Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Associação Comercial de Corumbá promovem 2ª Rodada de Negócios

Palestra do Diretor do CeIMLa, Capitão de Fragata Osmar

 

 

    A Marinha do Brasil, por meio do Centro de Intendência da Marinha em Ladário (CeIMLa), o Exército Brasileiro e a Associação Comercial de Corumbá (ACIC) promoveram, no dia 4 de abril, a 2ª Rodada de Negócios de Corumbá. O evento teve como propósito contribuir para o fomento do comércio e de serviços e o desenvolvimento econômico nos municípios de Ladário e Corumbá.

    Militares do CeIMLa, organização militar subordinada ao Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN), e da 18ª Brigada de Infantaria de Pantanal estiveram no auditório da ACIC para apresentar aos empresários, comerciantes e prestadores de serviços locais demandas referentes aos processos licitatórios e compras públicas realizadas pelas Forças Armadas, a fim de minimizar ou esclarecer eventuais dúvidas sobre o tema.

    Para o Diretor do CeIMLa, Capitão de Fragata Osmar da Silva Junior, essa parceria com a ACIC aproxima a MB e o EB da sociedade local, contribuindo com o fomento da economia local. “Tivemos a oportunidade de informar quais foram as nossas aquisições nos últimos anos. Por outro lado, os fornecedores locais puderam divulgar seus produtos e conhecerem as possibilidades de negócios com a Marinha e o Exército. E são diversas as nossas necessidades, tais como gêneros alimentícios, materiais de saúde, insumos industriais, serviços de manutenção de embarcações e viaturas e de obras de engenharia”, ressaltou o Comandante Osmar.

    Mohamad Saleh, comerciante em Corumbá, participou do evento e destacou que a iniciativa demonstra a preocupação das Forças Armadas locais em contribuir para que empresas da região participem dos processos e, dessa forma, gerar mais oportunidades de emprego e renda para a população ladarense e corumbaense. “É importante que as empresas locais se preparem e estejam habilitadas para as licitações e cotações, que são feitas de forma eletrônica. Hoje, conforme demonstraram nas palestras, um percentual muito pequeno fica na região, então parabenizo os envolvidos por esse evento”, disse.

Representantes da MB, do EB e da ACIC