Nomar Online

Marinha apoia a 12ª Expedição Náutica “Cromwell de Carvalho”, no Rio Parnaíba (PI)

25/01/2022
Segurança da Navegação
 
Participantes em preparação para a Expedição
 
A Capitania dos Portos do Piauí (CPPI) apoiou, entre os dias 21 e 23 de janeiro, a 12ª Expedição Náutica entre Teresina e Parnaíba (PI). O evento foi organizado pelo Iate Clube Teresina e contou com mais de 80 embarcações de esporte recreio, como lanchas e motos aquáticas.
 
Antes do início da expedição, a CPPI verificou os documentos dos participantes e apresentou palestra sobre os cuidados com a segurança do tráfego aquaviário; a preservação dos mares, rios, lagos e lagoas; e sobre não consumir bebida alcoólica quando for conduzir uma embarcação.
 
A “Expedição Náutica Cromwell de Carvalho” é realizada no terceiro final de semana do mês de janeiro e tem como objetivo alertar as autoridades para a necessidade da preservação da bacia hidrográfica no Rio Parnaíba.
 
O encerramento do evento aconteceu no Porto das Barcas, em Parnaíba, após a travessia pelo rio, passando pelas cidades de Novo Nilo, Miguel Alves, Luzilândia e Buriti dos Lopes (PI).

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

1° Esquadrão de Helicópteros de Instrução apoia a CPBA na inspeção naval em Morro de São Paulo e áreas adjacentes

25/01/2022
Operação "Verão"
 
Sobrevoo com aeronave N-5054 para inspeção
 
O 1° Esquadrão de Helicópteros de Instrução realizou inspeção naval em proveito da Operação "Verão", em Salvador (BA), com a aeronave N-5054 que foi empregada em apoio à Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) e nas proximidades de Morro de São Paulo.
 
A aeronave operou a partir da Base Naval de Aratu e com a presença de um inspetor naval realizou sobrevoo no litoral de Morro de São Paulo, Ilha de Tinharé e Ilha de Boipeba, com o objetivo de verificar possíveis irregularidades envolvendo as embarcações e construções.
 
Verificação de possíveis irregularidades
 
A missão proporcionou ao Esquadrão a oportunidade de atuar na vertente da autoridade marítima, contribuindo com a segurança do tráfego aquaviário, bem como a salvaguarda da vida humana e prevenção da poluição hídrica nas áreas de responsabilidade do Comando do 2° Distrito Naval.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Navio-Patrulha “Bocaina” realiza exercício e eleva o nível de adestramento da tripulação

25/01/2022
Capacitação
 
Militares da Marinha realizam lançamento de minas SH-60
 
O Navio-Patrulha “Bocaina”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, realizou, no dia 20 de janeiro, adestramento empregando sistema de lançamento de minas SH-60, com o propósito de elevar o nível de adestramento da tripulação na montagem do dispositivo, no guarnecimento de postos e no lançamento simulado de minas de exercício. O treinamento ocorreu na Base Naval de Val de Cães, em Belém (PA).
 
O exercício serviu também para ratificar a capacidade do navio na condução de Operações de Minagem, conforme o previsto para os navios-patrulha da Classe “Bracuí” enquanto componentes da Força de Emprego Rápido, além de homologá-lo para executar a tarefa de “negar o uso do mar ao inimigo” entre os meios subordinados ao Comando do 4° Distrito Naval.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha recebe segunda aeronave Super Cougar versão AH-15B

24/01/2022
Aquisição
 
Aeronave AH-15B recebeu indicativo visual N-4102
 
A Marinha recebeu da empresa Helibrás, em 22 de janeiro, a segunda aeronave Super Cougar na versão AH-15B. Ela recebeu o indicativo visual N-4102 e é a décima terceira aeronave H-225M a ser incorporada ao acervo da Aviação Naval, no escopo do Projeto “H-XBR”.
 
A aeronave foi desenvolvida especialmente para a Marinha, sendo a mais complexa da frota das aeronaves H-225M. Ela dispõe de sistemas embarcados no “estado da arte”, incluindo a capacidade de lançar mísseis Exocet AM39 B2M2, sistema “CHAFF & FLARE”, radar tático APS-143 e equipamento FLIR Star Safire III, todos integrados ao sistema de gerenciamento de dados táticos de missão (N-TDMS).
 
A entrega do novo meio pelo Setor do Material ao Setor Operativo representa importante incremento na capacidade de defesa e vigilância da Amazônia Azul.
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha arrecada doações para famílias atingidas pelas chuvas na Bahia e em Minas Gerais

21/01/2022
Cuidando da nossa gente
 
Militares da Capitania dos Portos do Paraná abastecem
caminhão com as doações
 
A Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) e a Delegacia Fluvial de Presidente Epitácio (DelPEpitacio), em apoio à campanha solidária organizada pelo Comando do 8º Distrito Naval, arrecadaram, na primeira quinzena de janeiro, doações para famílias atingidas pelas fortes chuvas nos Estados da Bahia e de Minas Gerais.
 
A CPPR angariou 283 cestas básicas e 200 litros de água junto à Sociedade Amigos da Marinha (Soamar) e às comunidades náutica e portuária de sua área de jurisdição. Já a DelPEpitacio mobilizou militares, membros da Soamar, empresários locais e moradores, arrecadando cerca de uma tonelada de alimentos não perecíveis e 50 litros de água mineral.
 
Ação solidária na DelPEpitacio angariou cerca de uma tonelada de alimentos

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha apreende embarcação irregular, no Pará

20/01/2022
Combate a ilícitos
 
Embarcação apreendida transportava 400 caixas de bebida alcoólica
 
O Comando do 4º Distrito Naval apreendeu, no dia 18 de janeiro, a embarcação “Comte Sérgio”, de bandeira brasileira, durante ações de patrulha naval no litoral do estado do Pará, por não possuir tripulantes habilitados nem os documentos da embarcação no momento da abordagem. O barco saiu do município de Abaetetuba (PA) – com 7 tripulantes e 5 passageiros, sendo 2 crianças – transportando 400 caixas de cachaça, 10 caixas de fumo e 2 mil litros de combustível. As quantidades foram confirmadas pelo comandante da embarcação.
 
A apreensão foi realizada pelo Navio-Patrulha “Guanabara”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, que escoltou a embarcação até a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, em Belém (PA), para adoção de medidas administrativas quanto à apreensão.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Capitania dos Portos da Bahia assina Plano de Trabalho Conjunto com a Prefeitura de Cairu, na Bahia

20/01/2022
Convênios
 
Capitão dos Portos da Bahia durante assinatura do termo para a
implementação do Plano Municipal de Gerenciamento Costeiro

Os representantes da Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) e da Prefeitura de Cairu assinaram, em 15 de janeiro, um Plano de Trabalho Conjunto, com o objetivo futuro de celebrar um convênio para a implementação do Plano Municipal de Gerenciamento Costeiro, do Plano de Uso e Ocupação das áreas adjacentes às praias e da implantação de uma patromoria avançada. No município, estão situadas as Ilhas de Boipeba e Tinharé, onde fica Morro de São Paulo, apreciados pontos turísticos do litoral baiano.
 
Prefeito de Cairu discursa sobre a importância da parceria
 
A iniciativa proporcionará a delimitação das áreas adjacentes às praias do município, com a criação de áreas exclusivas para banhistas e embarcações, além de possibilitar a criação de uma Capitania itinerante e a formação de agentes municipais, que possam contribuir para a fiscalização de embarcações, de modo a somar esforços com as ações da CPBA naquela localidade e proporcionar maior segurança para a navegação e banhistas.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha realiza Formatura do Serviço Militar Voluntário

20/01/2022
Formação militar-naval
 
Militares prestam juramento à Bandeira Nacional
 
O Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW) realizou, no dia 19 de janeiro, a cerimônia de juramento à Bandeira dos Oficiais da Reserva de Segunda Classe da Marinha.
 
O evento marcou a Conclusão da 1ª fase do Estágio de Serviço Técnico para o Serviço Militar Voluntário (SMV-2021) de cinco Oficiais e 210 Guardas-Marinha na área sob jurisdição do Comando do 1º Distrito Naval (Com1ºDN).
 
A turma do SMV-2021 é composta por 89 militares do Corpo de Saúde da Marinha, sendo 22 do Quadro de Cirurgiões-Dentistas, 67 do Quadro de Apoio à Saúde; 36 do Corpo de Engenheiros da Marinha; e 90 do Quadro Técnico do Corpo Auxiliar da Marinha.
 
A primeira colocada do SMV-2021, a Guarda-Marinha da Reserva de Segunda Classe da Marinha do Quadro Técnico Bárbara Lessa Ribeiro recebeu o prêmio concedido pelo Com1ºDN.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha inspeciona cerca de 4 mil embarcações durante Operação “Verão 2021/2022”

19/01/2022
Operação "Verão"

 

Militar aborda embarcação durante inspeção naval em Santarém (PA)

 

O Comando do 4º Distrito Naval incrementou as ações de inspeção naval durante a Operação “Verão 2021/2022”, realizada no período de 17 de dezembro de 2021 a 17 de janeiro, nos estados do Pará, Amapá, Maranhão e Piauí. As fiscalizações foram intensificadas nas travessias e nas praias com o objetivo de assegurar a salvaguarda da vida humana no mar, rios e lagos, a segurança da navegação e a prevenção da poluição hídrica oriunda de embarcações.

 

Além das abordagens em embarcações e orientações sobre os procedimentos de embarque e desembarque, foram distribuídos panfletos educativos e realizadas ações de conscientização para prevenir acidentes de escalpelamento.

 

No Pará, a atividade ocorreu nos municípios de Belém, Salinópolis, Abaetetuba, Marudá, Vigia, Vista Alegre, Breves, onde a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental efetuou 1.268 abordagens em embarcações, sendo 42 notificadas e 15 apreendidas. Já a Capitania Fluvial de Santarém inspecionou 510 meios, sendo 21 notificados e dois apreendidos. Também houve, em Santarém (PA), doação de 22 coletes salva-vidas para ribeirinhos e ministração de 82 palestras sobre segurança da navegação, atingindo 1.638 pessoas.

 

Comandante de embarcação passa por teste com etilômetro no Piauí

 

Durante a Operação “Verão”, a Capitania dos Portos do Amapá e a Agência da Capitania dos Portos no Oiapoque reforçaram as ações de fiscalização do tráfego aquaviário e a divulgação, junto a comandantes, tripulantes e passageiros de embarcações, sobre a importância de não trafegarem com embarcações irregulares, que colocam em risco a segurança do tráfego de embarcações e dos passageiros. Realizada nos municípios de Macapá, Santana, Mazagão, Itaubal e Oiapoque (AP), a Operação contabilizou 766 abordagens, 47 notificações e 11 apreensões de embarcações. Foram realizados ainda 52 testes com etilômetro, 163 palestras educativas com alcance de 1.032 ouvintes, doação de 20 coletes salva-vidas, 22 arqueações e instalação de seis coberturas de eixo de motor de barcos para prevenir o escalpelamento.

