação da capacidade de atendimento do Sistema de Saúde da Marinha, em prol do combate ao Covid-19.
 
Além disso, foi constituído o GptOpFuzNav de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (GptOpFuzNav-NBQR) com o propósito de reforçar os cuidados contra a proliferação do novo coronavírus. O grupamento é composto por militares oriundos do Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais, do Centro de Defesa Nuclear Biológica Química e Radiológica, do Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo, do Centro de Adestramento Almirante Marques de Leão, do Comando do Material do Corpo de Fuzileiros Navais, do Comando do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais e do Batalhão Naval. O GptOpFuzNav-DefNBQR vem atuando em diferentes atividades de desinfecção, em áreas de grande movimentação de pessoas, como Terminais de Barcas e de BRT. Também apoiará as organizações militares da Marinha do Brasil, especialmente por meio de instruções e adestramentos.
       
Descontaminação do Terminal BRT Alvorada