Comando do 2º Distrito Naval promove Ação Cívico-Social na Ilha de Itaparica

Comando do 2º Distrito Naval promove Ação Cívico-Social na Ilha de Itaparica

No período de 27 a 30 de abril, o Comando do 2º Distrito Naval (Com2ºDN), em parceria com a Prefeitura de Itaparica, realizou uma Ação Cívico-Social (ACISO) no município de Itaparica, às margens da Baía de Todos os Santos.

Durante a ACISO, a Marinha do Brasil prestou diversos serviços de saúde à população. Ao todo, foram realizados 4.131 procedimentos médicos e odontológicos, entregues 30 próteses dentárias e distribuídos cerca de 5.757 medicamentos. Além das ações na área de saúde, na ACISO também foram prestados serviços como corte de cabelo, exposição de equipamentos náuticos e de Fuzileiros Navais, e orientações sobre como ingressar na Marinha. Por fim, a Capitania dos Portos da Bahia regularizou 26 embarcações de pescadores locais, por meio da entrega de Títulos de Inscrição de Embarcação (TIE), capacitou cerca de 32 novos aquaviários nos cursos de Marinheiro Auxiliar de Convés e Marinheiro Auxiliar de Máquinas e realizou 48 vistorias. A moradora Erica Santos, 25 anos, levou seu filho para o pediatra e, após a consulta, louvou a iniciativa, “Estávamos precisando de uma ação como essa no município, carente de apoio na área de saúde”.

 

Também foram prestados por instituições parceiras cerca de 824 atendimentos, como apoio de justiça e cidadania, oferecido pelo Tribunal de Justiça da Bahia, emissões de 1ª e 2ª vias de carteiras de identidade, promovidas pela Secretária de Segurança Pública do Estado da Bahia, e campanha de prevenção ao Aedes Aegypi e aferição de pressão, ações realizadas pela prefeitura do município. Catarina Ferreira dos Santos, 61 anos, estava desde novembro de 2015 sem a carteira de identidade e aproveitou para regularizar a situação. Depois de tirar o documento, voltou para ser atendida por um cardiologista. “Valeu a pena, agora vou cuidar do coração”, ressaltou.

Para os jovens estudantes, a Marinha do Brasil propiciou uma experiência de aproximação, abrindo as portas do histórico Forte de São Lourenço (Forte de Itaparica) para visitação das escolas da região, que conheceram um pouco mais sobre a construção da fortaleza e seu papel na defesa do Brasil. O Forte também abrigou uma exposição das maquetes dos meios subordinados ao Comando do 2º Distrito Naval. Denilson Miguel Silva, coordenador pedagógico da escola municipal Benedito de Oliveira Barros, falou sobre a importância da abertura do forte para os alunos. “É muito importante abrir este espaço, que faz parte da história da nossa cidade. Também é importante a aproximação da Marinha do Brasil, pois contribui para despertar no jovem o desejo e a vocação para a defesa da pátria”, pontuou. Na praça central, além de conhecerem os equipamentos utilizados pela MB, os jovens participaram de atividades físicas ministradas pelos Fuzileiros Navais, tais como controle de bola e travessia de ponte de cordas.

No encerramento, o Comandante do 2º Distrito Naval, Vice-Almirante Cláudio Portugal de Viveiros, visitou as instalações da ACISO e destacou a importância de realizar uma ação cívico-social no local, destacando a importância histórica da cidade e a sua forte ligação com o mar. “Itaparica serviu como base para a flotilha itaparicana, que sob o comando do Tenente João Francisco de Oliveira, o famoso João das Botas, combateu sem descanso a esquadra Portuguesa, na Baía de Todos os Santos, durante as lutas pela Independência do Brasil, no ano de 1823”, pontuou.