 

No Piauí, foram realizadas 188 abordagens, com 8 notificações e abertos 2 Inquéritos Administrativos de Acidentes e Fatos da Navegação. Além do incremento nas inspeções navais, militares da Capitania dos Portos do Piauí também orientaram passageiros e tripulantes sobre as medidas necessárias para uma navegação segura.

 

No Maranhão, as atividades da Operação “Verão 2021/2022” ocorrerão até 8 de março de 2022 na orla metropolitana de São Luís (MA) e localidades onde há maior concentração turística, verificando as condições gerais das embarcações, lotação, documentações como inscrição da embarcação e habilitação dos condutores e, demais tripulantes e materiais de salvatagem. A Capitania dos Portos do Maranhão já fiscalizou 945 embarcações, sendo 11 notificadas e 1 apreendida devido as infrações à Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha intensifica fiscalização do tráfego aquaviário no Arquipélago de Cairu, na Bahia

19/01/2022
Operação "Verão"
 
Inspetor naval verifica documentação da embarcação durante
abordagem em Morro de São Paulo
 
 A Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) intensificou, no período de 14 a 17 de janeiro, a fiscalização do tráfego aquaviário no arquipélago de Cairu, localizado no Baixo Sul da Bahia. A ação aconteceu no contexto da Operação “Verão” e teve como objetivo reforçar a fiscalização das localidades com aumento expressivo do tráfego de embarcações de esporte e lazer e de transporte de passageiros
 
Na oportunidade, foram verificadas a habilitação dos condutores, a documentação da embarcação, o material de salvatagem (coletes e boias), os extintores de incêndio, as luzes de navegação, a capacidade de lotação e o estado da embarcação. Além disso, foram utilizados etilômetros, tendo em vista ser proibido o consumo de bebidas alcoólicas pelos condutores de embarcações.
 
AviPa “Dourado” e LAEP-10 “Barracuda”
atuaram na fiscalização de embarcações
 
Foram abordadas 174 embarcações, com 21 notificações emitidas e nenhuma apreensão. Adicionalmente, foram realizados 5 testes de alcoolemia nos condutores de embarcações. Cerca de 40 militares participaram da operação. A LAEP-10 “Barracuda”, 1 bote e 2 motos aquáticas da CPBA foram empregadas nas ações, além do Aviso de Patrulha (AviPa) “Dourado” e da Aeronave IH-6, respectivamente subordinados ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Leste e ao Primeiro Esquadrão de Helicópteros de Instrução (HI-1), da Força Aeronaval.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha presta apoio a pessoas desabrigadas devido a enchentes em Marabá (PA)

18/01/2022
Cuidando da nossa gente
 
CPAOR realiza transporte de ribeirinhos atingidos por enchentes
 
A Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR) presta apoio, desde o dia 14 de janeiro, a população ribeirinha atingida por enchentes provocadas por fortes chuvas e elevação do nível do leito dos rios Tocantis e Itacaiúnas, em Marabá (PA). A CPAOR auxiliou no transporte de pessoas e materiais, em parceria com a Defesa Civil e outros órgãos.
 
Ribeirinhos são retirados de local inundado
 
A cidade encontra-se em estado de emergência, conforme decreto municipal de 11 de janeiro. O desastre já desabrigou mais de 1.600 famílias, totalizando mais de 3.500 pessoas afetadas. A Marinha emprega meios e pessoal para amenizar os impactos.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha apoia lançamento de cabo de fibra óptica do Programa “Norte Conectado”, em Macapá (AP)

17/01/2022
Cuidando da nossa gente
 
Presidente da República embarca em lancha da Marinha
 
A Capitania dos Portos do Amapá (CPAP) prestou apoio logístico, no dia 14 de janeiro, para o evento de lançamento do cabo subfluvial de fibra óptica, da Infovia 00, de 770 quilômetros de extensão, no leito do Rio Amazonas, em Macapá (AP). A ação faz parte do Programa “Norte Conectado”, do Ministério das Comunicações, que oferecerá internet ultrarrápida, com capacidade de 100 gigabites por segundo, com um mínimo de impacto ambiental. O evento contou com a presença do Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.
 
Navio-Patrulha "Bracuí" e Lancha realizam segurança da navegação
 
A CPAP realizou a interdição fluvial e a segurança do tráfego aquaviário nas proximidades da área da Fazendinha (AP), com apoio do Navio-Patrulha “Bracuí”, do Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, da Lancha de Ação Rápida, do Grupo de Embarcações de Operações Ribeirinhas do Norte (GreOpRib), e de outros órgãos de Segurança Pública. Já a Lancha de Operações Ribeirinhas blindada “Concórdia”, do GreOpRib, realizou o transporte do Presidente e de sua comitiva até a Balsa Prates III, que se encontrava fundeada.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha participa da abertura do Projeto "Praia Limpa 2022"

17/01/2022
Operação "Verão"
 
Abertura do Projeto

A Capitania dos Portos do Espírito Santo (CPES) participou, em 8 de janeiro, da abertura da temporada 2022 do Projeto "Praia Limpa", na Orla de Camburi e nas Ilhas adjacentes, Ilha Acústica e Ilha do Fato, organizado pela equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Prefeitura de Vitória e pelo Projeto "Vitória da Restinga".
 
Também estiveram presentes no evento, integrantes do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Espírito Santo, da Fundação Projeto Tamar, do Instituto Baleia Jubarte e da Gerência de Limpeza Urbana da Prefeitura Municipal. Compareceram 80 participantes, dentre integrantes das instituições apoiadoras e 11 militares da CPES, que colaboraram com uma ação de combate ao lixo no mar e limpeza de praia. Na ocasião, os militares da Capitania contribuíram com o recolhimento de resíduos na Praia de Camburi, dando visibilidade à Operação "Verão 2021-2022", reforçando a parceria com as instituições participantes e com a sociedade capixaba.
 
Plantio de 30 mudas nativas de restinga foi
realizado durante a abertura do Projeto
 
Ao final da ação, os integrantes produziram um mosaico simbólico de uma muda junto ao material recolhido. Durante a atividade, também foi realizado o plantio simbólico de 30 mudas nativas de restinga com a participação de um militar da CPES e do Prefeito de Vitória.

O Projeto foi uma iniciativa do Instituto Últimos Refúgios em parceria com a empresa Vale para ressaltar a importância do ecossistema de restinga e seu papel fundamental na conservação das praias e da biodiversidade. A CPES foi convidada a participar devido ao esforço que exerce no combate ao lixo no mar, com ênfase para as consequências e os impactos do descarte irregular no bioma marinho.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar inicia período de adaptação de 2022

17/01/2022
Formação militar-naval
 
Candidatos na chegada ao CIABA
 
O Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (CIABA) realizou, no dia 10 de janeiro, o início do período de adaptação de 2022 para a Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM). Iniciaram a adaptação 36 mulheres e 81 homens brasileiros, além de 5 estrangeiros, sendo 4 homens e 1 mulher.
 
O período de adaptação, que tem previsão de encerramento no dia 28 de janeiro, tem o objetivo de preparar os alunos para as atividades a serem desenvolvidas durante o Ciclo Escolar da EFOMM e do Núcleo de Formação de Oficiais da Reserva da Marinha. Durante esse período, serão desenvolvidas inúmeras atividades focando a familiarização dos futuros profissionais da Marinha Mercante com a rotina no CIABA.
 
Em virtude da situação epidemiológica, a recepção dos adaptandos seguiu todos os protocolos das autoridades sanitárias.
 
Medição de temperatura na chegada dos candidatos

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Navio de Assistência Hospitalar “Doutor Montenegro” inicia a Operação Acre XXII

14/01/2022
NAsH “Doutor Montenegro” durante desatracação no Cais da Estação Naval do Rio Negro
 
O Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Doutor Montenegro”, suspendeu do Cais da Estação Naval do Rio Negro, em Manaus (AM), no dia 11 de janeiro, com destino ao município de Cruzeiro do Sul (AC), dando início à 22ª edição da “Operação Acre”.
 
Durante a ação, que segue até maio, serão atendidas populações de comunidades isoladas dos municípios de Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Porto Walter, Marechal Thaumaturgo, Mâncio Lima, no Acre, todas localizadas no Rio Juruá. Serão oferecidas consultas médicas e odontológicas, exames clínicos e laboratoriais, cirurgias de pequeno porte, pré-natal, exames de mamografia e raio-x, palestras educativas, distribuição de medicamentos e atenção farmacêutica. A previsão é que sejam atendidas de 15 a 20 mil pessoas.
 
Familiares se despediram dos militares no Cais da Estação Naval do Rio Negro
 
Familiares dos militares acompanharam a desatracação do navio no cais. Para a autônoma Nayara Nunes, esposa de um militar que faz parte da tripulação do navio, pensar na importância da missão ajuda a amenizar a saudade. “A saudade é grande mas a missão é muito bonita. Só de pensar nas pessoas que recebem esse atendimento, vale a pena. Fico aqui torcendo por ele e esperando que volte logo”, destacou.
 
A equipe de saúde do navio é composta por seis médicos, destes um ginecologista, um pediatra, um dermatologista, um cirurgião geral, um clínico geral e um radiologista; além de cinco cirurgiões-dentistas, três farmacêuticos bioquímicos, dois enfermeiros e 12 praças que atuam como técnicos em enfermagem, laboratorial, em radiologia médica e em higiene dental.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

CHN-9 inicia atividades de 2022 com Levantamento Hidrográfico no Rio Madeira

14/01/2022
Navio Hidroceanográfico Fluvial Rio Branco é subordinado
ao Centro de Hidrografia e Navegação do Noroeste
 
O Navio Hidroceanográfico Fluvial Rio Branco, subordinado ao Centro de Hidrografia e Navegação do Noroeste (CHN-9), desatracou de Manaus (AM), no dia 10 de janeiro, para realizar Levantamento Hidrográfico no Rio Madeira, no trecho compreendido entre o Porto Curuçá e a Costa Santa Rosa, localizados entre os municípios de Manicoré (AM) e Humaitá (AM).
 
A comissão ocorre em cumprimento ao III Plano Cartográfico Náutico Brasileiro e ao Plano de Trabalho de Hidrografia. A atividade tem como propósito gerar subsídios para a atualização das cartas náuticas nº 4733, 4734 e 4735, contribuindo para o incremento da segurança da navegação e para o desenvolvimento socioeconômico da região.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha arrecada doações para Minas Gerais e Bahia

13/01/2022
 
Militares durante embarque dos gêneros arrecadados,
em frente à sede do Comando do 8º Distrito Naval
 
O Comando do 8º Distrito Naval (Com8°DN) entregou ao posto de recolhimento da Polícia Rodoviária Federal, em Guarulhos (SP), no dia 12 de janeiro, a primeira etapa de doações arrecadadas que serão destinadas aos municípios atingidos pelas fortes chuvas em Minas Gerais e na Bahia. Os gêneros angariados são fruto de ação solidária promovida pelo Com8°DN, com o apoio da Diretoria Seccional das Voluntárias Cisne Branco São Paulo e da Sociedade Amigos da Marinha, em adesão à Campanha do Pátria Voluntária, do Governo Federal. A primeira etapa da ação, que segue até fevereiro deste ano, recolheu cerca de uma tonelada de material, entre cestas básicas, itens de vestuário e roupas de cama e banho.
 
