Cuide da sua voz 🗣️

Enviado em: 14/04/2022

image

Tudo começou aqui mesmo, no Brasil, em 1999, quando um grupo de médicos, fonoaudiólogos e professores de canto da extinta Sociedade Brasileira de Laringologia e Voz (SBLV) fez a primeira campanha de atenção sobre o tema: “Não arrisque sua voz /cuide da sua saúde”.

De lá pra cá, foram realizadas várias campanhas com o objetivo de informar a população sobre a saúde da voz e, principalmente, sobre a prevenção do câncer de laringe. Em 2002, nos Estados Unidos, a Academia Americana de Otorrinolaringologia - Cirurgia de Cabeça e Pescoço reconheceu oficialmente o dia 16 de Abril como ‘Dia Mundial da Voz’.

Neste ano, Você em alto e bom som é o tema da Campanha Nacional da Voz, da Sociedade Brasileira de Laringologia e Voz.

Você sabe como a voz é produzida?

A voz é o som produzido pela vibração das pregas vocais, popularmente conhecidas como cordas vocais. Essa vibração ocorre durante a passagem do ar que vem dos pulmões pela laringe, onde se encontram as pregas vocais.

Assim como as impressões digitais, cada voz é única. Você já parou para pensar como a voz é importante para o nosso dia a dia? Ela pode ser um valioso instrumento de trabalho, além de reflexo da nossa saúde física e mental, por isso, merece atenção e cuidados.

ALGUNS CUIDADOS COM A VOZ:

  • Beba bastante água, em temperatura ambiente, ao longo do dia. Esse hábito promove a hidratação do corpo e, por consequência, das pregas vocais, que, quando estão hidratadas, vibram melhor;
  • Procure respirar pelo nariz. Além de importante para a saúde geral, é o padrão mais adequado para a produção vocal, pois o nariz filtra, limpa e umidifica o ar;
  • Fale em intensidade (“volume”) apropriado à situação, evitando falar “alto” e gritar;
  • Se utilizar a voz como instrumento de trabalho (professor, instrutor, cantor, etc.), procure ajuda profissional para prevenir problemas;
  • Sempre que possível, faça um repouso vocal parcial entre situações em que você vai usar muito a voz;
  • Evite e/ou reduza o consumo de bebidas alcoólicas. Elas causam uma espécie de “anestesia” nas pregas vocais, favorecendo o uso forçado, sem que se perceba;
  • Evite pigarrear e/ou tossir com frequência. Esses hábitos causam atrito entre as pregas vocais;
  • Evite consumir café e chá preto em excesso. Esses alimentos possuem muita cafeína e podem ressecar o trato vocal;
  • Não utilize pastilhas, sprays e drops, que atuam como anestésicos. Da mesma forma que as bebidas alcoólicas, podem favorecer o uso forçado da voz;
  • Evite excesso de alimentos achocolatados ou derivados do leite, pois podem aumentar a secreção do trato vocal, ou deixá-la mais espessa, prejudicando a produção da voz;
  • Não utilize roupa muito apertada na região da cintura, pois dificulta a respiração correta para a voz (costo-diafragmática-abdominal);
  • Não fume. O cigarro é altamente irritante para a mucosa que recobre as pregas vocais e o maior fator de risco para o câncer de laringe.

ATENÇÃO: Rouquidão, falhas na voz, dor na garganta ou dificuldade para engolir que não melhoram em 15 dias sempre devem ser avaliadas por um médico.

Cuide da sua voz. Ela diz muito sobre você!

CT (S) Patrícia Pierobom Lima
Fonoaudióloga