DGDNTM realiza jornada sobre Governança de Dados Corporativa

03/05/2017

 

Da esq. para a dir.: Bergson Rêgo (BLR DATA), Gabriela Ruberg (BC), Contra-Almirante Muradas (CTMRJ) e Major Evangelista (EB-CORP)

 

No dia 11 de abril, no Centro de Análises de Sistemas Navais, no Rio de Janeiro (RJ), foi realizada a Jornada de “Implantação da Governança de Dados Corporativa na Marinha”, como parte das atividades do Grupo de Trabalho “Governança de Dados – uma aplicação prática para a Marinha do Brasil (MB)”, criado pelo Estado-Maior da Armada e coordenado pela Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM).

A jornada teve como objetivo ampliar a conscientização dos desafios envolvidos na integração de informações corporativas para apoiar a tomada de decisão e contou com a presença de participantes de todos os setores da Marinha, que atuam na área de Gestão de Sistemas de Informação Corporativos.

O Diretor do Centro Tecnológico da Marinha no Rio de Janeiro, Contra-Almirante Alfredo Martins Muradas, realizou a abertura do evento, destacando a importância do tema para a MB, citando os desafios do processo de tomada de decisão no mundo contemporâneo, diante do grande volume de informações disponíveis, e salientando a contribuição dos palestrantes no desenvolvimento do processo de implantação da Governança de Dados na Marinha.

 

Grupo de Trabalho e palestrantes

 

A partir de um viés prático, foram apresentados estudos de caso de órgãos públicos e privados, que enfrentam diversos desafios para a implantação da Governança de Dados, no âmbito corporativo. Compuseram o rol de palestrantes: a Chefe do Escritório de Governança da Informação do Banco Central (BC), Gabriela Gouveia Guedes Loureiro Ruberg; o Consultor em Gestão de Dados da Empresa “BLR DATA” e Vice-Presidente do “DAMA-Brasil” (Data Management Association), Bergson Lopes Rêgo;  e o Gestor do Banco de Informações Corporativas do Exército Brasileiro, Major Nelson Dias Evangelista. Utilizando as boas práticas apresentadas, o Grupo de Trabalho tem como finalidade estudar o tema, considerando a cultura institucional da Marinha, e propor soluções para serem avaliadas pela Comissão Técnica de Tecnologia da Informação e aprovadas pelo Conselho de Tecnologia da Informação da Marinha.

O evento foi encerrado pelo Contra-Almirante Muradas que destacou as semelhanças entre os desafios enfrentados por outros órgãos e pela Marinha, para prover informações de qualidade aos tomadores de decisão. Por fim, propôs a priorização do tema nos debates do Comitê e do Conselho de TI da Marinha.

                       

Participantes da jornada