2° Batalhão de Operações Ribeirinhas realiza descontaminação preventiva no Terminal Hidroviário de Belém-PA

31/03/2020
 
Militares da Marinha descontaminam terminal com uso de proteção especial

 

A Equipe de Resposta e Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica do 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas (2°BtlOpRib) realizou, no dia 27 de março, a descontaminação preventiva do Terminal Hidroviário de Belém-PA, porto subordinado a Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará, com objetivo de combater a proliferação do novo Coronavírus (Covid-19). A ação durou cerca de cinco horas e empregou mais de cem militares.

 

Segundo o Comandante do 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas, Capitão de Fragata Fuzileiro Naval Flávio Augusto Moraes Vieira Alves, a Marinha do Brasil desenvolveu a defesa NBQR pelo seu programa nuclear, como meio de resposta a um eventual sinistro. “O pronto emprego e a característica dual podem ser utilizados tanto na guerra como em apoio à sociedade, como é o caso da Operação do combate ao Covid-19”, afirmou o comandante.

 

A Marinha do Brasil, por meio do o Comando do 4º Distrito Naval e organizações militares subordinadas, tem atuado no Comando Conjunto do Norte, composto também pelo Exército Brasileiro e Força Aérea Brasileira, para intensificar as ações de descontaminação. Ainda ocorrem adestramentos práticos com propósito de atuar ativamente contra a proliferação do Covid-19, dando o devido suporte aos órgãos públicos de saúde e segurança do Pará.

 

Instalações de grande fluxo do terminal são descontaminadas