CFPA participa da Operação Ágata - 3º TRIMESTRE DE 2021

A Capitania Fluvial de Porto Alegre (CFPA) participou, no período de 27 de setembro a 01 de outubro de 2021, da “Operação Ágata (3º trimestre de 2021)”, onde foram conduzidas atividades de Inspeção Naval, Patrulhamento e Patrulha Naval no Rio Uruguai, totalizando 53 abordagens e emitida 01 notificação de infração relacionada à Lei nº 9.537 (Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário – LESTA). Não houve apreensão de embarcação.

A operação abrangeu os municípios de Barra do Guarita e Pinheirinho do Vale (Polo Rio Turvo), na região norte do Rio Grande do Sul. Durante o período, foram empregados 03 militares da CFPA e 04 militares do Grupamento de Fuzileiros Navais de Rio Grande (GptFNRG).

 

Inspeção Naval na Travessia entre Barra do Guarita-RS e Itapiranga-RS


 


 


 

Operação “Ágata” (3° Trimestre 2021) no âmbito do Com5°DN

O Comando do 5º Distrito Naval (Com5ºDN) realizou, nos estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, no período de 27 de setembro a 1° de outubro, a Operação “Ágata” (3° Trimestre de 2021), na qual foram conduzidas atividades de Inspeção Naval, Patrulhamento e Patrulha Naval, totalizando 252 abordagens, emissão de 24 notificações de infrações, apreensões de 10 embarcações, de aproximadamente 370 garrafas de bebidas alcoólicas, com valor estimado de 85 mil reais, de cerca de 500 metros de rede de pesca de malha proibida e de boias não registradas em órgão ambiental. Além disso, em ação coordenada com a Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (SEMA), houve a prisão de três pessoas por prática de crime contra o meio ambiente, flagradas realizando pesca ilegal dentro de Área de Proteção Permanente.

Ao longo dos cinco dias de operação, o Com5ºDN empregou 193 militares, o Navio de Apoio Oceânico Mearim (NApOcMearim), uma aeronave do 1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Sul (EsqdHU-51), embarcações e viaturas das Organizações Militares da sua área de jurisdição e contou com a participação de agentes de órgãos de segurança pública e agências civis governamentais nos dois Estados, como a Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, Receita Federal, Secretarias Municipais de Agricultura, Pesca, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Comando Ambiental da Brigada Militar, Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola, Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Regional e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA).