Marinha do Brasil resgata tripulante enfermo de embarcação pesqueira

Resgate do tripulante do barco pesqueiro “FV Playa de Cuebas”


     Em 21 de novembro, o Salvamar Sueste, estrutura orgânica responsável por Operações de Busca e Salvamento (SAR) na área do Comando do 1º Distrito Naval recebeu o contato do MRCC Madrid (Centro de Coordenação de Resgate Marítimo de Madrid) solicitando a evacuação médica de um tripulante da embarcação pesqueira “FV Playa de Cuebas”, de bandeira de Espanhola,que sentia fortes dores abdominais.

     A Fragata “Independência”, Navio de Serviço da Esquadra, foi acionada e demandou ao encontro da embarcação que estava,inicialmente, a 1003 milhas náuticas (cerca de 1.857 quilômetros) a leste da cidade do Rio de Janeiro.

     Após dois dias de navegação, a Fragata “Independência” se aproximou do pesqueiro, a uma distância favorável para o lançamento da Aeronave de Serviço da Esquadra (ANSE), um Wild Lynx AH-11B, pertencente ao 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque, que realizou o resgate do tripulante.

Chegada a bordo da Fragata "Independência" para atendimento médico


     Na manhã do dia 25 de novembro, com o Navio estando pouco mais de 30 milhas náuticas da costa do Rio de Janeiro (aproximadamente 55 quilômetros), a ANSE decolou transportando o enfermo para Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia (RJ),onde uma ambulância estava de prontidão para encaminhar o tripulante para um hospital.

     A rapidez das ações e profissionalismo das equipes envolvidas em terra e no mar, foram vitais para a salvaguarda de mais uma vida.