Câncer: a prevenção pelos alimentos

Você sabia que 1/5 dos casos de câncer no Brasil e que 3 a 4 milhões de novos casos de câncer a cada ano no mundo poderiam ser evitados com uma alimentação saudável?

Caracterizado pelo crescimento descontrolado de células que invadem órgãos e tecidos, o câncer é uma doença crônica cujo desenvolvimento resulta de causas endógenas (do próprio organismo) e fatores ambientais, sendo a alimentação um dos mais relevantes.

    Confira aqui algumas dicas e orientações para prevenção do câncer:
  • Frutas e hortaliças:o consumo deve ser diário, respeitando as individualidades. Vegetais crucíferos, como brócolis, repolho, couve e couve-flor, podem diminuir o risco de câncer em até 32%. Estes alimentos são ricos em vitaminas, minerais e fibras que ajudam a proteger contra o câncer de cólon e ainda contêm compostos que podem ajudar a reduzir a inflamação e evitar danos no DNA, os dois fatores de risco para a doença.
  • Fibras alimentares:são substâncias presentes nos vegetais que não são digeridas e absorvidas, por isso chegam intactas ao cólon ou intestino grosso. São encontradas em todos os alimentos vegetais, principalmente nas verduras de folhas, nos talos dos vegetais, nas cascas e bagaços de frutas e nos grãos e cereais integrais. Elas estimulam o funcionamento intestinal e possuem efeito protetor contra o câncer de intestino (cólon e reto).
  • Fitoquímicos:como isoflavonas da soja, lignanas, terpenos e carotenóides, estão presentes em diversos alimentos. Vale ressaltar o papel preventivo contra várias formas de câncer, atuando como antioxidantes e na redução da proliferação de células cancerígenas.
  • Agrotóxicos:também chamados de defensivos agrícolas ou agroquímicos, são produtos utilizados pela agricultura na maioria dos alimentos no Brasil, para eliminar insetos ou ervas daninhas nas plantações. Além da contaminação dos alimentos e do meio ambiente, podem causar danos à saúde do produtor rural e do consumidor. Regiões com alto uso de agrotóxicos apresentam incidência de câncer bem acima da média nacional e mundial. Sempre que possível, dê preferência aos alimentos agroecológicos ou orgânicos, que são cultivados sem a presença dessas substâncias.
  • Adoçantes artificiais:o consumo frequente de bebidas e alimentos contendo esses produtos pode causar algumas doenças, entre elas o câncer. Adoçantes artificiais, como o aspartame, o ciclamato de sódio e a sacarina sódica, contribuem para o desenvolvimento da doença. Que tal tirar o açúcar e o adoçante da sua mesa e sentir o sabor verdadeiro dos alimentos? Caso considere realmente necessário, dê preferência aos adoçantes naturais, como o Stévia e Xilitol.
  • Alimentos industrializados e fast foods:evite o consumo de alimentos com alto teor calórico e de sódio, do tipo fast food e industrializados (hambúrguer, pizza e cachorro-quente e produtos prontos para consumir ou aquecer, como lasanhas, salgadinhos e biscoitos), pois eles promovem o excesso de peso, que aumenta a chance de desenvolver o câncer.

Frutas, legumes, verduras, cereais integrais, feijões e outras leguminosas, sementes e nozes protegem contra o câncer, fortalecendo as defesas do corpo e ajudando o intestino a funcionar bem. Procure variar esses alimentos e faça deles a base da sua alimentação. Cuide da sua saúde, cuide de você!

Sabrina de Albuquerque Santos Cola Pim
Segundo-Tenente (RM2-S)
Assistente do Serviço de Nutrição
Policlínica Naval Nossa Senhora da Glória