CPRJ faz balanço da Operação Verão 2017/2018

A Capitania dos Portos do Rio de Janeiro (CPRJ) realizou, entre os dias 22 de dezembro de 2017 e 25 de fevereiro de 2018, a Operação Verão 2017/2018. As inspeções cobriram as áreas do interior da Baía de Guanabara, as praias oceânicas dos municípios do Rio e de Niterói, como as praias de Icaraí, São Francisco, Charitas, Itaipu, Piratininga, Urca, Praia Vermelha, Copacabana, Ipanema, Leblon e São Conrado; os terminais da CCR Barcas, em Paquetá, Cocotá, Praça XV e Arariboia; estação de embarque de passageiros da Marina da Glória; o Canal de Marapendi e o complexo no seu entorno.

Durante a Operação, foram realizadas 2.042 abordagens, 150 notificações, 47 embarcações retiradas de tráfego e 23 apreensões. Estiveram envolvidos 256 militares, sendo 83 destacados e 173 da CPRJ. De segunda a sexta-feira foram utilizadas três embarcações, já nos finais de semana o número chegou a seis, além de diversas viaturas. Nesse período de incremento das fiscalizações não foram registrados acidentes.

Além disso, a Assessoria de Segurança em Clubes Náuticos e Marinas do Rio de Janeiro e Niterói realizou 11 palestras com o objetivo de ratificar as ações de segurança da navegação e orientar os condutores para as principais normas e recomendações para uma travessia segura.

A Operação Verão 2018, que ocorreu em todo o território nacional, chegou ao seu final tendo atingido um de seus principais propósitos: o de garantir a segurança da navegação nas águas jurisdicionais brasileiras, num período de verão, férias e Carnaval. A presença dos inspetores navais da CPRJ nas águas na região sob a sua responsabilidade impõe ordem e minimiza a possibilidade de acidentes.