Também estão sendo arrecadados gêneros nas localidades de Santos, São Sebastião, Presidente Epitácio, Barra Bonita, Foz do Iguaçu, Paranaguá e Guaíra, a fim de contribuir com a campanha solidária.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Centro Experimental Aramar avança na prontificação do Laboratório de Geração Nucleoelétrica

12/01/2022
 
Sessão do Reator Nuclear
 
O Centro Experimental Aramar recebeu, em 10 de janeiro, duas das três seções da parte inferior do Reator Nuclear (Bloco 40) do Laboratório de Geração Nucleoelétrica (LABGENE). As peças viabilizarão a montagem eletromecânica do Bloco, o que significa mais um passo rumo à prontificação do LABGENE.
 
O material recebido foi fabricado pela Nuclebrás Equipamentos Pesados, que foi contratada para concluir a parte estrutural (contenção) do Reator, e tem como objetivo proteger o ambiente da contaminação por resíduos nucleares. Por este motivo, ele é submetido a rigorosos critérios técnicos previstos em normas de engenharia, a fim de garantir a segurança nuclear (safety).
 
O LABGENE foi concebido como um protótipo em terra dos sistemas de propulsão que serão instalados no futuro Submarino Convencional com Propulsão Nuclear Brasileiro (SCPN), a fim de simular a operação do reator e dos diversos sistemas eletromecânicos a ele integrados, antes de sua instalação no SCPN. Pela sua característica dual de utilização, o LABGENE poderá servir de base e de laboratório para outros projetos de reator nuclear de potência no Brasil.
 

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Capitania dos Portos de Alagoas doa cestas básicas para famílias beneficiadas pelo Profesp

11/01/2022
 
Capitania entrega 152 cestas básicas para famílias beneficiadas
pelo Programa, em Maceió (AL)
 
A Capitania dos Portos de Alagoas realizou, no dia 6 de janeiro, a doação de 152 cestas básicas às famílias beneficiadas pelo Programa Forças no Esporte (Profesp). Foram entregues 1.824 quilos de alimentos em Maceió (AL). A ação tem o propósito de minimizar as dificuldades enfrentadas pelas famílias em vulnerabilidade social, durante a pandemia do coronavírus, bem como estimular a realização de ações solidárias em Alagoas.
 
Durante a ação solidária, foram entregues 1.824 quilos de alimentos
 
O Profesp é desenvolvido pelo Ministério da Defesa, com o apoio das Forças Armadas, sendo destinado ao atendimento de crianças e jovens de ambos os sexos e tem como objetivo democratizar o acesso à prática esportiva, melhorando a qualidade de vida dos beneficiados. Durante a entrega das cestas básicas, foram cumpridos todos os protocolos de prevenção e combate à Covid-19.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte e Iate Clube do Natal recebem a Família Schürmann

11/01/2022
 
Capitania realiza palestra no Iate Clube do Natal com a
presença de crianças e adolescentes do Instituto Navegar
 
A Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte (CPRN) participou, no dia 6 de janeiro, das comemorações alusivas ao aniversário do Iate Clube de Natal. O evento contou com a presença da Família Schürmann, conhecida por ser a primeira família brasileira a realizar a volta ao mundo a bordo de um veleiro.
 
Na ocasião, foi realizada uma regata à vela e, após a competição, os componentes da Família Schürmann apresentaram uma palestra expondo os principais objetivos e desafios encontrados na nova expedição “Voz dos Oceanos” que tem o objetivo de conscientizar e combater o descarte de resíduos inadequados nos oceanos, principalmente o plástico.
 
Na oportunidade, também foi realizada uma palestra sobre segurança da navegação e prevenção da poluição hídrica, e também foram apresentadas as ações realizadas pela CPRN, em cumprimento ao Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar.
 
O evento, que contou com a presença de integrantes do Instituto Navegar, teve o intuito de despertar o interesse do público, em especial das crianças, pelas atividades náuticas e ressaltou a importância do envolvimento de todos no que diz respeito à preservação dos oceanos.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha realiza Operação “Aspirantex/2022”

10/01/2022
 
Aspirantes recebem instrução de Navegação Astronômica com sextante
 
A Marinha do Brasil (MB) realiza, até o dia 27 de janeiro, a Operação “Aspirantex/2022”, na área marítima compreendida entre os estados do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, com previsão de visita aos portos de Rio Grande (RS), Itajaí (SC) e Paranaguá (PR).
 
O propósito da “Aspirantex” é contribuir para o incremento do adestramento dos meios navais e aeronavais da Esquadra, e para a familiarização dos Aspirantes da Escola Naval sobre a vida no mar, com ênfase na orientação para os alunos do 2º ano na opção de Corpo e na escolha da sua área de Habilitação.
 
A Operação está dividida em seis fases, dentre pré-comissão, fases de mar, fases de porto e regresso. Durante as fases de mar, serão realizados diversos exercícios de caráter estritamente militar, relacionados às tarefas básicas do Poder Naval, e ação de presença nas Águas Jurisdicionais Brasileiras. Nas fases de porto, em cumprimento aos protocolos estabelecidos pelas autoridades sanitárias e às medidas de prevenção à proliferação da Covid-19, os navios não serão abertos à visitação pública.
 
Aspirantes acompanham exercício no Centro de Operações
de Combate do Navio-Aeródromo Multipropósito “Atlântico”
 
O Comandante da 1ª Divisão da Esquadra, Contra-Almirante Marcelo Menezes Cardoso, será o Comandante do Grupo-Tarefa, responsável pelo planejamento e execução das atividades relacionadas à “Aspirantex”, que contará com a participação dos seguintes meios navais, aeronavais e Organizações Militares: Navio-Aeródromo Multipropósito “Atlântico”, Navio Doca Multipropósito “Bahia”, Fragata “Liberal”, Fragata “Independência”, Submarino “Tikuna”, Navio-Patrulha Oceânico “Amazonas”, Navio de Apoio Oceânico “Mearim”, Grupamento de Mergulhadores de Combate, Carros Lagarta Anfíbio, e aeronaves “Super Cougar”, Seahawk”, “Bell Jet Ranger III”, “Esquilo”, “Skyhawk”, além das pertencentes à Força Aérea Brasileira, “Orion” e “Bandeirante Patrulha”.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha realiza ação de presença na Bacia de Santos

10/01/2022
 
Navio-Aeródromo Multipropósito “Atlântico” e plataforma de petróleo
 
Durante a Operação “Aspirantex/2022”, a Marinha do Brasil (MB) realizou ação de presença na Bacia de Santos por meio de um Grupo-Tarefa, capitaneado pelo Navio-Aeródromo Multipropósito “Atlântico” e composto pelos Navio Doca Multipropósito “Bahia”, Fragata “Liberal” e Fragata “Independência”.
 
Na ocasião, os navios reforçaram a segurança da Zona Econômica Exclusiva na região da Bacia, maior produtora de petróleo e gás natural do Brasil. Em números, os 20 campos petrolíferos equivalem a 63% da produção de petróleo e de 64% do gás natural da produção nacional.
 
Esquadra realiza ação de presença na Bacia de Santos
 
A ação de presença naquela parcela da Amazônia Azul reafirma a preocupação da MB em proteger as riquezas, garantir a soberania e a defesa dos interesses econômicos do Brasil. Além disso, visa à dissuasão de eventuais riscos ao desenvolvimento da Economia Azul, conceito que define a contribuição dos oceanos à economia por meio do uso dos recursos vivos e não vivos em benefício do desenvolvimento nacional.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Rede Governança Brasil realiza a 2ª Edição do Prêmio RGB

10/01/2022
 
Assessor de Governança, Conformidade e Integridade Corporativa da EMGEPRON, Capitão de Mar e Guerra Rodrigo Guimarães, e o Ministro do Tribunal de Contas da União, Embaixador da RGB, Augusto Nardes
 
A Rede Governança Brasil (RGB) realizou, no dia 16 de dezembro, em Brasília, a 2ª Edição do Prêmio RGB, em que foram reveladas as empresas que obtiveram as melhores colocações na análise que contou com a participação de 378 instituições. Dentre as empresas estatais avaliadas, a Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON) conquistou a 6ª colocação. Considerando as empresas públicas não dependentes, a EMGEPRON ficou na 1ª colocação.
 
O critério estabelecido contou com a análise dos dados disponibilizados ao Tribunal de Contas da União (TCU), relacionados ao levantamento integrado de governança organizacional pública. A EMGEPRON foi premiada por sua Governança executada de forma íntegra, ética e transparente, além da sua atuação relevante na Administração Indireta na gestão de projetos navais, contribuindo para uma sociedade mais desenvolvida e sustentável.
 
A RGB é uma entidade sem fins lucrativos que tem como missão colaborar na implantação de políticas de Governança, Gestão de Riscos e Compliance no Brasil, na América Latina e no mundo.
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Centro de Hidrografia e Navegação do Norte publica primeira Carta Náutica Eletrônica

07/01/2022
 
Militares no laboratório da Seção de Cartografia do CHN-4
 
A Marinha publicou, em dezembro, a primeira Carta Náutica Eletrônica (ENC), produzida integralmente pelo Centro de Hidrografia e Navegação do Norte (CHN-4). A primeira edição da ENC n° BR404021, titulada “Do Lago Aramanaí à Ilha do Amador”, consta no folheto de Aviso aos Navegantes n° 24/2021 e passou por validação do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM).
 
Atendendo ao “Plano de Readequação dos Setores de Hidrografia e Cartografia”, proposto pela Diretoria de Hidrografia e Navegação, a fim de descentralizar a produção cartográfica que ficava a cargo exclusivamente do CHM e, atribuindo responsabilidade aos CHN em suas áreas de jurisdição, o CHN-4 logrou êxito por meio da adequação da infraestrutura de suas instalações e capacitação de seus militares para a produção de Cartas de Navegação Eletrônica, modalidade utilizada para navegação de grande complexidade de produção.
 
A Carta Eletrônica compreende o trecho de Arapixuna à Ilha do Amador, atualizando trecho do Rio Amazonas, conhecido por mudanças batimétricas. Sua publicação é relevante em virtude de ser um local de grande escoamento de carga naquela região.
 
