Capitania dos Portos da Bahia coordena afundamento deliberado de embarcações na BTS

A Capitania dos Portos da Bahia (CPBA), subordinada ao Comando do Segundo Distrito Naval, coordenou, no dia 21 de novembro, a operação de afundamento dos cascos do ex-ferry-boat “Agenor Gordilho” e ex-rebocador Vega”, na Baia de Todos os Santos (BTS).

Na operação de afundamento foram empregados quatro embarcações, sendo duas LAEP-7 e duas motos aquáticas, e o total de 12 militares. Além disso, contou com o apoio de quatro servidores do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) embarcados nas lanchas da capitania, sendo que o sucesso da operação se deu em decorrência do cuidadoso planejamento e acompanhamento das ações, que tiveram início em maio de 2019.

As embarcações afundadas proporcionarão a formação de recifes artificiais, favorecendo a vida marinha e se convertendo em atrativo para o mergulho contemplativo. Assim, contribuirão para o fomento das atividades recreativas e do turismo náutico no estado da Bahia, em particular na BTS.