Operação Conjunta da Marinha do Brasil com o Ministério da Pesca e Aquicultura apreende embarcação e pescado

      A 1ª Operação Conjunta entre a Capitania dos Portos de Alagoas (CPAL) e a Superintendência Federal de Pesca e Aquicultura no Estado de Alagoas foi realizada na manhã do dia 31 de janeiro de 2013. O propósito dessa operação é a observação dos pontos de pesca predatória e a localização de embarcações e proprietários que estejam fora das exigências contidas na legislação ambiental e nas Normas da Autoridade Marítima, e é decorrente do acordo firmado entre a Marinha do Brasil e o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA).
      Na ocasião foi empregada a lancha Carapeba, recebida do MPA em função do acordo estabelecido. A bordo da lancha, militares da CPAL, do Batalhão de Polícia Ambiental do Estado de Alagoas (BPA) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), notificaram 2 embarcações que estavam com documentação irregular, uma das quais foi apreendida, bem como 50 quilos de pescado decorrente de pesca predatória.
Características da lancha:

  • Comprimento total: 11 m
  • Boca: 3,68 m
  • Pontal: 1,75 m
  • Deslocamento: 9,5 t
  • Velocidades: máxima contínua 37 nós e velocidade de serviço 26 nós.

------
CLEBER RIBEIRO DA SILVA
Capitão-de-Fragata (T)
Assessor de Comunicação Social do Comando do 3º Distrito Naval