21º Prêmio Brasil Olímpico

Atletas do PROLIM agraciados

 

Foi realizada a 21ª edição do Prêmio Brasil Olímpico, premiação anual do esporte olímpico brasileiro, na noite do dia 10 de dezembro. Organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), a solenidade ocorreu na Cidade das Artes, localizada na Avenida das Américas, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro-RJ. Com a presença de diversas autoridades e personalidades do esporte, a cerimônia foi marcada pela celebração à campanha histórica do Time Brasil nos Jogos Pan-americanos Lima 2019 e pela proximidade dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

Grande destaque da noite, a Terceiro-Sargento (EP) Beatriz Iasmim Soares Ferreira, atleta do Programa Olímpico da Marinha (PROLIM), conquistou o Prêmio de Melhor Atleta Feminina do ano de 2019, além do Prêmio na Modalidade do Boxe. Em seu discurso de agradecimento, a atleta expressou sua gratidão pelo apoio prestado pela Marinha do Brasil e as demais entidades que oferecem suporte para seu desenvolvimento no esporte.

Outros atletas do PROLIM foram premiados pelos relevantes resultados alcançados durante o corrente ano em suas respectivas modalidades. São eles os Terceiro-Sargento (EP) Luisa Nunes Porto Borges (Nado Artístico), Maria Iêda Chaves Guimarães (Pentatlo Moderno), Isaac Nascimento de Souza Filho (Saltos Ornamentais), Lais Nunes de Oliveira (Wrestling), Ágatha Bednarczuk Rippel (Vôlei de Praia) e Ana Marcela de Jesus Soares da Cunha (Maratona Aquática), tetracampeã mundial.

Além da participação dos atletas do PROLIM, a Marinha do Brasil teve ainda destaque por meio dos discursos do presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Paulo Wanderley, e do técnico da Seleção Brasileira de Vôlei masculino, Renan Dal Zotto, eleito o Melhor Treinador de Modalidades nos Esportes Coletivos. “E vendo hoje esse grande evento, esse maravilhoso evento, continuo vendo as Forças Armadas apoiando o esporte brasileiro, e isso é muito legal, tenho muita gratidão”, afirmou Renan, após relembrar sua passagem pelo Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN).