Com1ºDN participa de palestra da Justiça Militar da União

Os militares do Comando do 1º Distrito Naval (Com1ºDN) se reuniram na 1ª Circunscrição Judiciária Militar (CJM) para uma palestra sobre atividades da Justiça Militar da União, na última segunda-feira (4). O evento, realizado no auditório da 1ª CJM, teve como objetivo esclarecer aos membros das Forças Armadas as dúvidas recorrentes sobre Deserção, Garantia da Lei e da Ordem (GLO) e Auto de Prisão em Flagrante.

O encontro teve início com a exibição de um vídeo institucional sobre a Justiça Militar da União, logo em seguida, o Juiz-Auditor Substituto da 2ª Auditoria da 1ª CJM Sidnei Carlos Moura, o Procurador de Justiça Militar Cezar Luís Rangel Coutinho e o Defensor Público da União Jorge Luiz Fernandes Pinho proferiram palestras para o público formado por militares de comandos sediados na cidade do Rio de Janeiro.

O Defensor Público destacou em sua apresentação que a Marinha tem o método mais simples e eficaz para estabelecer o período de deserção. Esse procedimento facilita a contagem do prazo para a consumação da deserção, evitando, dessa forma, possíveis relaxamentos de prisão.

“As palestras possibilitaram aos militares que atuam nas assessorias jurídicas uma atualização, em função dos novos posicionamentos e entendimentos demonstrados pelos expositores. Esses conhecimentos contribuirão uma melhor atuação e integração entre os órgãos que trabalham nesse setor”, explicou o Capitão de Corveta Alexandre Carneiro Teixeira, Chefe do Departamento Pessoal do Com1ºDN.

A Encarregada do Núcleo de Polícia Judiciária Militar (NPJM), Capitão de Mar e Guerra Ana Christina Amorim Ferreira, que comanda a Assessoria que presta serviço para o exercício do poder de Polícia Judiciária Militar, no âmbito do Com1ºDN, enfatizou a importância de os militares da Organização Militar comparecerem a essas apresentações.

“A participação dos militares da Marinha no evento, permite uma maior integração entre Instituições, o que contribuirá para o aprimoramento técnico do nosso pessoal”, destacou a Encarregada do NPJM.

Cerca de 30 militares da MB prestigiaram o evento mostrando o aperfeiçoamento da Força em temas tão relevantes para o trabalho na área jurídica.