Missão

A Capitania dos Portos do Piauí (CPPI), tem o propósito de contribuir para a supervisão das atividades relativas à Marinha Mercante e organizações correlatas, no que se refere a Segurança da navegação e a Segurança Nacional.

Executar a fiscalização do tráfego aquaviário e realizar a formação de aquaviários e pescadores profissionais, a fim de garantir o cumprimento da lei de Segurança do Tráfego Aquaviário e da lei do Óleo, na sua área de jurisdição. A Jurisdição da CPPI envolve cerca de 223 municípios do estado do Piauí e 23 municípios do estado do Maranhão (aqueles que fazem fronteira com o Rio Parnaíba).

O Rio Parnaíba separa o Piauí do Maranhão, com seus 1500 km de extensão navegável em vários trechos até a sua nascente na Chapada das Mangabeiras. Em alguns trechos, na época das secas, somente embarcações de pequeno calado conseguem navegar (menor que 60cm). Na altura da cidade de Guadalupe temos a Barragem de Boa Esperança que possui estrutura para a construção de eclusas que nunca foram concluídas, constituindo uma descontinuidade à navegação.

O litoral, onde a Capitania exerce a fiscalização tem cerca de 66 km no Piauí e o trecho do Maranhão onde o Rio Parnaíba se transforma num Delta de 40 km entre o Porto Pesqueiro de Luis Correia (Tutóia), se entendendo até Rio novo-MA.

O Porto de Luis Correia é um projeto antigo e no momento existe apenas um entroncamento de 2000m mar adentro.