1º SG (FN IF) Olimpio


1º SG (FN IF) Olimpio

O 1º SG (FN IF) Jorge Olimpio Peres de Moura é casado, tem 44 anos e nasceu no Rio de Janeiro (RJ). Ele faz parte da terceira geração de uma família de militares da Marinha.

Ingressou no Corpo de Fuzileiros Navais, no dia 2 de outubro de 1995, no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves. Após formado, foi designado ao 2º Batalhão de Infantaria de Fuzileiros Navais (Batalhão Humaitá). Serviu também no Comando do 9º Distrito Naval, 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas em Manaus (AM) e no 3º Batalhão de Infantaria de Fuzileiros Navais (Batalhão Paissandu), organização militar que o possibilitou integrar o 10º Contingente do Haiti.

Em 2011, foi transferido para o Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo e posteriormente para o Batalhão de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica de Aramar.

“Já participei de várias missões reais, incluindo o incêndio químico ocorrido em São Francisco do Sul (SC), em 2012; dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro, em 2016; da Operação Amazônia Azul (descontaminação das praias no litoral brasileiro, em 2019); e da Operação Regresso- COVID-19, em Anápolis (GO)”.

Atualmente, 1º SG Olimpio está à disposição da Companhia de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica do Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais, para apoiar a descontaminação biológica de pessoal, material e viatura, além de locais de grande circulação de pessoas como aeroporto, rodoviária e outros. Para o 1º SG Olimpio, é um orgulho ser membro da Força.

“Tem uma frase que gosto muito, do poeta alagoano Ledo Ivo, que condiz perfeitamente com todo o exercício de uma carreira dedicada à Pátria: ‘ O que sobra é obra, o resto soçobra’”.