O que fazer para melhorar o cérebro?

Existem maneiras para melhorar o cérebro? A resposta vai muito além do físico. Passa pelo tratamento do estado de espírito, isto é, estar feliz, de bem com a vida. Em pessoas deprimidas, que reclamam de tudo, a primeira coisa que deve acontecer é a memória ir embora.

Pesquisas mostram que 90% das queixas de falta de memória são por depressão, desencanto e desestímulo, o que indica que para que o cérebro funcione melhor, é preciso ter alegria. Acordar de manhã e ter o desejo de fazer alguma coisa, ter prazer no que está fazendo e ter a auto-estima no ponto.

A verdade é que o cérebro vai se adaptando aos estímulos que recebe. Você vê pais reclamando que os filhos não saem da internet, mas eles têm que fazer isso porque o cérebro de hoje deve funcionar nessa rapidez. Tem que estar à altura de um clique, senão fica para trás.

O ideal é que sempre recorramos à prevenção para evitar doenças e contribuir com o bom funcionamento do cérebro. Por isso, todo exagero (seja na bebida, nas drogas, na comida, no mau humor, nas reclamações da vida, nos sonhos ou na arrogância) deve ser evitado. O cérebro tem que ser tão bem tratado como o corpo, pois uma coisa depende da outra. É muito difícil um cérebro muito bom num corpo maltratado e vice-versa.

É inegável que vamos morrer, mas vamos envelhecer com mais qualidade. A tendência é que as pessoas permaneçam bem até morrer. Se você puder ir bem mentalmente, com saúde e bom aspecto, até o dia da morte, será uma maravilha.

Fonte: Revista Poder, entrevista concedida pelo neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho