Corveta “Barroso” atraca na Base Naval do Rio de Janeiro após Operação “Líbano XVI”

04/06/2020


 
Atracação da Corveta “Barroso” na BNRJ
 
A Corveta “Barroso” regressou à sua sede, no dia 24 de maio, após cumprir sua missão e ser substituída pela Fragata ‘‘Independência’’ como navio capitânia da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL). O navio, subordinado ao Comando do 2º Esquadrão de Escolta, partiu do Rio de Janeiro-RJ no dia 4 de agosto de 2019 e, após quase dez meses de comissão, atracou na Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ).
 
Tendo cumprido escalas logísticas nos portos de Natal-RN, Funchal (Portugal), e Toulon (França), o navio atracou em Beirute, Líbano, em 7 de setembro de 2019 e substituiu a Fragata “União” como capitânia da FTM-UNIFIL no dia 15 de setembro de 2019. No regresso ao Rio de Janeiro, a CorvetaBarroso” realizou escalas nos portos de Málaga (Espanha), Las Palmas (Espanha) e Recife-PE.
 
A missão UNIFIL foi criada pela Organização das Nações Unidas, em 1978, e seu componente marítimo – a FTM, em 2006, com as tarefas de impedir a entrada de armas e materiais correlatos em território libanês e prestar apoio para o desenvolvimento da Marinha do Líbano em relação ao treinamento de seu pessoal, para que essa seja capaz de controlar suas águas territoriais no futuro.
 


Corveta “Barroso” em operação no Líbano