NOTÍCIAS

Leitura de cartas náuticas atrai
grande público em oficina da DPHDM


Nos dias 8, 9 e 22 de agosto de 2019, a Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha (DPHDM) realizou mais uma vez a oficina “Aprendendo a ler Cartas Náuticas”, destinada a divulgar de forma atrativa o acervo cartográfico da Biblioteca da Marinha (BM). Sucesso de público, o evento chegou à sua terceira edição, atraindo cerca de 70 pessoas.


Apresentação teórica, no auditório do Museu Naval, abriu os trabalhos
da 3ª edição da oficina “Aprendendo a ler Cartas Náuticas”


Ministrada pelo Assessor da diretoria, Capitão de Mar e Guerra (Reformado) Hideo de Oliveira Miyoshi, a oficina apresentou conceitos e técnicas importantes para a interpretação das cartas pelos participantes: militares e, principalmente, civis — dentre os quais velejadores, estudantes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e profissionais que atuam no porto do Rio de Janeiro.

No primeiro dia (8 de agosto), a palestra teórica permitiu ao público conhecer instruções para navegar com segurança, como: definições de termos relativos à navegação estimada; variações das correntes de maré; luzes de navegação; sinais sonoros em caso de visibilidade restrita; apoio costeiro via comunicações em VHF; e sinalizações marítimas constantes nas cartas náuticas.

Já nos dias 9 e 22 de agosto, nas aulas práticas realizadas na Sala de Treinamentos da BM, os participantes fizeram exercícios simulados de navegação. Iniciativa do Departamento de Biblioteca da Marinha, da DPHDM, a oficina vai ao encontro das recomendações da Organização Hidrográfica Internacional (OHI) quanto à divulgação da segurança da navegação em águas restritas e costeiras.


Na aula prática, os participantes da oficina recebem instrução
sobre os sinais náuticos na entrada do porto do Rio de Janeiro