Fique atento aos sinais do câncer de pele

image

O câncer de pele é um assunto de extrema importância, pois corresponde a 70% dos cânceres em incidência entre todos os tipos existentes no nosso organismo. Na maioria dos casos, ele aparece em áreas expostas ao sol, como a face, os braços e o dorso das mãos. O lado positivo disso é que se for detectado precocemente, quase sempre pode ser tratado de maneira eficaz.

O câncer de pele divide-se, basicamente, entre os subtipos não-melanoma, em sua grande maioria, pouco invasivos com tratamento simples e curativo; e o subtipo melanoma, que é mais raro e de grande agressividade, motivo pelo qual não se deve medir esforços para que seja detectado precocemente.

A primeira atitude para prevenir e tratar lesões é fazer o autoexame da pele, que deve ser realizado por todos, assim como a observação dos sinais em nossos familiares. Fique particularmente atento à:

  • lesão na pele de aparência elevada, brilhante e translúcida, avermelhada, castanha, com crosta central e que sangra facilmente;
  • pinta preta ou castanha que muda de cor ou textura, cresce ou torna-se irregular nas bordas; e
  • mancha ou ferida que não cicatriza, coça, sangra ou tem erosões.

Caso algum desses sinais seja observado, é aconselhável uma visita ao dermatologista. Também é muito importante uma visita anual ao médico para fazer o exame completo da pele em busca ativa de lesões sugestivas de câncer de pele.


Rachel da Silva Ribeiro Gomes
Primeiro-Tenente (Md)
Dermatologista da Policlínica Naval de Niterói