ICTs do CTMRJ são certificadas na NBR ISO 9001:2015

Image: 

Nos dias 12, 13 e 14 de novembro de 2019, o Instituto de Pesquisas da Marinha (IPqM) e o Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), Instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICT) subordinadas ao Centro Tecnológico da Marinha no Rio de Janeiro (CTMRJ), receberam a visita do Auditor Externo da Lloyd’s Register Quality Assurance, Sr. Nairson Oliveira, para a realização da Auditoria Externa de Qualidade e Certificação na Norma NBR ISO 9001:2015.

Com o objetivo inicial de incluir as atividades dentro do escopo da certificação do CTMRJ, o Auditor visitou as instalações das Organizações Militares (OM), realizou entrevistas com as tripulações e, em seguida, procedeu à análise de métodos e documentação do Sistema de Gestão da Qualidade para a busca de conformidade com a Norma.

Como resultado, foi recomendada a Certificação na Norma NBR ISO 9001:2015 do IPqM com o escopo aplicável ao “Ensaio de multiposição para caracterização de sensores inerciais” e do IEAPM com o escopo aplicável a “Gestão de projetos em pesquisa e desenvolvimento com ênfase em biotecnologia marinha, acústica submarina, oceanografia, química e geologia marinha. Com as demais Auditorias realizadas durante o ano de 2019, o CTMRJ e suas OM subordinadas: Instituto de Pesquisas da Marinha (IPqM), Centro de Análises de Sistemas Navais (CASNAV) e Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM); obtiveram suas Certificações recomendadas.

A adoção de um sistema de gestão da qualidade é uma decisão estratégica para uma organização que pode ajudar a melhorar seu desempenho global e a prover uma base sólida para iniciativas de desenvolvimento sustentável. Este tipo de gestão é baseado nos princípios de foco no cliente, liderança, engajamento das pessoas, abordagem de processo, melhoria, tomada de decisão baseada em evidência e gestão de relacionamento.

A principal vantagem da implantação dos requisitos da norma NBR ISO 9001:2015 é indicada já no seu conceito. Como ela melhora a gestão da qualidade, a organização que a adota se torna mais eficiente e seus procedimentos operacionais são otimizados, aumentando a produtividade e diminuindo o desperdício. Para o cliente, a grande vantagem é ser atendido por organizações que têm o objetivo de satisfazê-lo de forma estruturada e focada no aumento da sua satisfação.