Capitania dos Portos do Ceará recebe crianças para o projeto “Pátria Amada Brasil”

A Capitania dos Portos do Ceará (CPCE) recebeu 31 crianças do Centro Educacional M. Fialho, do bairro Mucuripe, Fortaleza-CE, na manhã do dia 02 de outubro. A visita faz parte do projeto “Pátria Amada Brasil”, do Comando de Operações Navais da Marinha, e tem o objetivo de incentivar o espírito cívico nos alunos dos ensinos Fundamental e Médio.

Durante a visitação, as crianças acompanharam a execução do Cerimonial à Bandeira narrado, com o canto do Hino Nacional e assistiram à palestra proferida pelo Capitão-Tenente (AA) Horizonte. Ele destacou os principais momentos de sua trajetória de trinta anos na Marinha do Brasil (MB), falou sobre as atividades de salvaguarda da vida no mar, segurança da navegação, prevenção da poluição hídrica e defesa nacional.

O Capitão-Tenente Horizonte explicou que “por se tratar de crianças, conversamos de forma lúdica. Falamos, sobretudo, sobre patriotismo, esse sentimento de orgulho e devoção ao país, aos símbolos nacionais e ao nosso povo. Além disso, fizemos eles refletirem sobre disciplina, obediência na escola e respeito aos mais antigos, situações que percebemos desafiadoras e em desuso nos dias de hoje”.

A coordenadora pedagógica Pamela Villa falou sobre a experiência: “O nosso colégio trabalha com as crianças os objetivos de desenvolvimento sustentável do milênio, que são propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU). E uma das metas é trabalhar a sustentabilidade do planeta, incluindo a preservação da vida na água. Então, nada mais interessante que trazer as crianças até uma organização militar da Marinha do Brasil, para que conhecessem de perto o seu trabalho”.

O Capitão dos Portos, Capitão de Mar e Guerra Madson, ressaltou à comunidade cearense que a CPCE está de portas abertas, através do projeto “Pátria Amada Brasil”, para receber estudantes e estimular neles o civismo e o respeito aos Símbolos Nacionais. "Eles são o futuro do nosso país e nós estamos aqui para orientá-los para uma trajetória de vida honrosa”, destacou.