Capitania dos Portos e PM realizam “Operação Maré Seca” no litoral do Paraná

05/03/2019

 

Os principais pontos alvos da “Operação Maré Seca” foram a Ilha do Mel, Pontal do Paraná e a Baía de Guaratuba

 
A Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) e a Polícia Militar do Paraná (PM-PR) realizaram em conjunto a “Operação Maré Seca”, nos dias 1º e 2 de março, no Litoral do estado. O objetivo da ação foi de coibir o consumo de bebida alcoólica por condutores de embarcações no período do Carnaval. Os policiais militares reforçaram o serviço de Inspeção Naval com etilômetros com intuito de reforçar a prevenção de acidentes de navegação e promover a salvaguarda da vida humana nos pontos de maior concentração de embarcações, inclusive no período noturno.
 
Ao todo, foram realizadas 125 abordagens a barcos de transporte de passageiros, lanchas de esporte e recreio, embarcações de pesca e motos aquáticas. Em 17 casos, os condutores foram submetidos ao teste de alcoolemia com uso de etilômetros. Todos deram negativo para o consumo de bebida alcoólica. Houve ainda sete notificações a proprietários para sanar irregularidades encontradas e em dois casos as embarcações foram apreendidas. Uma apreensão ocorreu devido a condução por pessoa não habilitada e no outro caso o documento de inscrição estava vencido.
 
Os principais pontos alvos da “Operação Maré Seca” foram o entorno da Ilha do Mel, em Paranaguá; o município de Pontal do Paraná e a Baía de Guaratuba, próximo a foz dos rios Fundo e Cruzes. A ação ocorreu de maneira inopinada e pode vir a ser repetida de maneira a causar o efeito surpresa.
 
 
O Capitão dos Portos do Paraná, Capitão de Mar e Guerra Rogerio Antunes Machado, disse que os resultados negativos nos testes de alcoolemia mostram a consciência dos navegadores no litoral do Paraná para os riscos de misturar bebida alcoólica e a condução de embarcações. Ele destacou que a fiscalização permanecerá atuante para garantir a segurança da navegação no litoral paranaense. “Para nós, a atuação em conjunto com a Polícia Militar do Paraná foi muito positiva. A presença de policiais a bordo de nossas embarcações valoriza o trabalho em parceria em prol da população paranaense. Nosso maior objetivo é que momentos de lazer e diversão não possam ser transformados em momentos de dor devido ao descuido ou a imperícia ao conduzir uma embarcação”, concluiu.
 
O Subcomandante do 9º Batalhão de Polícia Militar, Capitão Luciano Cordeiro, explicou como é feito o trabalho na operação. “A Polícia Militar tem atuado neste sentido, juntamente com outros órgãos e polícias. Identificamos em nossas reuniões alguns infratores, que conduzem embarcações após ingerirem bebida alcoólica. Para isso, existe uma medida administrativa que envolve o encaminhamento dessas pessoas à delegacia. Na prática, a Marinha faz as abordagens em comum acordo com a equipe da PM e, após o flagrante, essa pessoa é encaminhada para a delegacia mais próxima”.
 
Cidadão-fiscal
A CPPR conta com o apoio da população para auxiliar na fiscalização. Qualquer cidadão que verificar irregularidades com embarcações, como manobras perigosas; falta de itens de segurança; condutores alcoolizados; e problemas com coletes salva-vidas ou na habilitação dos condutores pode ligar para o Disque Segurança da Navegação no (41) 3721-1542. As informações podem ser encaminhadas ainda por e-mail no cppr.faleconosco@marinha.mil.br.