SEGUNDO POSTO DE VACINAÇÃO SOB COORDENAÇÃO DA MARINHA É INAUGURADO NO RIO DE JANEIRO-RJ

 

Em mais um esforço alinhado à Campanha Nacional de Vacinação, seguindo as orientações contidas no Plano Nacional de Imunização, a Marinha do Brasil inaugurou o segundo posto de vacinação contra a COVID-19 no Rio de Janeiro, no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA), em Campo Grande, no dia 28 de abril.

 

O funcionamento do posto, operado por militares do Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra (ComFFE), é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h, com atendimento para pedestres e no sistema “Drive-Thru”. O atendimento acompanha o calendário oficial de vacinação estabelecido pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. Ressalta-se que o número de doses a serem aplicadas e os grupos previstos para cada dia serão estipulados pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro.

 

A fim de habilitar a estrutura de um sistema “Drive-Thru” com capacidade para atender até cinco veículos, simultaneamente, o CIAMPA disponibilizou uma área de 6.000m².

 

A abertura de mais um posto de vacinação reforça as ações do Ministério da Saúde no combate à pandemia do novo coronavírus e conta com o emprego de noventa militares da Marinha do Brasil, além de quatro viaturas administrativas e uma ambulância.

 

A ação foi executada em coordenação com o Comando Conjunto Leste e conta com uma estrutura operacional que envolve, também, o apoio logístico, de segurança e administrativo. No que se refere à estrutura de Saúde, foram disponibilizados vinte e um militares técnicos de enfermagem, além de duas responsáveis técnicas, todos capacitados pelo executivo municipal no aspecto teórico, por meio de webconferência, e prático, por meio de treinamento na composição específica de vacinação, localizada no Sambódromo.
 

O Comandante do Comando Conjunto Leste, o Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, o Subsecretário Geral de Saúde, além do Comandante do 1º Distrito Naval e do Comandante do Pessoal de Fuzileiros Navais, estiveram presentes na ativação do posto de vacinação, percorreram as áreas de triagem, cadastramento, e acompanharam a vacinação na população. Após o percurso, esclareceram informações importantes sobre o processo de vacinação e de atuação das Forças Armadas no combate à pandemia do novo coronavírus, por intermédio de uma coletiva de imprensa.
 

O apoio à vacinação no Rio de Janeiro é mais uma atividade para enfrentamento à COVID-19 sob responsabilidade da Marinha do Brasil, que segue as diretrizes estabelecidas em março de 2020 pelo Ministério da Defesa, e já realizou diversas ações, tais como a confecção de respiradores de baixo custo e de máscaras e protetores faciais; campanhas de doação de gêneros alimentícios, para minimizar os impactos financeiros e sociais causados pela pandemia; transporte de tanques com capacidade de 90 mil m³ de oxigênio líquido na Região Norte; campanhas de doação de sangue; desinfecção de instalações de interesse público e operações com a finalidade de reforçar as medidas preventivas à disseminação da COVID-19, entre outras.