Memória dos mortos da Marinha em guerra recebe homenagens no Comando do 2º Distrito Naval

No dia 21 de julho, foi realizada a cerimônia em homenagem à Memória dos Mortos da Marinha em Guerra, na sede do Comando do 2° Distrito Naval, em Salvador/BA. Na oportunidade, foi lida a Ordem do Dia do Comandante da Marinha, seguida de uma salva de tiros e da execução do toque de silêncio. Na sequência, uma coroa de flores foi depositada na Baía de Todos os Santos, enquanto eram executados os Toques da Alvorada e da Vitória. Por fim, os presentes cantaram a canção da Divisão Naval em Operações de Guerra (DNOG), de autoria do Capitão de Corveta Benjamim Goulart, Comandante do Navio Tender “Belmonte”.

Presidida pelo Vice-Almirante Humberto Caldas da Silveira Junior, Comandante do 2º Distrito Naval, a cerimônia marcou o aniversário do naufrágio da Corveta (CV) “Camaquã”, ocorrido em 21 de julho de 1944, durante missão de escolta na Segunda Guerra Mundial, data que ficou consagrada à memória daqueles que, nas Marinhas de Guerra e Mercante, perderam suas vidas no cumprimento do dever em tempos de guerra. Dentre os presentes, estava Raul Barreto Neto, escritor e historiador, que é neto do CF Raul Barreto, sobrevivente da CV “Camaquã".