Capitania Fluvial de Minas Gerais é ativada em Belo Horizonte (MG)

No dia 05 de dezembro de 2018, as 11 h em Belo Horizonte (MG), a Marinha do Brasil escreveu mais um capítulo na história que vem sendo escrita pela Instituição em Minas Gerais, com quase um século de atuação no estado. A cerimônia de ativação da Capitania Fluvial de Minas Gerais (CFMG) aconteceu em sua própria sede no centro da capital e contou com a presença do Governador do Estado de Minas Gerais Fernando Pimentel, do Comandante da Marinha Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, do ex-Comandante da Marinha Júlio Soares de Moura Neto, do Comandante de Operações Navais Almirante de Esquadra Paulo Cezar de Quadros Küster, do Diretor Geral de Navegação Almirante de Esquadra Leonardo Puntel e demais autoridades civis e militares.
 
Durante a cerimônia foi realizado o primeiro cerimonial à Bandeira da Organização Militar e o ato de investidura, por meio do qual o Comandante de Operações Navais concedeu posse ao primeiro Capitão dos Portos de Minas Gerais, Capitão de Mar e Guerra Nicácio Satiro de Araújo. Também ocorreu a assinatura do termo de Ativação que marca a abertura do livro de estabelecimento da Capitania Fluvial de Minas Gerais, que registrará os dados essenciais desde a sua criação até a desativação, além do descerramento da placa alusiva à criação da Organização Militar (OM).
 
A Capitania agora em pleno funcionamento, tem como uma de suas funções contribuir para o aumento da eficiência dos serviços já prestados pela Marinha à sociedade mineira, principalmente as comunidades mineiras náuticas de Belo Horizonte e demais regiões do Estado. Agora, o estado como um todo estará sob a responsabilidade da CFMG, que passa a concentrar os assuntos referentes à Autoridade Marítima. Em Minas Gerais estão concentradas as principais bacias hidrográficas do país, bacias do São Francisco, do paraná e a do Leste, todas desembocando no oceano Atlântico (Amazônia Azul).
 
Além das atividades inerentes à Segurança do Tráfego Aquaviário (STA), ao Ensino Profissional Marítimo (EPM) e à prevenção da poluição hídrica, a CFMG também executará, quando determinado, atividades atinentes ao Serviço Militar e apoiará o pessoal militar da Marinha e seus dependentes quanto a pagamento, saúde, e assistência social.
 
De acordo com o Capitão dos Portos de Minas Gerais, Capitão de Mar e Guerra Nicácio Satiro de Araújo, é importante ressaltar que a segurança da navegação é uma das preocupações da Marinha em Minas Gerais, devido a expressiva concentração de embarcações de esporte e recreio no estado, além de transporte de carga e de passageiros. “Essa demanda requer uma ampliação de esforços da Autoridade Marítima, daí a necessidade de estar fisicamente próxima dos órgãos estaduais, municipais e federais e simultâneo a isso, estar bem articulada para atender as demandas e à proteção e cuidado da vida humana no mar”, conclui.