Marinha lança filme em homenagem aos 100 anos da Aviação Naval

11/11/2016

Lançamento do filme “Luz verde no convoo”

No ano de 1916, o Ministro de Estado dos Negócios da Marinha, Almirante Alexandrino Faria de Alencar, iniciava a criação da Escola de Aviação Naval. Desde então, muitas histórias foram vividas e contribuíram para a evolução da Força Aeronaval.       Agora, em 2016, como parte das comemorações dos 100 anos da Aviação Naval foi realizado no último dia 27, no Clube Naval no Rio de Janeiro, o lançamento do filme “Luz verde no convoo”, que reuniu depoimentos de militares e civis.

No filme, é possível ver a trajetória da aviação separada em quatro fases. O enredo passa pela criação da Escola de Aviação, fala do trabalho feito com o Esquadrão de Instrução, aborda a proibição (em 1965) e a volta (em 1998) do uso de aeronaves de asa fixa, menciona a aquisição de helicópteros antissubmarinos, destaca a importância do uso do Navio-Aeródromo Ligeiro “Minas Gerais” e do Navio-Aeródromo “São Paulo” em operações no mar e ressalta os aparatos tecnológicos empregados até os dias de hoje.

O público presente e os que participaram efetivamente das gravações destacaram a satisfação ao verem, no filme, a descrição técnica e os acontecimentos históricos atrelados à veracidade e à sensibilidade que cada fato possui. Um dos destaques foi o reconhecimento da família que se forma dentro do Esquadrão e que vai para além dos muros da Base Aeronaval. Palavras como cooperação e união eram uma constante no discurso dos militares e dos familiares entrevistados.

Ao final, a equipe do Centro de Comunicação Social da Marinha (CCSM), responsável pela produção e edição do filme, foi homenageada.

 

Público presente ao lançamento do filme no Clube Naval no Rio de Janeiro

 

Equipe do CCSM que recebeu a homenagem