O pronto atendimento baseado em critérios de risco

O Hospital Naval Marcílio Dias (HNMD) atua de acordo com a Política de Humanização do Sistema de Saúde da Marinha. Uma de suas metas é a redução de filas e do tempo de espera, com ampliação do acesso e atendimento acolhedor e resolutivo, baseado em critérios de risco.Avaliar e classificar o risco pressupõe a determinação de agilidade no atendimento, a partir da análise do grau da necessidade do usuário, com base em protocolos pré-estabelecidos, centrada no nível de complexidade e não na ordem de chegada.

A classificação de risco é um processo dinâmico que permite identificar a necessidade do atendimento do usuário de acordo com o seu potencial de risco, agravos à saúde ou grau de sofrimento. No Serviço de Pronto Atendimento do HNMD a classificação de risco se dá nos seguintes níveis de prioridade:

  • Vermelho: Prioridade Zero – Emergência – atendimento imediato. O paciente apresenta risco de morte ou sinais de deteriorização do quadro clínico que ameaçam a vida;
  • Amarelo: Prioridade Um – Urgência – atendimento em até 15 minutos. O paciente apresenta condições que podem evoluir para um problema sério se não forem atendidas rapidamente;
  • Verde: Prioridade Dois – Não Urgente – atendimento em até 30 minutos. O paciente apresenta condições potenciais para complicações; e
  • Azul: Sem Prioridade – Consulta de baixa complexidade – tempo de espera pode variar em até 3 horas de acordo com a demanda. O paciente apresenta condições não agudas, não urgentes ou problemas crônicos, sem alterações dos sinais vitais.