Interface do banco de dados cartográficos que compreende a Carta de Navegação Eletrônica BR404021
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Capitania dos Portos da Bahia apoia a procissão de Bom Jesus dos Navegantes em Salvador (BA)

07/01/2022
 
Galeota “Gratidão do Povo” conduz a imagem do Bom Jesus dos Navegantes
 
Após uma pausa em 2021, por motivos de restrições à aglomeração, no dia 1º de janeiro a tradicional procissão de Bom Jesus dos Navegantes retornou ao calendário com uma configuração totalmente marítima, sem nenhum tipo de translado terrestre.
 
A procissão é secular, sendo realizada desde o período imperial. Todo primeiro dia do ano, navegadores e portuários buscam a benção do Bom Jesus dos Navegantes para iniciarem os trabalhos relacionados com o mar. Como de praxe, desde 1964, coube à Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) vistoriar a Galeota “Gratidão do Povo”, uma embarcação a remo, que carrega a imagem do Bom Jesus desde 1892; e fazer a escolta do cortejo, que, após a realização da missa na Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, desatracou do cais da CPBA, passou pelo Farol da Barra e seguiu para a região da Ribeira, onde a imagem desembarcou, retornando para a Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem.
 
Galeota na passagem pelo Porto de Salvador, simbolizando a benção do
Bom Jesus aos portuários
 
Na edição de 2022, além das embarcações da CPBA, uma aeronave IH-6 do Primeiro Esquadrão de Helicópteros de Instrução (HI-1), da Força Aeronaval, também participou do evento, ajudando na coordenação e na cobertura fotográfica. O cortejo chegou a ser seguido por cerca de 30 embarcações, que, junto com as lanchas da CPBA, acompanharam a imagem do Bom Jesus dos Navegantes durante o seu trajeto.
 
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Agência Fluvial de Imperatriz auxilia famílias atingidas por enchente do Rio Tocantins

06/01/2022
 
Embarcação da Marinha é empregada para ajudar famílias
do bairro Beira-Rio, em Imperatriz (MA)
 
A Agência Fluvial de Imperatriz (AgImperatriz) atuou, em 4 de janeiro, junto à Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil de Imperatriz (MA) no apoio às famílias ribeirinhas em situação de risco por conta da elevação das águas do Rio Tocantins, que atingiu nível superior a 9,50 metros. De acordo com a Defesa Civil, cerca de 820 pessoas foram impactadas pelas cheias e 229 famílias estão desabrigadas ou desalojadas.
 
A AgImperatriz empregou equipes para assistência, transporte e remoção de pessoas atingidas pela enchente no bairro Beira-Rio, em Imperatriz (MA), disponibilizando embarcações e pessoal para auxiliar às famílias atingidas.
 
Militares auxiliam na remoção de pertences da população atingida
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Comando da Força Aeronaval prontifica Módulo de Gestão de Grandes Comandos

06/01/2022
 
Painel de acesso ao SisAvn criado pelo Centro Local de Tecnologia da Informação
 
O Centro de Apoio ao Sistema de Manutenção de Aeronaves do Comando da Força Aeronaval prontificou, em dezembro, a versão beta (teste) do módulo de Gestão de Grandes Comandos (GGC), integrante do Sistema Integrado da Aviação Naval (SisAvn), cujo objetivo é auxiliar a gestão do processo do Ciclo de Vida dos meios aeronavais, permitindo a simulação do Custo Logístico da Hora de Voo (CLHV) e a visualização da disponibilidade em tempo real de suas aeronaves.
 
Todos os dados apresentados são importados do módulo de manutenção (SislogWeb), o qual é utilizado diariamente pelos esquadrões e pelo Grupo Aéreo de Manutenção de Aeronaves. Com a atualização das folhas de registros de voo e finalização ou abertura de ordens de serviço para as aeronaves e seus equipamentos, a tendência é que as informações sejam atualizadas ao longo do dia. A plataforma permite auxiliar a tomada de decisão mantendo um alto nível de prontidão, capacitação e combatividade, para conduzir operações aéreas aonde o Comando em Chefe da Esquadra julgar necessário.
 
Na visualização da disponibilidade, os operadores podem acessar as informações referentes à localização do meio, restrições operativas, inspeções em andamento, motivo da indisponibilidade, previsão de prontificação e futuras inspeções a serem realizadas.
 
Militares do Centro Local de Tecnologia da Informação
trabalham na criação do programa
 
Por meio da simulação de custos, foi elaborado um algoritmo que importa a disponibilidade de cada equipamento instalado na aeronave, quantidade em estoque, expectativa de horas voo, limite de vida, custo do combustível, valor médio das manutenções corretivas, consumo médio de cada modelo de aeronave, inspeções a serem realizadas previstas pelo fabricante, baseadas na quantidade do esforço aéreo previsto até o final do ano corrente e sua projeção para os quatro anos subsequentes, ao final são exibidos quatro gráficos com estimativa de custo total por ano, total detalhado por atividade (Progem, obtenção, sobressalentes, combustível), total por modelo de aeronave e o custo da hora de voo para cada modelo simulado.
 
A plataforma pode ser acessada de qualquer lugar por meio do acesso via navegador interligado a RECIM e funciona como ferramenta a fim de prover o apoio aéreo aos Comandos Operativos, contribuindo para os diversos empregos do Poder Naval.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Capitania dos Portos do Amapá completa 15 dias de Operação “Verão”

06/01/2022
 
Teste de etilômetro durante abordagem
 
No contexto da Operação “Verão 2021-2022”, iniciada em dezembro de 2021, a Capitania dos Portos do Amapá realizou um levantamento em 15 dias de ação na área que abrange o Estado do Amapá.
 
Já foram registradas 197 abordagens, 8 notificações, 2 apreensões e 22 testes de etilômetro, além de 22 palestras educativas com alcance de 251 ouvintes, doação de 20 coletes salva-vidas, 9 arqueações e 6 coberturas de eixos gratuitas.
 
Militar da Capitania realiza cobertura de eixo de motor
 
A operação, que tem como slogan “Navegue Seguro: a nossa melhor escolha”, tem como objetivo intensificar as ações de inspeção naval no período festivo de final de ano e férias, em que observa-se maior movimento tanto de embarcações de transporte de passageiros/cargas, quanto de esporte e recreio.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Agência da Capitania dos Portos no Oiapoque intensifica fiscalização do tráfego aquaviário

06/01/2022
 
Inspetor naval verifica documentos de aquaviário
 
A Agência da Capitania dos Portos no Oiapoque (AgOiapoque) iniciou o ano de 2022 reforçando ações de fiscalização do tráfego aquaviário, intensificando a segurança na navegação e incentivando o combate ao lixo no mar, por meio da Operação “Verão 2021-2022”Navegue Seguro: a nossa melhor escolha.
 
Durante a fiscalização, são verificadas as condições de segurança, o material de salvatagem, o acesso aos coletes salva-vidas por parte dos passageiros, o excesso de lotação de passageiros e de carga, estivação, o material de bordo e a habilitação dos condutores de embarcações, entre outras.
 
A operação iniciou no dia 17 de dezembro e realizou 144 abordagens, resultando em 14 notificações e 3 apreensões. Também foram proferidas 63 palestras para 327 ouvintes, abordando temas como "Mentalidade Marítima", "Prevenção à Covid-19" e "Segurança da Navegação".
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Capitania Fluvial de Santarém intensifica inspeção naval na Operação “Verão”

06/01/2022
 
Criança recebe instruções de como utilizar o colete salva-vidas
 
Desde que iniciaram as atividades da Operação “Verão 2021/2022”, em 17 de dezembro, a Capitania Fluvial de Santarém realizou 265 abordagens, 10 notificações e uma apreensão de embarcação; doações de coletes salva-vidas e 21 palestras para evitar o escalpelamento e sobre a segurança do tráfego aquaviário, com 862 ouvintes. As atividades realizadas durante inspeções navais nas praias fluviais de Santarém (PA) tiveram como foco garantir a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e a prevenção da poluição hídrica na área de jurisdição.
 
Em aproveitamento das inspeções navais, foram repassadas orientações sobre as medidas de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus, como forma de reforçar a conscientização da sociedade, levando informação e conhecimento à população.
 
 
Militar aborda embarcação em Santarém (PA)
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Comando do 2º Distrito Naval transporta doações para o Sul da Bahia

05/01/2022
 
Militares recebem instrução antes do embarque com destino ao Sul da Bahia
 
O Comando do 2º Distrito Naval (Com2°DN) realizou, em 4 de janeiro, o transporte de aproximadamente 50 toneladas de doações para os municípios atingidos pelas chuvas no Sul da Bahia. Os gêneros arrecadados foram fruto de duas ações solidárias realizadas em Salvador (BA). A campanha promovida pelo Com2°DN, com apoio da Diretoria Seccional das Voluntárias Cisne Branco Salvador, recolheu cerca de nove toneladas de água mineral e cestas básicas. Já a Campanha “Ação Salvador Solidária”, da Prefeitura Municipal de Salvador (PMS), arrecadou 40 mil litros de água mineral.
 
Apoiamos essa campanha de ajuda e solidariedade, que demonstra a força da união. O amor ao próximo é a nossa razão de existir, estamos gratas por poder ajudar”, afirmou a Diretora da Seccional Salvador das Voluntárias Cisne Branco.


Comboio transportou cestas básicas e água mineral
até o município de Itambé (BA)
 
Em um comboio formado por 13 viaturas operativas e efetivo de 60 militares do Grupamento de Fuzileiros Navais, o material seguiu para a cidade de Itambé, para ser redistribuído para outros municípios da região. É a segunda vez que o Com2°DN apoia a PMS no transporte de doações aos municípios do Sul do estado, como forma de contribuir com a mitigação dos danos causados pelas fortes chuvas que atingiram a região.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha entrega cestas básicas para famílias e instituições, no Piauí

05/01/2022
 
Militar da Marinha leva alimentos para famílias carentes
 
A Marinha, por intermédio da Capitania dos Portos do Piauí (CPPI), realizou, em dezembro, a entrega de 100 cestas básicas às famílias carentes no Estado do Piauí. Além das famílias, foram beneficiadas as instituições sem fins lucrativos, como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), da cidade de Buriti dos Lopes (PI), e da Associação da “Casa Filhos de Deus”, entidade que trabalha na reabilitação de pessoas com dependência química na Parnaíba (PI).
 
Os donativos foram obtidos por meio da inscrição de participantes no 3º Passeio Ciclístico do “Dia do Marinheiro”, que fez parte das ações do Dia do Marinheiro, comemorado no dia 13 de dezembro. Os mais de 200 inscritos no passeio doaram dois quilos de alimentos não perecíveis, proporcionando uma arrecadação de quase meia tonelada de alimentos. A ação teve como finalidade mitigar os impactos causados pela pandemia e realizar um Natal mais próspero.
 
A preocupação da Marinha em fazer este tipo de ação contribui para manutenção e bem-estar no desenvolvimento da pessoa com deficiência. Esta é a segunda vez que somos contemplados com estes donativos, que vêm em boa hora às famílias. Obrigado à Marinha e às instituições que também apoiaram esta causa”, agradeceu o Presidente da APAE, Valdo Porto.
 
Foram entregues 100 cestas básicas para famílias carentes e instituições piauienses
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Parceria entre Marinha e Indústrias Nucleares do Brasil alavanca a produção de combustível nuclear para o LABGENE

04/01/2022
Produção de pastilhas
 
Em novembro de 2020, foi firmado um Memorando de Entendimentos entre a Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM) e a Indústrias Nucleares do Brasil (INB), para cooperação mútua no desenvolvimento de processos tecnológicos e produtivos nucleares a partir das competências e recursos complementares de cada Instituição. A ação permitiu, em 2021, a celebração de um contrato entre o Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo e a INB, para a fabricação das pastilhas de dióxido de urânio (UO2). Entre agosto e dezembro de 2021, foram produzidas pastilhas, em que cada uma possui energia equivalente a aproximadamente três barris de petróleo, que integrarão o combustível nuclear do Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica (LABGENE).
 
Etapa de fabricação das pastilhas na INB
 
Após a produção, essas pastilhas serão submetidas a diversos testes para a validação do projeto do elemento combustível, sob aspectos de segurança nuclear, visando atender às exigências do processo de licenciamento. A fabricação das pastilhas de UO2 na INB para o LABGENE constitui um exemplo de desenvolvimento da cadeia produtiva do urânio, decorrente da tecnologia autóctone desenvolvida e implantada no País, possibilitando o avanço do Programa Nuclear da Marinha.
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha apoia Cruz Vermelha brasileira

04/01/2022
 
Militares durante o desembarque de material,
em frente da sede da Cruz Vermelha
 
O Batalhão Naval apoiou a Cruz Vermelha brasileira, em dezembro, no transporte de alimentos, itens de higiene, materiais descartáveis de saúde, roupas e materiais de primeiros socorros até o Aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro (RJ). As cinco toneladas de doações foram destinadas ao Estado da Bahia por meio da instituição.
 
 
Parte da carga é preparada para transporte no aeroporto
 
Os donativos servirão para ajudar famílias que estão sofrendo com as fortes enchentes na região. A ação contou com a participação de 11 militares do Batalhão Naval além de viaturas para o transporte das caixas da sede da Cruz Vermelha ao aeroporto.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Batalhão “Tonelero” promove o Curso Especial de Salto Livre

04/01/2022
 
O curso contou com 32 participantes
 
O Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais, Batalhão “Tonelero”, no período de 29 de novembro a 17 de dezembro, realizou o Curso Especial de Salto Livre (C-Esp-SaL) 2021, em Resende (RJ).
 
O C-Esp-SaL 2021 tem o objetivo de habilitar Elementos de Operações Especiais para a execução do salto livre de uma aeronave em voo, utilizando paraquedas de abertura comandada. Foram formados 32 novos saltadores livres, sendo dez Comandos Anfíbios, 14 Auxiliares de Comandos Anfíbios, 7 Mergulhadores de Combate e 1 Policial Federal.
 
Durante o período, foram realizados 485 saltos. A atividade contou com a participação de militares do Grupamento de Mergulhadores de Combate e apoio do 1º/15º GAV – Primeiro Esquadrão do Décimo Quinto Grupo de Aviação da Força Aérea Brasileira, da Empresa Sky Dive 4 Fun, do Clube de Paraquedismo Skydive Netunos e das instalações do Aeroclube de Resende.
 
Foram realizados 485 saltos durante o curso
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Navio-Veleiro “Cisne Branco” regressa da comissão de divulgação da regata Velas Latinoamérica 2022

04/01/2022
 
Atracação do Navio-Veleiro “Cisne Branco”
na Base Naval do Rio de Janeiro
 
O Navio-Veleiro Cisne Branco” atracou, em 19 de dezembro, na Base Naval do Rio de Janeiro, após participar da comissão de divulgação da regata “Velas Latinoamérica 2022”, que será coordenada pela Marinha, com foco na celebração dos 200 anos da Independência do Brasil.
 
A comissão de divulgação da “Velas Latinoamérica 2022” fará parte das celebrações do bicentenário da Independência do Brasil e possibilitará, pela presença dos “grandes veleiros”, em portos nacionais, a oportunidade de rememorar os feitos históricos do processo de independência do País, dentre as quais a participação da Esquadra na afirmação e na consolidação da soberania brasileira.
 
A divulgação da regata teve início em agosto, no Rio de Janeiro, e foram visitados os seguintes portos: Rio Grande, no Rio Grande do Sul; Montevidéu, no Uruguai; Buenos Aires, na Argentina; Punta Arenas e Valparaíso, no Chile; Callao, no Peru; Guaiaquil, no Equador; Cartagena, na Colômbia; Port of Spain, em Trindade e Tobago; e Fortaleza, no Ceará. Foram 86 dias de navegação, cobrindo cerca de 13 mil milhas náuticas.
 
Mesmo após o longo período de comissão, o navio encontra-se pronto em perfeitas condições para se fazer ao mar, novamente, e representar a Marinha e o País no ano da comemoração do bicentenário da Independência do Brasil.
 
Comandante do Navio-Velereiro“Cisne Branco” recebe o
Comandante da Força de Superfície
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

CIAMPA realiza Cerimônia de Juramento à Bandeira do Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais

04/01/2022
 
CIAMPA forma 584 soldados fuzileiros navais
 
O Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA) realizou, em dezembro, a Cerimônia de Juramento à Bandeira Nacional do Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais (C-FSD-FN) - Turma II/2021, formando 584 soldados fuzileiros navais, ao longo de 18 semanas de Curso. A solenidade foi presidida pelo Comandante do Pessoal de Fuzileiros Navais, Vice-Almirante (FN) Roberto Rossatto.
 
Soldados fuzileiros navais realizam o juramento à Bandeira Nacional
 
Durante o evento, que foi transmitido ao vivo pelo Facebook da Marinha, o Comandante do CIAMPA, Capitão de Mar e Guerra (FN) Henrique Amaral de Britto, ressaltou a importância do apoio dos familiares durante todo o curso, a persistência e esforços da tripulação, que, alicerçada nos valores do Corpo de Fuzileiros Navais (honra, competência, determinação e profissionalismo), permitiram prover a formação aos alunos. O Comandante do Pessoal de Fuzileiros Navais, Vice-Almirante (FN) Roberto Rossatto parabenizou os, agora, soldados fuzileiros navais, destacando o propósito do CIAMPA, não só de formar soldados para o Corpo de Praças de Fuzileiros Navais, como também de consolidar os valores da Marinha.
 
A cerimônia contou com as presenças do Comandante da Tropa de Reforço de Fuzileiros Navais, Contra-Almirante (FN) Marcelo Guimarães Dias; do Comandante do Comando Naval de Operações Especiais, Contra-Almirante (FN) Claudio Eduardo Silva Dias; do Comandante do Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes, Contra-Almirante (FN) Elson Luiz de Oliveira Gois; do Comandante do Centro de Instrução Sylvio de Camargo, Contra-Almirante (FN) Claudio Lopes de Araujo Leite; do Chefe do Estado-Maior da Força de Fuzileiros da Esquadra, Contra-Almirante (FN) Reinaldo Reis de Medeiros; e do Comandante do Comando do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais, Contra-Almirante (FN) Luis Manuel de Campos Mello.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

CEFAN reavalia militares da Estação Antártica Comandante Ferraz após regresso de missão

23/12/2021
 
Reavaliação de militares no CEFAN
 
O Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN) realizou um projeto de pesquisa inédito com a análise dos aspectos físicos e antropométricos dos militares que participaram da missão na Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF) 2020/2021. O objetivo da pesquisa, realizada em 16 de dezembro de 2021 no Laboratório de Pesquisa em Ciências do Exercício e Performance (LABOCE) do CEFAN, é identificar o impacto da Comissão Antártica em variáveis de condicionamento físico e composição corporal, traçando um perfil geral destes parâmetros antes e depois da missão.
 
Com as análises, os pesquisadores do CEFAN poderão conhecer melhor os efeitos do confinamento, das baixas temperaturas e de outras particularidades daquela região, nas características físicas dos participantes, bem como elaborar estratégias de treinamento específicas para esses militares. Os resultados poderão contribuir, com ainda mais eficácia, para a permanência dos militares do Brasil no continente antártico.
 
O CEFAN é responsável por efetuar pesquisas científicas em Ciências do Exercício e do Esporte e do Desempenho do combatente com o estudo dos fatores de risco de lesões musculoesqueléticas em militares e atletas de alto rendimento e do desempenho físico dos militares, como por exemplo, de Operações Especiais.
 
 
Testes físicos realizados no CEFAN
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Aviso-Auxiliar “Breves” intensifica ações de inspeção naval no Pará

17/12/2021
 
Militares da Marinha realizam inspeção naval em embarcação
 
O Aviso-Auxiliar (AvA) “Breves”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, realizou, de 8 a 17 de dezembro, ações de inspeção naval em comunidades ribeirinhas dos municípios de Abaetetuba, Barcarena e Furo do Nazário, no Pará.
 
Com o propósito de contribuir para a segurança da navegação e salvaguarda da vida humana nos rios, o AvA “Breves”, apoiado por uma Lancha de Ação Rápida, inspecionou 64 embarcações, sendo 26 notificadas e 17 apreendidas.
 
Por ocasião das inspeções, os aquaviários receberam orientações das equipes de inspeção naval quanto às medidas previstas no Regulamento da Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário e as embarcações que colocavam em risco a segurança do tráfego aquaviário ou dos passageiros foram retiradas de circulação a fim de se evitar acidentes.
 


Militar entrega toucas para mulher usar nos
cabelos e prevenir o escalpelamento
 
Em proveito das ações, os militares do AvA “Breves” também contribuíram para a campanha de prevenção ao escalpelamento, realizando a entrega de 40 toucas para moradoras da região, e divulgaram informações em apoio à prevenção e combate ao Covid-19, com a distribuição de panfletos contendo as profilaxias e sintomas causados pelo coronavírus.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

PROSUB avança na entrega de unidades da Infraestrutura Industrial

17/12/2021
 
Autoridades presentes à cerimônia de entrega do
prédio de apoio aos submarinos
 
O Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB) da Marinha concretizou, em 7 de dezembro, um avanço em função do cumprimento de metas previstas relativas à infraestrutura industrial da Base de Submarinos da Ilha da Madeira (BSIM). Foram inaugurados o Prédio de Apoio aos Submarinos Classe “Riachuelo”, a Oficina de Sistemas de Combate, Sistema de Gerenciamento Integrado da Plataforma (IPMS) e Mastros e o Ambulatório Médico, instalações estratégicas localizadas na BSIM, no interior do Complexo Naval de Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.
 
O Prédio de Apoio aos Submarinos classe “Riachuelo” (S-BR) possui 3.100m² de área construída, composto de um andar térreo com quatro paióis de sobressalentes e mais quatro pavimentos para cada submarino com salas administrativas, câmara do Comandante, sala do Imediato, vestiários, alojamentos, praça d’armas, salão de recreio e sala de briefing.
 
Cerimônia de inauguração da Oficina de Sistemas de Combate, IPMS e Mastros
 
A Oficina de Sistemas de Combate, IPMS e Mastros dispõe de uma infraestrutura complexa, composta por oficinas de manutenção de equipamentos eletrônicos, oficina mecânica, salas para manutenção dos componentes óticos dos periscópios, equipamentos de manobra de carga e área para estocagem de equipamentos. Está prevista, ainda, a instalação de uma torre para certificação e testes dos mastros e periscópios, bem como uma bancada pneumática para certificação e testes do martelo pneumático, responsável pelo lançamento de mísseis e minas através dos tubos de torpedo dos S-BR.
 
O Ambulatório Médico ocupa uma área de aproximadamente 460m², constituído de dois consultórios para atendimento médico, um para atendimento odontológico, salas para fisioterapia e raio-x, atendimento de emergência, medicação, observação, farmácia e laboratório, com capacidade para 17 profissionais da área de saúde. O objetivo dessa instalação é prestar atendimento inicial emergencial na ocorrência de pequenos acidentes e enfermidades.
 
As novas instalações contribuiem para consolidar o êxito do PROSUB. Fruto de um projeto inovador, a BSIM passa a dispor de infraestrutura que confere modernidade, operacionalidade e conforto, requeridos para apoiar as tripulações dos Submarinos Classe “Riachuelo”, reafirmando a preocupação da Marinha com o pessoal e agregando valor ao Abrigo do maior Ativo da Defesa do País.
 
O evento foi presidido pelo Coordenador-Geral do Programa de Desenvolvimento de Submarino com Propulsão Nuclear, Vice-Almirante (EN) Sydney dos Santos Neves, acompanhado do Gerente do Empreendimento Modular de Obtenção dos Submarinos, Contra-Almirante (EN) Celso Mizutani Koga, do Gerente do Empreendimento Modular de Obtenção da Infraestrutura Industrial Naval de Itaguaí, Contra-Almirante Nelson de Oliveira Leite, e do Comandante da BSIM, Capitão de Mar e Guerra Fernando de Luca Marques de Oliveira.
 

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

CEFAN participa da inclusão social por meio do Esporte: do Profesp ao Programa Olímpico da Marinha

17/12/2021
 
Sargento Laura no Mundial Adulto de Levantamento de Pesos
 
A Terceiro-Sargento Laura Nascimento Amaro, do Programa Olímpico da Marinha (PROLIM), entrou para a história da modalidade de Levantamento de Peso Olímpico, em 14 de dezembro, ao conquistar a primeira medalha de prata no Mundial Adulto de Levantamento de Pesos (arranco 108 quilos), realizado em Tashkent, Uzbequistão.
 
Dedicação e perseverança é o que define a trajetória da Sargento Laura, que descobriu o esporte em 2013, por meio do Programa Forças no Esporte (Profesp) conduzido pelo CEFAN. Inicialmente, identificou-se com o futebol, e posteriormente, em 2014, despontou na modalidade de Levantamento de Peso Olímpico (LPO) obtendo bons resultados a nível estadual. Em ascensão no cenário nacional, em 2016, já iniciou sua participação em campeonatos mundiais, e em 2019 incorporou como Terceiro-Sargento no PROLIM.
 
Fico muito feliz de ser a protagonista e de poder fazer história neste momento, assim como a Marinha fez história quando abriu as portas para a modalidade em 2009. Não tenho palavras para descrever e agradecer à Marinha por todo o apoio, desde o Profesp-CEFAN em 2013 até hoje que é o meu primeiro ano na categoria Adulta, agora como Terceiro-Sargento. A Marinha está totalmente ligada a esta medalha, que é a primeira do Brasil em mundiais adulto feminino. Isso está totalmente interligado, fico muito feliz.” Disse a Terceiro-Sargento Laura.”
Aluna Laura no Profesp-CEFAN em 2013
 
Treinando no Centro Nacional de Levantamento de Peso do CEFAN, a Sargento Laura vem obtendo cada vez mais resultados expressivos, como a segunda melhor marca no arranco, o quinto lugar no arremesso e o terceiro lugar na classificação geral dos Jogos Pan-Americanos Júnior 2021, realizado em Calli, Colômbia. Com esses resultados a atleta vem buscando seu maior objetivo que é uma vaga para as Olimpíadas Paris 2024.
 
Sargento Laura no Programa Olímpico da Marinha

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha apoia a “3ª Expedição Araguaia – Xingu”

17/12/2021
 
Militares prestam serviços relacionados ao
registro de embarcações e condutores
 
A Agência Fluvial de São Félix do Araguaia, organização militar subordinada ao Comando do 6° Distrito Naval, participou, de 16 de novembro a 3 de dezembro, da “3ª Expedição Araguaia – Xingu”, realizada pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, com a participação de diversos órgãos públicos, privados e voluntários do estado.
 
A ação tem como propósito o atendimento à população em situação de vulnerabilidade na região do Xingu e percorreu, este ano, os municípios Santa Cruz do Xingu, São José do Xingu, Santa Terezinha, Luciara, São Félix do Araguaia e Cocalinho.
 
Durante a expedição, a Marinha realizou os serviços de renovação de Carteira de Inscrição e Registro, Inscrição de Embarcação, Transferência de Propriedade de Embarcação e renovação de Carteira de Habilitação de Amador. Os militares orientaram, ainda, sobre a importância da Segurança do Tráfego Aquaviário, preservação ambiental e como ingressar na Força.
 
Participar da expedição é de suma importância, pois é um momento em que a Marinha soma seus esforços com os demais órgãos públicos e privados para levar cidadania e acessibilidade às populações mais vulneráveis, fortalecendo, também, a mentalidade marítima e segurança da navegação nas regiões mais distantes”, ressaltou o Agente Fluvial de São Félix do Araguaia.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Capitania dos Portos de Santa Catarina forma novos aquaviários na Patromoria em Chapecó (SC)

17/12/2021
 
Alunos em aula de motores
 
A Capitania dos Portos de Santa Catarina (CPSC) habilitou, em 10 de dezembro, 21 novos aquaviários para exercerem a profissão de Marinheiro Fluvial Auxiliar de Convés e de Máquinas. O curso foi realizado nas dependências da recém-inaugurada Patromoria em Chapecó (SC) e contou com o apoio da Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina.
 
Durante o curso, os alunos receberam instruções de motores, primeiros socorros, legislação marítima, estabilidade, navegação, balizamento, responsabilidade social, relação interpessoal, dentre outros assuntos. Os novos aquaviários foram habilitados para prestar serviços na área de navegação interior, bem como transporte em travessias com emprego de balsas. A iniciativa representou um incremento na força de trabalho disponível na região, a qual contribui para a segurança do tráfego aquaviário.
 
Alunos e instrutores na Patromoria da CPSC em Chapecó

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha presta apoio à “Regata Base Peixe-Boi”, no litoral piauiense

17/12/2021
 
Velas durante competição no litoral piauiense
 
A Capitania dos Portos do Piauí (CPPI) prestou apoio ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) na realização do evento “Regata Base Peixe-Boi”, no dia 13 de dezembro, no litoral da cidade de Cajueiro da Praia (PI), na divisa dos estados do Piauí e Ceará.
 
O evento contou com a participação de 20 embarcações tipo vela. A CPPI apoiou com uma motoaquática, tipo jet ski; uma lancha de casco semirrígido, tipo flex; uma viatura e sete militares.
 


Evento mobilizou a Marinha e outros órgãos no Piauí
 
Adriano de Souza, Chefe da Área de Proteção Ambiental Delta do Parnaíba e organizador do evento, agradeceu o apoio da Força. “A nossa regata só teve o sucesso graças a parceria com a Marinha. Fico feliz em alcançarmos o nosso objetivo de reforçar a conscientização da população local na proteção do peixe-boi dessa região”, disse.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha presta apoio à “Regata Base Peixe-Boi”, no litoral piauiense

17/12/2021
 
Velas durante competição no litoral piauiense
 
A Capitania dos Portos do Piauí (CPPI) prestou apoio ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) na realização do evento “Regata Base Peixe-Boi”, no dia 13 de dezembro, no litoral da cidade de Cajueiro da Praia (PI), na divisa dos estados do Piauí e Ceará.
 
O evento contou com a participação de 20 embarcações tipo vela. A CPPI apoiou com uma motoaquática, tipo jet ski; uma lancha de casco semirrígido, tipo flex; uma viatura e sete militares.
 


Evento mobilizou a Marinha e outros órgãos no Piauí
 
Adriano de Souza, Chefe da Área de Proteção Ambiental Delta do Parnaíba e organizador do evento, agradeceu o apoio da Força. “A nossa regata só teve o sucesso graças a parceria com a Marinha. Fico feliz em alcançarmos o nosso objetivo de reforçar a conscientização da população local na proteção do peixe-boi dessa região”, disse.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

CIASC realiza formatura dos cursos de carreira de 2021

16/12/2021
 
Alunos formam a tradicional âncora com fuzis cruzados
 
Em 15 de dezembro, foi realizada a tradicional Cerimônia de Encerramento dos Cursos do Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC) do ano de 2021. Presidida pelo Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, o evento marcou a conclusão do Curso de Aperfeiçoamento Avançado de Oficiais do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN); do Curso de Aperfeiçoamento de Praças; e do Curso de Especialização de Praças, totalizando 913 formandos.
 
O evento foi prestigiado por autoridades civis e militares, além dos familiares dos alunos. A cerimônia foi transmitida pelo canal da Marinha no YouTube.
 
A solenidade foi precedida por uma apresentação da Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais, que executou dobrados militares e algumas canções populares adaptadas, enquanto realizavam suas tradicionais evoluções. Em seguida, os formandos adentraram ao pátio ao som da Canção do CIASC, “Templo do Saber”, em uma evolução, que contagiou a todos os presentes.
 
Comandante da Marinha parabeniza o primeiro colocado do Curso de Especialização em Comunicações Navais, Cabo Fuzileiro Naval João Filipe Ramos
 
Após a aposição das divisas de Cabo pelas madrinhas e padrinhos, foi realizada a premiação dos primeiros colocados dos cursos e dos alunos que se destacaram na liderança pelas autoridades presentes.
 
