Advogado-Geral da União de São Paulo conhece o Complexo Naval de Itaguaí



Comitiva da AGU-SP conhece as oficinas da UFEM



O Complexo Naval de Itaguaí-RJ recebeu, no dia 31 de julho, a visita do Advogado-Geral da União de São Paulo, Carlos Freire Longato, acompanhado do Diretor do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP), Vice-Almirante Noriaki Wada, do Gerente do Empreendimento Modular da Coordenadoria-Geral do Programa de Desenvolvimento de Submarino com Propulsão Nuclear (COGESN)   Contra-Almirante (EN) Celso Mizutani Koga, e respectivas comitivas. O objetivo do encontro foi apresentar as instalações do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Pro), onde estão sendo construídos simultaneamente quatro submarinos de propulsão diesel-elétrica previstos no Programa, em diferentes estágios de prontificação.

 



Comitiva visita o Submarino “Riachuelo”



A comitiva da Advocacia-Geral da União em São Paulo assistiu a uma palestra que abordou a estrutura, as atividades, os objetivos e prazos contratuais do Prosub. Na sequência, percorreu as instalações da oficina de montagem da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (UFEM), na Área Norte do complexo. Durante o percurso, as autoridades conheceram a complexa montagem de estruturas, equipamentos e sistemas que estão sendo instalados no interior das seções do “Tonelero” e do “Angostura”, respectivamente, terceiro e quarto submarinos na linha de produção do Prosub. Na Área Sul, visitaram o Main Hall do Estaleiro de Construção, onde ocorre a montagem dos equipamentos e sistemas do “Humaitá”  e o “Riachuelo”, primeiro submarino da Classe, em preparativos para continuação das provas de mar. A visita foi encerrada nas instalações da Base de Submarinos da Ilha da Madeira.

 



Carlos Longato é recebido com honras pelo Comandante da BSIM


 

O Prosub é gerenciado pela COGESN, que tem o objetivo de superintender e executar a construção dos Estaleiros e Base Naval; a construção de quatro submarinos com propulsão convencional; e o projeto e a construção do primeiro submarino convencional com propulsão nuclear brasileiro, sendo que o desenvolvimento da planta nuclear está integralmente sob responsabilidade da Marinha. A concretização do Prosub fortalece, ainda, setores da indústria nacional de importância estratégica para o desenvolvimento econômico do País.

 

Data: 
quarta-feira, 5 Agosto, 2020