Radar Oceanográfico HF CODAR é inaugurado na Ilha do Cabo Frio a partir de parceria do IEAPM com a OceanPact

Vista aérea do Radar Oceanográfico nas proximidades do Farol de Cabo Frio

Foi inaugurada, no dia 25 de junho, a estação radar instalada na Ilha de Cabo Frio, em Arraial do Cabo, decorrente da Parceria celebrada entre o Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), Instituição de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICT) subordinada ao Centro Tecnológico da Marinha no Rio de Janeiro (CMTRJ), na estrutura orgânica da Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM), e a empresa OceanPact. O evento, transmitido ao vivo pelo Youtube, contou com a participação do Diretor de Hidrografia da Marinha, Vice Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa, do Diretor do CTMRJ, Contra-Almirante Marcelo Gurgel de Souza, do Presidente da OceanPact, Sr. Flávio Nogueira Pinheiro de Andrade, além de outros representares da empresa e da Força Naval.

O Radar Oceanográfico HF CODAR (Coastal Ocean Dynamics Application Radar) realizará medições contínuas e temporais da corrente na superfície e de ondas em tempo real. Os dados coletados são requisitos para a calibração de modelos operacionais de previsão atmosférica e oceanográfica, para modelos de dispersão de poluentes no mar e para apoio às atividades de Busca e Salvamento.

 

Visualização de dados do Radar Oceanográfico HF CODAR

 

Os dados obtidos por meio da parceria em destaque serão utilizados no projeto do Sistema Tático de Fatores Ambientais (STFA), em complemento ao Sistema de Previsão do Ambiente Acústico em apoio às Operações Navais (SISPRES), assim como no projeto Sistema de Avaliação das Condições de Ocorrência de Nevoeiros (SISACON). Tais Sistemas integram o Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz), além do auxílio nas linhas de pesquisa voltadas ao monitoramento ambiental e nas ações de mitigação aos incidentes de poluição por óleo. Os mesmos dados serão utilizados pela iniciativa privada para a geração de produtos em situações de emergência no mar, em apoio a plataformas de petróleo e navios de operação off-shore.

A Ilha do Cabo Frio está sob a jurisdição da Marinha do Brasil, em conformidade com as normas de responsabilidade administrativa exaradas pelo IEAPM. Essa ICT é uma referência no Sistema de CT&I da Marinha (SCTMB) na execução de pesquisas, desenvolvimentos, inovações e serviços tecnológicos na área dedicada às Ciências do Mar.