Estudantes de São Paulo visitam Complexo Naval de Ladário-MS

11/07/2019


Estudantes conheceram a história e estrutura do Navio Monitor Parnaíba

O Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN) recebeu, na manhã do dia 4 julho, estudantes do Instituto Acaia Sagarana, de São Paulo-SP. A visita ao Complexo Naval de Ladário-MS faz parte do projeto “Estudo do Meio do Centro de Estudar”, com o apoio do Instituto Acaia Pantanal, que se formaram recentemente no Ensino Médio.

Os alunos iniciaram a visita pela Sala de Memória Tenente Maximiano, onde conheceram itens e peças históricas da Marinha do Brasil e pertencentes ao antigo Arsenal de Marinha de Ladário. Ainda na sala, os estudantes conheceram a história do Tenente Maximiano, militar que lutou nas duas guerras mundiais e viveu boa parte da vida em Ladário, vindo a falecer no município aos 113 anos.

Em seguida, foi exposto materiais da Marinha no Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário e apresentado métodos de infiltração para o combate (rapel e fast hope). O Chefe do Estado-Maior do Com6ºDN, Capitão de Mar e Guerra Alexandre José Gomes Dória, explicou aos visitantes as atividades e missões realizadas pelo Com6ºDN. O encerramento foi no Navio Monitor Parnaíba, onde foi apresentada sua história e estrutura.

Segundo a Educadora Social do Instituto Acaia, Verônica Murillo, a visita foi proveitosa para os alunos. “A Marinha está em vários cantos do Brasil e é importante trazer esses jovens para conhecer a função da instituição no território fronteiriço e no país, de saber as possibilidades de ingresso, já que eles estão saindo do ensino médio e estão procurando uma oportunidade no mercado de trabalho ou entrando na universidade”, disse.

Para a estudante Carolina Nascimento de Souza, de 18 anos, visitar o Complexo Naval de Ladário foi uma experiência enriquecedora. “Conheci um pouco mais da história da Marinha, as ações de educação e auxílio médico, saí do senso comum. O que eu achei mais interessante foi a organização, a educação e respeito que há entre os militares. Passei a ter uma visão mais vasta das coisas e vou levar esses exemplos comigo”, disse.