MEC autoriza funcionamento do Curso de Mestrado em Acústica Submarina do IEAPM

O Ministério da Educação (MEC) autorizou o funcionamento do Programa de Pós-Graduação “stricto sensu” em Acústica Submarina (PPGAS) do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), que ofertará o Curso de Mestrado Acadêmico já aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), em 2019. O ato foi formalizado por meio da Portaria nº 480, de 13 de maio de 2020, publicada no Diário Oficial da União, seção 1, no dia 15 do mesmo mês. A conquista está alinhada com a missão desse Instituto no que concerne à execução de pesquisas, desenvolvimentos, inovações e serviços tecnológicos na área de Ciências do Mar.

O PPGAS tem como objetivo formar egressos capazes de enfrentar os desafios inerentes ao mar territorial brasileiro e à “Amazônia Azul”, através do conhecimento de técnicas como o processamento de sinais acústicos, sensores e sistemas de monitoramento, integração de sistemas em terra com veículos submarinos e de superfície, entre outros.

Serão englobadas três linhas de pesquisa: comunicação e redes de sensores submarinos; monitoramento ambiental submarino; e propagação de energia no oceano. Poderão candidatar-se profissionais graduados em Ciências Exatas e da Terra, Ciências Biológicas, e Engenharias que busquem especialização na área, com aplicações nas indústrias de equipamentos, dispositivos e sensores para as atividades de acústica submarina, oceanografia, geofísica, geologia submarina, biotecnologia, biologia marinha, defesa e de óleo e gás.

O edital do curso e o processo seletivo decorrente devem ocorrer no final de 2020, com o início das aulas, para a primeira turma, previsto para março de 2021.