Capitania dos Portos da Amazônia Oriental realiza Inspeção Naval com apoio de aeronave em rios do Pará

11/02/2019
 
Lancha da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental e aeronave do HU-2
em atividade de Inspeção Naval
 
A Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR) realizou, no dia 6 de fevereiro, Inspeção Naval nas áreas Furo das Mucuras, Canal do Carnapijó e Furo do Arrozal, no estado do Pará, com apoio de uma aeronave do 2º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (HU-2). Com a ação, duas embarcações foram interceptadas e apreendidas por não possuírem documentação e registro.
 
O HU-2 está na área de subordinação do Comando do 4º Distrito Naval para auxiliar na criação de um esquadrão da Aviação Naval em Belém-PA. Para o chefe de Departamento de Segurança de Aviação do HU-2, Capitão de Corveta Rodrigo Roque da Silva de Miranda, o binômio embarcação-aeronave contribuiu para o sucesso da missão. “A presença de helicópteros em atividades de Inspeção Naval é um fator surpresa, de flexibilidade e rapidez. Uma grande área pode ser explorada em um curto espaço de tempo, identificando embarcações para serem abordadas”.
 
No dia 5 de fevereiro, o Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, e o Comandante da Ala 9, Brigadeiro do Ar Ricardo José Freire de Campos, visitaram o hangar cedido pela Força Aérea Brasileira (FAB) para a Marinha do Brasil. Em novembro de 2018, foi assinado um Acordo de Cooperação para a criação do Esquadrão da Aviação Naval e o intercâmbio de militares, experiências e informações entre as Forças Armadas.
 
De acordo com o Vice-Almirante Edervaldo, mesmo a Marinha tendo  atividades-fim, ela também assiste o povo brasileiro com as atividades subsidiárias como resgate de pessoas em um rio ou em uma embarcação.
 
Militares da Marinha e da FAB no hangar cedido para criação do Esquadrão
de Aviação Naval, em Belém-PA