Corpo em movimento, cabeça serena e saúde em dia

Enviado em: 22/09/2020

image

O mundo está cada vez mais rápido, virtual e competitivo. Está extraordinariamente competente em nos provocar sentimentos de inadequação. As demandas pessoais, sociais e profissionais são esmagadoras. Assim, na impossibilidade de alcançar satisfação junto com o desejo insaciável de realizar sempre mais, nos convencemos de que temos que fazer tudo no tempo que se tem. Daí, o estresse.

Para aprender a lidar de forma mais saudável com os desafios do nosso tempo, aliviar a tensão e minimizar os efeitos nocivos do estresse, a Organização Mundial da Saúde indica... EXERCÍCIO FÍSICO! Sim, o melhor remédio disponível no mercado com muito valor agregado e baixíssimo custo.

O exercício físico nos coloca no aqui e agora de forma positiva, nos conecta com nosso corpo e respiração. Movimentos rítmicos e repetitivos, como caminhar e correr, encorajam o pensamento criativo e introspectivo. Esse foco de atenção pode deixar a mente livre para realizar balanços ou solucionar problemas.

O ambiente controlado, sem interrupções e distrações inconvenientes, nos permite desbloquear nossa criatividade (muitos são os que resolvem problemas que vinham lutando ao realizar uma corrida). Além disso, ao nos exercitarmos, produzimos endorfina, substância natural responsável por atenuar a sensibilidade à dor e proporcionar uma sensação de relaxamento e prazer.

A longo prazo, esse hábito saudável de autocuidado, aliado aos seus efeitos emocionais benéficos, combate a ação nociva do estresse. Com ele, temos a redução de vários indicadores físicos como tensão neuromuscular e frequência cardíaca em repouso. E, psicologicamente, nos tornamos mais aptos a lidar positivamente com o estresse e a evitar os problemas de saúde a ele relacionados melhorando, inclusive, nosso sistema imunológico.

Se tudo exposto até agora ainda não foi suficiente para lhe convencer, tenha em mente que a prática regular de exercício trará uma sensação de prazer, mais energia, melhora do sono, elevação da autoestima, desenvolvimento do autocontrole e da resiliência; tudo influenciando afetos positivos que mudam a percepção de estresse e que serão transferidos para o ambiente laboral, elevando o desempenho ao mesmo tempo que aumentam o grau de satisfação com a vida.

Talvez aqui surja uma pergunta. Mas, qual é o melhor exercício físico para combater o estresse? E a resposta é bem simples: aquele que lhe trouxer mais prazer! Escolha uma atividade que goste, aumentando assim, em muito, as chances de aderência, de incorporá-la à sua rotina. Experimente várias até encontrar uma que crie expectativa boa, um refúgio dos prazos diários

Por fim, para lidar de forma mais saudável com o estresse, se responsabilize por seu próprio bem-estar, marque um compromisso com você mesmo de se exercitar. Inclua na sua semana esse hábito. Mudará a sua vida!

Mantenha o corpo em movimento, a cabeça serena e a saúde em dia. Tenha uma vida boa, uma vida que valha a pena ser vivida, desfrutada e compartilhada. Uma vida de qualidade.


1T (T) Daniele Seda
Psicóloga do Esporte
Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes
(CEFAN)





Veja também: