Comando do 2º Distrito Naval realiza exercício do Plano de Contingência de Pandemia

Em conjunto com o Hospital Naval de Salvador (HNSa) e a Base Naval de Aratu (BNA), o exercício do Plano de Contingência de Pandemia foi realizado a bordo da Corveta “Caboclo”, no período de 10 a 14 de fevereiro, com o objetivo de manter o adestramento das Organizações Militares envolvidas no caso de acionamento para resgate e adequado tratamento de pessoas que apresentem sintomas ou sejam diagnosticadas com doenças infectocontagiosas altamente transmissíveis, como o novo Corona Vírus (COVID-19), em apoio a órgãos de fiscalização sanitária.

O exercício contou com o embarque do Contêiner para Tratamento de Doenças Infectocontagiosas (CTDIC), armazenado na BNA, que possui três ambientes: antecâmara, enfermaria e banheiro. O contêiner é dotado de um mecanismo especialmente desenvolvido, que mantém a pressão interna negativa em relação ao meio ambiente, visando dificultar a saída de micro-organismos patogênicos, além de um sistema de extração, composto por filtros “HEPA” - High Efficiency Particulate Air.

O exercício foi composto por quatro fases: embarque do CTDIC e equipe médica do HNSa, após o acionamento do Plano pelo Comando do 2º Distrito Naval; suspender do Navio de Serviço do CTDIC (NSC); resgate do infectado; e atracação. Durante a movimentação da “Caboclo”, foram executados procedimentos de primeiro contato com o paciente, transporte, isolamento e tratamento. O contêiner permaneceu em funcionamento durante cinco dias, com monitoramento constante de seus equipamentos e sistemas, a fim de garantir sua correta operação.