Informações Importantes

APRENDIZES-MARINHEIROS

Anualmente são cerca de 350 vagas por turma com período de adaptação em janeiro, tendo duração de 2 semanas.
 

VISITAÇÃO

As visitas são muito bem-vindas, sendo uma excelente oportunidade de apresentação do trabalho bem executado na EAMES. É permitida a visita, mediante agendamento junto à Comunicação Social.
 

INSTALAÇÕES

Toda a estrutura se encontra no site da EAMES (Histórico). Trata-se de local aprazível que exige manutenção constante e controle da segurança por se tratar de Organização Militar (OM) da Marinha do Brasil. A manutenção e segurança orgânica dos 125 mil metros quadrados de área são executadas pelos próprios militares, Aprendizes e servidores civis da EAMES. Todos têm comprometimento com a rotina administrativa, adestramentos e prestam apoio de saúde, social e religioso aos integrantes da Força de Trabalho, Veteranos da Marinha e Família Naval que reside na área do Espírito Santo, totalizando cerca de 7 mil assistidos. A EAMES lidera em suas instalações com o apoio de instituições capixabas, desde 2017, o Programa Forças no Esporte (PROFESP), do Ministério da Defesa, durante todo o ano com a participação de 100 crianças que residem em área de vulnerabilidade social na cidade de Vila Velha.

 

FUNCIONAMENTO

A EAMES é guarnecida 24h/dia em regime de internato para os Aprendizes e com expediente diário normal para Força de Trabalho, ocorrendo todas as atividades voltadas para a formação dos futuros Marinheiros, além das tarefas administrativas, logísticas, de saúde, de assistência social/religiosa em prol da família naval existente em solo capixaba.
 
 

DESAFIO

Os valores éticos e morais das Forças Armadas são alicerçados na HIERARQUIA e DISCIPLINA com o propósito de conduzir os cidadãos com base nos preceitos constitucionais. A Marinha do Brasil possui um código de honra (Rosa das Virtudes) fundamentado em valores tais como: PATRIOTISMO, HONRA, LEALDADE, INICIATIVA, COOPERAÇÃO, ESPÍRITO DE SACRIFÍCIO, ZELO, CORAGEM, ORDEM, FIDELIDADE, FOGO SAGRADO, TENACIDADE, DECISÃO, ABNEGAÇÃO e ESPÍRITO MILITAR. Tais valores norteiam o cumprimento da missão que a sociedade nos confia. É desafiador para todo militar de bordo transmitir o supracitado aos jovens, que durante 11 meses de rotina intensa assimilam e transformam estes atributos em referência para suas vidas.

 

ATIVIDADES

Diversas atividades extraclasse como: visitas a navios da MB atracados no Porto de Vitória, eventuais embarques, inspeções, formaturas do Corpo de Alunos, manutenção das instalações, palestras de diversos temas (higiene/saúde, controle do stress, gestão financeira, administração familiar, segurança, prevenção e etc), treinamento de equipes esportivas/representativas, ensaios da banda de música, olimpíadas entre as Escolas de Aprendizes-Marinheiros, Festival Interno da Canção, entre outras, são realizadas.
 
 

ROTINA

A rotina dos Aprendizes-Marinheiros que já ingressam com o ensino médio é norteada pelo Novo Itinerário Formativo (NIF), que padroniza a formação na Marinha do Brasil. As aulas acadêmicas iniciam-se às 7 horas e terminam às 15 horas, com intervalos para colação e almoço. Após este horário, são desenvolvidas as atividades extraclasse supracitadas. No período noturno, após o jantar, os Aprendizes-Marinheiros participam de Estudo Obrigatório em sala de aula de 19 às 20h e 45min, a fim de massificar os conhecimentos obtidos. Por fim, ceia até as 21h e 15min, encerrando a rotina às 22 horas com o toque de silêncio.

 

LEMA

Em 29 de novembro de 1990, por ocasião de um concurso de frases realizado durante o comando do então Capitão de Fragata Fernando Antônio Soares de Mendonça, o Grumete Ricardo Saltino da Costa Júnior chegou à Vitoria com a frase que se tornou brado: "EAMES, NOSSO PRIMEIRO NAVIO."