Colégio Naval realiza cerimônia em homenagem aos náufragos do Encouraçado “Aquidabã”

Na manhã do dia 27 de janeiro, militares do Colégio Naval (CN) e autoridades da cidade de Angra dos Reis (RJ) participaram da tradicional cerimônia em homenagem aos brasileiros que pereceram no naufrágio do Encouraçado “Aquidabã”, ocorrido em 21 de janeiro de 1906.

Após a leitura da Ordem do Dia do Comandante do CN, o Capelão Naval proferiu uma alocução religiosa em memória das vítimas. Ao final do evento, o Comandante do CN, acompanhado da Vice-Presidente do Ateneu Angrense de Letras e Artes, Professora Emília Barra Ferreira e do Vice-Prefeito de Angra dos Reis, Manoel Cruz Parente, realizou a aposição floral no monumento erguido na Ponta do Leste, em homenagem aos náufragos do “Aquidabã”.

Durante toda a cerimônia, organizada anualmente pelo CN, o Aviso de Instrução “Voga Picada” permaneceu fundeado próximo ao local onde ocorreu o acidente, na Baía de Jacuecanga. Dentre as 113 vítimas, estavam o Comandante do navio, a tripulação e membros da comitiva ministerial que realizava estudos para construção de uma nova base naval naquela região.

Cerimônia realizada no monumento erguido em homenagem às vítimas do naufrágio

Vice-Prefeito de Angra dos Reis e Comandante do CN durante aposição no monumento

Comandante do CN e Vice-Presidente do Ateneu Angrense de Letras e Artes