Higienização de superfícies no combate à COVID-19

Enviado em: 20/05/2020

image

Desde o início das campanhas para o combate à COVID-19 (que, atualmente, é responsável por mais de 2 milhões de pessoas infectadas no mundo), muito tem se falado sobre higienizar corretamente as mãos, as superfícies e os ambientes. No entanto, por que e como higienizar essas superfícies de forma eficaz?

Segundo estudos, os coronaviridae, grupo de vírus do qual o novo vírus faz parte, podem sobreviver em superfícies de 3 horas a 9 dias, dependendo de alguns fatores como temperatura, umidade, pH e porosidade.

É importante higienizar todas as superfícies que possam ter tido contato com alguma secreção (por meio de espirro, fala ou tosse de uma pessoa contaminada), tais como telefones, embalagens, volantes de carros, bancadas de supermercados, maçanetas.

Os coronavírus são envelopados (possuem uma capa de lipídios ao redor da sua estrutura de proteínas) e, para sua inativação, ou seja, para que não causem mais doenças, é necessária a desnaturação das proteínas e a destruição deste envelope.

Água e sabão, álcool etílico 62 a 70% e hipoclorito de sódio 0,1% a 0,5% (mais conhecido como água sanitária) são descritos como de alta eficiência para inativação do vírus. Testes de desinfecção em superfície de aço inoxidável mostram que esses desinfetantes reduzem a atividade e inativam vírus envelopados em aproximadamente 1 minuto.

Abaixo segue uma tabela que mostra por quanto tempo, em média, (levando em consideração as variáveis ambientais como temperatura e umidade relativa, por exemplo) os coronavírus humanos podem permanecer ativos.

TIPOS DE SUPERFÍCIES TEMPERATURA TEMPO DE SOBREVIVÊNCIA DO VÍRUS (Umidade relativa do ar 65%) TEMPO DE SOBREVIVÊNCIA DO VÍRUS (Umidade relativa do ar 30%)
Papel 22 ºC 3h Até 5 dias
Madeira 21-22ºC 48h Até 4 dias
Tecido 21-22ºC 48h Até 4 dias
Vidro 22 ºC Até 4 dias Até 4 dias
Aço inoxidável 20-30 ºC Até 7 dias Até 48h
Plástico 22 ºC Até 7 dias Até 9 dias
Metal (em geral) 22 ºC - Até 5 dias
Cobre 22 ºC Até 4h -
Papelão 22 ºC Até 24h -
Aerossóis 22 ºC Até 3h -

Fonte: Adaptado de Kampf et al, 2020 e Chin et al, 2020.

É preciso salientar que os dados acima foram coletados de testes laboratoriais, portanto não refletem de forma absoluta as variáveis que o vírus enfrenta em nosso cotidiano. Por isso, para a sua segurança, siga as seguintes precauções:

  • Ao tossir ou espirrar, cubra a boca com um lenço de papel e o jogue no lixo ou utilize o antebraço para cobrir e logo limpe o local com água e sabão ou álcool 70%.
  • Limpe objetos e superfícies tocados com frequência, usando álcool ou hipoclorito de sódio (mais conhecido como água sanitária) com o auxílio de um pano de limpeza doméstico.
  • Use mascará ao sair de casa.

Mantenha-se protegido! Ações de higienização das mãos, dos objetos e dos ambientes podem salvar vidas.



Ana Carolina Barbosa
1T (RM2-S) Shana Barroso, PhD – Bióloga Virologista





Veja também: