Impacto positivo do SIAD+ é apresentado no HNMD

Almirantes, equipe do SIAD+ e VCB

No dia 30 de maio, militares e Voluntárias Cisne Branco (VCB) do Rio de Janeiro apresentaram o impacto positivo do projeto SIAD+ para almirantes do setor de pessoal, no Hospital Naval Marcílio Dias (HNMD). Inspirado no Serviço Integrado de Atendimento Domiciliar (SIAD) do HNMD, o SIAD+ vai além do auxílio médico e apoia os pacientes com doações de diversos produtos de higiene pessoal.

O projeto surgiu em outubro do ano passado, por meio de uma parceria do Marcílio Dias e das VCB, com o intuito de apoiar os pacientes do hospital. Desde então, as voluntárias auxiliam 25 famílias cadastradas no SIAD do HNMD. Apesar de os pacientes do Serviço receberem atendimento médico em casa, diante de dificuldades financeiras, alguns deixam de realizar cuidados básicos e essenciais para a melhoria da saúde.

Por esse motivo, foi criado o SIAD+. “Uma pessoa acamada precisa de, pelo menos, quatro fraldas por dia, assim como produto adequado para hidratar a pele e evitar escaras. Isso pesa no orçamento familiar”, afirma a enfermeira do SIAD, Capitão-Tenente (S) Cristiane Gabriel. “As famílias selecionadas para o SIAD+ não possuem renda suficiente para arcar com esse tipo de despesa e sem esse auxílio o risco de reinternação do paciente é grande”, completa.

Para o Diretor-Geral do Pessoal da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, que assistiu à apresentação, “os profissionais de saúde e voluntárias possibilitam ações sociais como essa. A administração naval precisa disso para aprimorar o atendimento aos nossos militares e dependentes”, declarou.

Também participaram do encontro o Diretor de Saúde da Marinha, Vice-Almirante (Md) Sérgio Pereira; o Diretor do HNMD, Contra-Almirante (Md) Edmar das Cruz Arêas; e o Diretor de Assistência Social da Marinha, Contra-Almirante Denilson Mederiros Nôga, que também dirige o Abrigo do Marinheiro, instituição da qual faz parte o Departamento VCB.