O Comandante da Marinha proferiu palavras de admiração aos formandos. “Eu sinto um grande orgulho, uma grande vibração de ver essa cerimônia com quase mil Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil, que é uma das poucas Marinhas do mundo que tem em sua estrutura essa capacidade bélica de combate chamada Corpo de Fuzileiros Navais, e vocês são parte muito importante desse esforço. E é por isso que eu vibro muito com essa formatura”. Em seguida, foi realizado o desfile em continência ao Comandante da Marinha e, por fim, a tradicional formação da âncora com os fuzis cruzados, símbolo do CFN, no pátio Comandante Gilberto.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

“Natal dos Ribeirinhos”: Marinha doa alimentos e brinquedos para comunidades da Ilha do Combu, em Belém (PA)

16/12/2021
 
Mais de 600 crianças ganharam brinquedos e alimentos,
durante ação social coordenada pela Marinha

O Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN), a Sociedade Amigos da Marinha no Pará (Soamar-PA) e o Serviço Social da Indústria (Sesi) promoveram, nos dias 7 e 11 de dezembro, o “Natal dos Ribeirinhos”, ação voluntária realizada todos os anos junto às comunidades ribeirinhas no Pará. Neste ano, foram contempladas as comunidades da Ilha do Combu, em Belém (PA), sendo doados 800 cestas básicas, 600 brinquedos, 600 livros infantis, 100 kits escolares, 100 kits de higiene bucal, além de 80 coletes salva-vidas.

Dentro da programação realizada no dia 11 de dezembro, houve celebração ecumênica por capelães navais, orientações de saúde bucal com militar dentista, palestra sobre segurança da navegação e prevenção ao escalpelamento. Durante a entrega dos coletes, foram repassadas, didaticamente, instruções para as crianças e familiares sobre o manuseio e a importância do uso da proteção de eixo do motor das embarcações.
 
Crianças de comunidades ribeirinhas ganham livros infantis
 
O “Natal dos Ribeirinhos” ganhou reforço com doação de alimentos feita pelo Sesi Pará e brinquedos arrecadados junto a membros da Soamar-PA. Os livros infantis foram resultados da campanha “Maré do Saber”, por meio da qual os navios da Marinha levam livros para comunidades no interior do Pará.
 
Cláudio Miranda Cardoso, Vice-Presidente da Associação de Moradores, Extrativistas e Pescadores da Ilha do Combu, ficou surpreso e feliz com a mobilização coordenada pela Marinha. “Toda a Ilha do Combu foi agraciada com quase uma tonelada de alimentos, nossas 600 crianças foram presenteadas. Este dia foi muito especial e grandioso, salvou nosso Natal”, disse.
 
Participantes receberam orientação sobre a importância da cobertura
de eixo em embarcações para evitar o escalpelamento
 

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Capitania dos Portos do Amapá participa de ações educativas junto à Prefeitura de Santana (AP)

16/12/2021
 
Militar da Capitania orienta sobre uso correto do colete salva-vidas
 
Militares da Capitania dos Portos do Amapá (CPAP) e agentes da Defesa Civil do Amapá estiveram, nos dias 11 e 12 de dezembro, em comunidades quilombolas do município de Santana (AP) para ministrarem palestras educativas sobre segurança do trabalho e da navegação. Foram contempladas as comunidades de Piaçaca e São Raimundo do Pirativa, localizadas às margens do Rio Matapi.
 
Ação educativa na comunidade São Raimundo do Pirativa (AP)
 
As ações tiveram como objetivo conscientizar a população ribeirinha sobre as normas e medidas de segurança do tráfego aquaviário, salvaguarda da vida humana e prevenção de acidentes.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha celebra Acordo de Cooperação Técnica com Senai

16/12/2021
 
Diretor Industrial da Marinha e o Diretor Regional do Senai
durante a assinatura do acordo
 
A Marinha do Brasil (MB) e o Serviço de Aprendizagem Industrial (Senai) realizaram, em 14 dezembro, a assinatura de Acordo de Cooperação Técnica, que consiste na realização de um Programa de Qualificação Profissional, com cerca de 465 vagas, cuja finalidade é aprimorar o conhecimento de militares de carreira e temporários.
 
A solenidade ocorreu no Salão Nobre do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro e contou com a presença do Diretor Industrial da Marinha, Vice-Almirante (EN) Liberal Enio Zanelatto, representando a MB, e do Diretor Regional do Senai, Alexandre dos Reis, formalizando a parceria entre as instituições, celebrada pela primeira vez.
 

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Capitania Fluvial de Santarém habilita aquaviários e servidores públicos

16/12/2021
Alunos durante entrega de Carteiras de Inscrição e Registro e certificados
 
A Capitania Fluvial de Santarém (CFS) realizou, no dia 10 de dezembro, a entrega de 46 certificados aos servidores públicos habilitados no Curso Especial para Tripulações de Embarcações de Estado no Serviço Público, que ocorreu de 6 a 10 de dezembro, em Santarém (PA). A parceria entre Marinha, Polícia Federal, Exército, Polícia Civil (PA), Polícia Militar (PA), entre outros órgãos de segurança pública, contribui para a criação de uma mentalidade voltada para a garantia da segurança da navegação, de responsabilidade pessoal e coletiva, da sustentabilidade do meio ambiente e da preservação da vida humana.
 
Também foi realizada a cerimônia de formatura e entrega das 43 Carteiras de Inscrição e Registro e certificados dos alunos do Curso de Formação de Aquaviários Marinheiro Fluvial de Convés, do Curso de Formação de Aquaviários Marinheiro Fluvial de Máquinas e do Curso de Adaptação de Aquaviários - Cozinheiro, Taifeiro, Enfermeiro e Auxiliar de Enfermagem.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte conclui curso de formação em Pititinga (RN)

16/12/2021
 
Certificados e Cadernetas de Inscrição e Registro
são entregues a 30 novos aquaviários
 
A Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte (CPRN) realizou, no dia 6 de dezembro, o encerramento do Curso de Formação de Aquaviários – Pescador Profissional (CFAQ-POP/MOP N1) em Pititinga (RN).
 
Durante o período do curso, foram transmitidos conhecimentos relacionados aos seguintes assuntos: segurança da navegação, condução e operação de embarcações de pesca, sistema de propulsão de motores, prevenção e combate a incêndio, primeiros socorros direcionados à atividade da pesca, técnicas de sobrevivência no mar e manuseio e conservação de pescado.
 
A cerimônia de encerramento contou com a participação do Prefeito, da Secretária de Pesca do município e do Presidente da Colônia de Pesca. Na ocasião, foram entregues os certificados de conclusão de curso e as Cadernetas de Inscrição e Registro aos 30 novos aquaviários.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha promove evento para crianças da Escola Sargento João Délio dos Santos

16/12/2021
 
Alunos, professores, familiares do Sargento João Délio
e tripulação do BtlEngFuzNav
 
Como parte das ações sociais desenvolvidas anualmente pelo Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais (BtlEngFuzNav) junto aos alunos da Escola Municipal Sargento João Délio dos Santos, foi realizada uma celebração de Natal no dia 15 de dezembro, a bordo do Batalhão.
 
Durante o evento, 120 crianças das turmas do 1º ao 7º ano do ensino fundamental se divertiram com pula-pula, escorrego, totó, air hokey, e outras brincadeiras. Após o período de recreação, alunos e professores almoçaram com a tripulação do BtlEngFuzNav e comeram um bolo doado pelos familiares do Sargento João Délio dos Santos, cujo nome batiza a escola.
 
Na programação, houve a tradicional chegada do “Papai Noel” e distribuição de presentes doados pela tripulação, que alegraram ainda mais as crianças da escola, que está localizada na Fazenda Piranema, área rural do município de Duque de Caxias (RJ).
 
As crianças assistiram a um vídeo sobre o Almirante Tamandaré
 
As ações, além de materializar a contribuição social da Unidade e de seus tripulantes, marcam a memória do Terceiro-Sargento (FN-EG) João Délio dos Santos, mais antigo entre os nove militares do BtlEngFuzNav falecidos no trágico acidente ocorrido na Operação "Graviola", exercício anfíbio realizado em 1966 no litoral de Pernambuco.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha realiza a segunda fase da XL Operação “Dragão/Meridiano”

15/12/2021
 
Tropas de Fuzileiros Navais durante embarque em aeronave
no convoo do NAM “Atlântico”
 
Encerrando o ciclo anual de adestramentos da Esquadra e da Força de Fuzileiros da Esquadra, foi realizada, entre os dias 7 e 15 de dezembro, na área marítima compreendida entre os municípios do Rio de Janeiro (RJ) e Vitória (ES), a segunda fase da 40ª edição da Operação "Dragão", que esteve inserida no exercício conjunto "Meridiano", coordenado pelo Ministério da Defesa, e que contou também com a participação do Exército e da Força Aérea.
 
Cerca de dois mil militares da Marinha (dentre eles, 650 Fuzileiros Navais), 6 navios (Navio-Aeródromo Multipropósito "Atlântico"; Navio Doca Multipropósito "Bahia"; Fragata "Liberal"; Fragata "Independência"; Corveta "Caboclo"; e Embarcação de Desembarque de Carga Geral "Marambaia") e 7 aeronaves (3 UH-15, 1 SH-16, 1 UH-12 e 2 caças AF-1), além de 50 militares e 6 aeronaves da Força Aérea (1 P-95, 1 C-105, 1 C-95, 2 caças A-29 e 1 caça F-5EM) e 120 militares do Exército foram empregados na missão.
 
No dia “D” (ponto alto da operação), as tropas de Fuzileiros Navais simularam a ocupação de um território hostil, realizando um assalto anfíbio. Além dos militares da Força de Fuzileiros da Esquadra, atuaram também elementos de Operações Especiais dos Comandos Anfíbios e de Mergulhadores de Combate, que realizaram técnicas de infiltração, ações de reconhecimento e exercícios terrestres de deslocamento tático, na região da Praia de Itaoca, no município de Itapemirim (ES).
Essa operação é considerada uma das mais complexas realizadas pela Marinha. Ela representa uma excelente oportunidade para testar nossa prontidão operativa, nossa capacidade expedicionária e, principalmente, nossa capacidade anfíbia”, ressaltou o Comandante do Grupo-Tarefa, Contra-Almirante Marcelo Menezes Cardoso.
 
Militares durante assalto anfíbio já nas primeiras horas do Dia “D”
 
A integração da Força Aérea na missão foi por meio do lançamento dos Comandos Anfíbios por Salto Livre Operacional (para análise e reconhecimento do terreno), da simulação de um apoio de fogo aéreo e de um exercício de interceptação aérea, envolvendo duas aeronaves do Esquadrão VF-1 e uma aeronave F-5EM do 1.º Grupo de Aviação de Caça (1º GavCa).
 
Já o Exército testou, com sucesso, a bordo do NAM "Atlântico", o Sistema de apoio à decisão Pacificador, que permite a geolocalização das tropas no terreno. Além disso, foi realizado o embarque e transporte administrativo de tropas do Exército no Navio Doca Multipropósito "Bahia", de Vitória até o Rio de Janeiro, incrementando o grau de interoperabilidade entre as forças.
 
É muito enriquecedor fazer parte desta missão, estar embarcado em um navio da Marinha e confirmar que estamos em condições de apoiar operações anfíbias”, disse o Terceiro-Sargento Thalison Damasceno da Silva, Operador de Sistemas do Exército.
 
