Saúde Ativa – Uma colaboração de sucesso

Enviado em: 09/12/2020

image

O Saúde Ativa, lançado em setembro de 2020, é o resultado da colaboração do Saúde Naval com o Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN). É uma aba no site e no aplicativo do SN para contribuir com o bem-estar físico e mental da Família Naval. O conteúdo produzido com apoio de profissionais de Educação Física, Fisioterapia, Nutrição e Psicologia é divulgado nos mais variados formatos, como texto, vídeo e podcast para incentivar hábitos mais saudáveis.

Desde o lançamento da aba Saúde Ativa, vários temas foram abordados como o tratamento da dor lombar, exercícios e controle do estresse, a relevância do exercício físico na prevenção da obesidade e da osteoporose, o uso de máscara durante a prática de exercícios e a relação entre exercícios e diabetes.

Fazendo uma retrospectiva da evolução da humanidade, nos primórdios, até por questões de sobrevivência (fuga de predadores e caça), tivemos uma rotina bastante ativa. Entretanto, com o passar dos anos e com um mundo cada vez mais tecnológico, a necessidade de movimentar-se foi diminuindo. Hoje, com quase tudo ao alcance de um clique, o sedentarismo está muito elevado.

Dentre as complicações causadas pelo sedentarismo, estão o aumento de doenças cardiovasculares, hipertensão arterial, diabetes tipo 2, depressão, dentre outras. As consequências dessas doenças impactam não só a saúde coletiva, mas também a economia, pois os sistemas de saúde acabam tendo mais gastos.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) citam a “pandemia do sedentarismo”. Segundo o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, “Ser fisicamente ativo é fundamental para a saúde e o bem-estar e pode adicionar anos à vida e vida aos anos”. Cerca de 5 milhões de mortes por ano poderiam ser evitadas caso um estilo de vida mais ativo fosse adotado.

Apesar do acordado, em 2018, na Assembleia Mundial da Saúde, onde se estabeleceu uma redução da inatividade física em torno de 15% até 2030, os números atuais revelam uma realidade bem diferente. Um em cada quatro adultos e quatro em cada cinco adolescentes não praticam exercício físico suficiente, gerando assim um gasto global de US$ 54 bilhões em assistência médica direta e outros US$ 14 bilhões em perda de produtividade.

Dessa forma, em um esforço conjunto, a equipe do Saúde Ativa segue firme no propósito de divulgar a cultura de uma vida mais saudável com atividade física, na busca de um impacto positivo na prevenção de doenças e, principalmente, na promoção de saúde para a Família Naval.


Maicon Maia
Primeiro-Tenente(RM2-T)
Profissional de Educação Física
Centro de Educação Física Adalberto Nunes





Veja também: