15 de maio - Dia Nacional do Controle das Infecções Hospitalares

O ambiente hospitalar possui uma população de bactérias diferentes do nosso cotidiano. Os pacientes internados apresentam diversas doenças com infecções por bactérias, incluindo as resistentes aos antibióticos. A partir do alerta da Organização Mundial da Saúde, há uma imensa preocupação do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital Naval Marcílio Dias em informar os usuários do Sistema de Saúde da Marinha sobre o perigo da disseminação de bactérias resistentes na comunidade.

O indivíduo saudável e com imunidade preservada ao entrar em contato com bactérias resistentes no momento da visita a um familiar, na maioria dos casos não desenvolverá doenças, mas poderá servir de veículo de disseminação para outros pacientes, outros setores do hospital, além de outros ambientes externos, incluindo o domiciliar. Algumas medidas simples devem ser adotadas para evitar o aumento de infecção por essas bactérias resistentes ao tratamento de vários antibióticos. Veja as orientações abaixo:

  • Higienizar as mãos antes e após o contato com o paciente;
  • Ficar restrito ao quarto do seu familiar;
  • Prestar cuidado apenas ao seu familiar;
  • Não compartilhar utensílios de outros pacientes;
  • Evitar levar crianças para clínicas e hospitais;
  • Não sentar no leito dos pacientes;
  • Não levar flores e comida para o hospital;
  • Usar álcool gel nas mãos o máximo de vezes enquanto estiver no ambiente hospitalar;
  • Ao chegar em casa, não esquecer de lavar as mãos.

Pequenos hábitos fazem toda a diferença na prevenção e no combate à infecção hospitalar, portanto devemos ter consciência e refletir sobre nossos atos dentro das clínicas e hospitais. Previna a transmissão de doenças e salve vidas.

Silvia Maria Araújo de Oliveira
Capitão de Corveta (Md)
Assistente do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar
Hospital Naval Marcílio Dias