Os caças AF-1C, da Marinha, e F-5M, da Força Aérea, durante exercício

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Escola Naval realiza a Cerimônia de Declaração de Guardas-Marinha de 2021

15/12/2021
 


Turma “Capitão de Fragata Luís Barroso Pereira”
 
Os Aspirantes da Turma “Capitão de Fragata Luís Barroso Pereira” foram declarados Guardas-Marinha, no dia 11 de dezembro, em cerimônia presidida pelo Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.
 
Na ocasião, 197 Aspirantes, dentre eles, dois formandos das Marinhas amigas da República de Cabo Verde e República do Senegal receberam suas Espadas, símbolo do Oficial de Marinha, após quatro anos de formação acadêmica e militar-naval.
 
Presidente da República entrega a espada ao Guarda-Marinha Silva Bauer
 
O patrono da turma, Capitão de Fragata Luís Barroso Pereira, nasceu em 1786 e matriculou-se na Real Academia dos Guardas-Marinha aos 15 anos de idade. Foi um célebre herói brasileiro que participou da Campanha da Independência, tendo falecido em 1826 no posto de comando da Fragata “Imperatriz”.
 
Durante o evento, foram homenageados os Guardas-Marinha de 1971, componentes da Turma “Visconde de Ouro Preto”, que há 50 anos foram declarados Guardas-Marinha.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Comando do 9º Distrito Naval conquista troféus de Diamante e Ouro no Prêmio Qualidade Amazonas 2021

15/12/2021
 
Representantes das organizações militares que
conquistaram as maiores pontuações no PQA
 
A Estação Naval do Rio Negro (ENRN) e o Centro de Intendência da Marinha, organizações militares subordinadas ao Comando do 9° Distrito Naval, conquistaram os troféus Diamante e Ouro na modalidade Gestão no Prêmio Qualidade Amazonas (PQA) 2021. A premiação foi realizada pela Federação das Indústrias do Estado do Amazonas, no dia 10 de dezembro, em cerimônia realizada no Sesi Clube do Trabalhador, em Manaus (AM).
 
Pelo sexto ano de participação, a ENRN conquistou a maior pontuação no prêmio com um plano de gestão voltado à busca da excelência e compromisso utilizando modelos sistêmicos de gestão para organizações públicas.
 
O troféu Prata foi direcionado para o 7º Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VII), da Força Aérea, e a empresa Flextronics da Amazônia conquistou o Bronze, na categoria Grande Organização.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Centros de Controle de Tráfego Marítimo e Coordenação SAR iniciam trabalho integrado

15/12/2021
 
Operadores durante a condução dos adestramentos nos Centros
 
O Centro de Coordenação de Salvamento Marítimo Brasileiro (MRCC / SALVAMAR - Brasil) passou a funcionar de forma integrada, em 16 de novembro, no mesmo ambiente do Centro de Controle do Tráfego Marítimo (CCTRAM), com a finalidade de aprimorar recursos para apoio a salvaguarda dos tripulantes das embarcações que navegam no mar, nos portos e nas vias navegáveis interiores, compreendendo uma área marítima de responsabilidade SAR com quase 14,2 milhões de quilômetros quadrados.
 
A reestruturação reflete a crescente demanda do uso de dados comuns aos Centros durante o desenvolvimento das ações em resposta a um Incidente SAR e visa à adequação às boas práticas, adotadas internacionalmente, na prestação dos serviços à Comunidade Marítima e demais setores da sociedade. Esta integração proporciona a devida sinergia no esforço da Marinha em realizar tarefas de Monitoramento de Tráfego Marítimo e atividade SAR (Busca e Salvamento), como parte integrante do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz).
 
Neste ano, foi computado 273 Incidentes SAR na área de responsabilidade do MRCC / Salvamar - Brasil, com um índice de 76% de sobreviventes, o que representa o esforço contínuo da Marinha em atuar em prol da salvaguarda da vida humana no mar.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

CHM e INPE unem-se para ampliar o monitoramento ambiental do Continente Antártico

15/12/2021
 
Equipe ATMOS e REMO se preparam para o lançamento das boias ondógrafo,
tanto em forma de deriva, quanto fundeadas
 
Neste verão antártico de 2021/2022, o Centro de Hidrografia da Marinha (CHM) e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), por meio dos projetos “Rede de Modelagem e Observação Oceanográfica” (REMO) eAntarctic Modeling and Observation System” (ATMOS), respectivamente, uniram-se para montar um sistema completo de monitoramento das condições meteoceanográficas na região Antártica, o que inclui dados a respeito de ondas, ventos e correntes marítimas.
 
Com o apoio dos Navios "Almirante Maximiano" e "Ary Rongel", os projetos ampliaram a rede de coleta de dados no Continente Gelado, com a realização de estações oceanográficas, o fundeio de três boias ondógrafo, o lançamento de boias ondógrafo de deriva e a instalação de estações meteorológicas nas proximidades da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF).
 
Gerenciado pelo Laboratório de Estudos do Oceano e da Atmosfera do INPE, o ATMOS é uma iniciativa promissora na área de ciência, tecnologia e inovação, que visa melhorar a compreensão das interações gelo marinho-atmosfera-oceano-ondas, além das trocas de calor, momentum (quantidade de movimento) e CO2 em suas interfaces no Oceano Austral. É um projeto integrante do Programa Antártico Brasileiro e financiado pelo CNPq/MCTI/CAPES.
 
Dados coletados no Continente Antártico, disponíveis em tempo real
 
Já o projeto REMO, uma parceria entre o Centro de Hidrografia da Marinha e a Petrobras, contempla uma união de esforços para o desenvolvimento e consolidação de uma Boia Meteoceanográfica Nacional (BMO-BR). E, para isso, também prevê o estabelecimento de uma rede de coleta de dados operacionais no Atlântico Sul, fator de grande importância para a calibração e validação de modelos de previsão meteoceanográfica.
 
Os dados coletados no continente antártico podem ser observados em tempo real por meio da página: www.operantar.live.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

CHM e INPE lançam Sistema de Coleta de Dados Ambientais na Bacia de Santos

15/12/2021
 
Boia meteoceanográfica lançada pelo NHoF “Almirante Graça Aranha”
na região da Plataforma de Mexilhão, da Petrobras
 
O Centro de Hidrografia da Marinha (CHM) e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), com o apoio do Navio Hidroceanográfico Faroleiro “Almirante Graça Aranha”, realizaram, em novembro, o lançamento de uma boia meteoceanográfica de fundeio, na região próxima à plataforma de Mexilhão, mantida pela Petrobras na Bacia de Santos.
 
Esse tipo de boia é instrumentado para medidas oceanográficas de superfície e para baixa atmosfera. Seus dados são disponibilizados em tempo real no sítio de internet do CHM (https://www.marinha.mil.br/chm/dados-do-goos-brasil/pnboia-mapa). A iniciativa é uma contribuição do INPE, por meio do Instituto Nacional de Ciência e tecnologia da Criosfera (INCT da Criosfera), com fomento do CNPq.
 
A região da Bacia de Santos, onde a boia foi lançada, é de interesse direto para as atividades no âmbito do Projeto Rede de Modelagem e Observação Oceanográfica (REMO), um convênio entre o CHM e a Petrobras. As medidas coletadas serão utilizadas para a melhoria das previsões realizadas no âmbito do Serviço Meteorológico Marinho, assim como para a calibração e a validação de modelos utilizados pelas instituições participantes.
 
Imagem de satélite que mostra a posição da boia meteoceanográfica em
relação ao Campo de Mexilhão, na Bacia de Santos
 
Ao longo dos últimos 20 anos, o CHM e o INPE têm exercido papel de destaque na condução de diversos projetos relacionados às atividades de coleta operacional de dados meteoceanográficos no Brasil, como o projeto PIRATA (Prediction and Research Moored Array in the Tropical Atlantic), o PNBOIA (Programa Nacional de Boias) e o GLOSS (Global Sea Level Observing System). A iniciativa, no âmbito da REMO, deverá fortalecer essa parceria histórica e ampliar a rede de coleta de dados na costa brasileira.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Diretor da DHN preside Conferência da Comissão Hidrográfica Regional da Meso América e do Mar do Caribe

15/12/2021
 


Participantes reunidos em sala de videoconferência
durante a 22ª Conferência da MACHC
 
A Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN), na condição de Serviço Hidrográfico Brasileiro, participou da 22ª Conferência da Comissão Hidrográfica Regional da Meso América e do Mar do Caribe (MACHC), que ocorreu virtualmente de 30 de novembro a 3 de dezembro, presidida pelo Vice-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa.
 
Assuntos como hidrografia, cartografia náutica, segurança marítima, infraestrutura de dados espaciais marinhos e resposta a desastres foram amplamente discutidos durante a conferência. Além disso, uma importante decisão foi adotada pelos membros da MACHC: a alteração do limite sul da região da Comissão, de modo a incluir o Rio Pará e toda a Bacia Amazônica e, por conseguinte, o Centro de Hidrografia e Navegação do Norte e o Centro de Hidrografia e Navegação do Noroeste, nessa região.
 
Em março de 2021, o Brasil assumiu a Presidência da MACHC. Nesta 22ª Conferência, o Vice-Almirante Renato Garcia Arruda foi apresentado como o novo DHN e Presidente da MACHC.
 
 
A MACHC atua na região do Caribe, na América Central e no norte da América do Sul, e conta com a participação de representantes de serviços hidrográficos nacionais de grande relevância, como é o caso dos EUA, da França, da Holanda e do Reino Unido.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Marinha entrega cestas básicas às populações ribeirinhas vítimas das chuvas no Sul da Bahia

14/12/2021
 
Militar entrega cesta básica a ribeirinho ilhado em Canavieiras
 
Devido à situação de emergência no sul da Bahia, o Comando do 2º Distrito Naval, por meio da Delegacia da Capitania dos Portos em Ilhéus, prestou apoio, no dia 12 de dezembro, às populações ribeirinhas dos rios Pardo, Salsa e Cipó, em Canavieiras (BA), com a entrega de cestas básicas. A iniciativa das doações é da Prefeitura, mas a logística de distribuição é executada pelos militares, uma vez que as localidades encontram-se isoladas pelas chuvas, com único acesso por via fluvial.
 
Militares prestam ajuda humanitária a morador
de área afetada pelas chuvas
 
Para a região afetada pelas chuvas, foram deslocados, ainda, pessoal e meios, desde o dia 10, para atuarem sob a coordenação da Defesa Civil Nacional. Além das aeronaves UH-15 Super Cougar e a UH-12 Esquilo, operando a partir de Porto Seguro e de Teixeira de Freitas (BA), militares do Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador foram deslocados para Ilhéus (BA), com viaturas, equipamentos e botes para emprego no suporte ao abastecimento, desinterdição de estradas e demais apoios que se fizeram necessários.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha