Capitão-Tenente Saulo Rodrigues Torres


Capitão-Tenente Saulo Rodrigues Torres durante Assistência Cívico-Social em Porto Maracangalha, Rio Paraguai

“Quantas vezes vi o milagre do socorro providencial ou divino chegar por meio dos Navios da Esperança, no momento exato para salvar uma vida ou oferecer um suporte a quem sentia dores por dias”

O Capitão-Tenente Saulo tem 34 anos, é natural do Rio de Janeiro-RJ e ingressou na Marinha em janeiro de 2003 pelo Colégio Naval.

Atualmente, está embarcado na Fragata “Greenhalgh”. Antes disso, foi o Imediato do Navio de Assistência Hospitalar “Tenente Maximiano”, subordinado ao Comando do 6º Distrito Naval, com sede em Ladário-MS.

Dentre as diversas atribuições da Marinha, inspeções e patrulhas navais, resgates e salvamentos, ele teve a oportunidade de vivenciar a Assistência Hospitalar no Pantanal.

“Olhar para fora do navio e se orgulhar dessa missão de levar a esperança, e ao mesmo tempo olhar para dentro e sentir a alma do navio elevada de orgulho de servir a Pátria pelo sagrado dever de conduzir a saúde, o tratamento, o alívio, o casaco para aquecer, o remédio para curar e os livros e brinquedos para quem nessa idade deveria apenas estudar e brincar. Tudo isso vale a pena, tornando gratificante superar as dificuldades para chegarmos às localidades e durante as travessias ser acompanhado por pequenas embarcações a remo que se aproximam do navio pedindo por atendimento.”

As experiências vividas pelo Capitão-Tenente Saulo permitiram que ele compreendesse que as dificuldades de infância, seguidas pelo sonho de adolescente em entrar na Marinha, deram lugar à responsabilidade de levar esperança e aprender com quem tem muito pouco.

“Aprendi o verdadeiro significado da missão desse navio, o ‘Navio da Esperança’ do Pantanal e que se torna uma verdade na vida dos marinheiros que ali servem e superam desafios. O lema do navio ecoará sempre na alma deste Marinheiro: “Partilhar a vida é a razão desse barco”.