Dia Internacional do Idoso – o futuro é um percurso

Enviado em: 30/09/2021

image

No dia 1º de outubro comemora-se o Dia Internacional do Idoso. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), até 2030 o número de idosos no mundo deve chegar a 1,4 bilhão de pessoas, superando o número de jovens. Este crescimento será mais acelerado nos países em desenvolvimento, impactando diretamente nos custos assistenciais com doenças crônicas típicas do envelhecimento.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera idoso o indivíduo que tem 60 anos ou mais de idade e estima que, em 2025, o Brasil será o sexto país do mundo com maior número de idosos.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), hoje, em torno de 29 milhões de brasileiros são idosos. O envelhecimento populacional acelerado apresenta inúmeros desafios e exige ações para atender à necessidade desse segmento etário. Desafios esses agravados pelo impacto da pandemia da Covid-19.

O Sistema de Saúde da Marinha (SSM), atento à demanda crescente desse segmento etário da Família Naval que corresponde a 24,5% de usuários do SSM, criou em 1º de outubro de 2019 o Núcleo de Atendimento ao Idoso na Marinha (NAIM). O NAIM foi implantado inicialmente no Rio de Janeiro e, pouco a pouco, está sendo expandido para os Hospitais Distritais. Em 7 de julho de 2021, o NAIM foi inaugurado no Hospital Naval de Brasília (HNBra) na área do Comando do 7º Distrito Naval, onde 18% dos usuários são idosos.

O serviço acolhe e assiste, com equipe multiprofissional, os idosos frágeis ou com risco de fragilização, que são os mais vulneráveis a quedas, dependência, incapacidade e que apresentam elevada incidência de internação hospitalar. O objetivo do NAIM é monitorar os idosos assistidos, identificando precocemente agravos à saúde, evitando complicações de doenças crônicas, emergências e hospitalizações.

Por fim, cabe ressaltar que não importa apenas adicionar anos à vida, mas sim qualidade de vida a estes anos. Cada indivíduo deve pensar no seu processo de envelhecimento e adotar atitudes na rotina diária que favoreçam o envelhecimento saudável, tais como cuidar da alimentação, praticar atividades físicas e estar em contato com seus familiares e amigos.


Gisele Mendes de Souza e Mello
Capitão de Mar e Guerra (Md)
Diretora do Hospital Naval de Brasília



Veja também: